Ficha Corrida

16/05/2015

Saiba porque a CBF é a melhor amiga da Globo

A Folha faz o diagnóstico certo mas não entrega o nome da doença: Rede Globo! O remédio é amargo é deveria ser ministrado em dose cavalar: cassação da concessão pública!

CBF GLOBO foraricardoteixeiraMARILIZ PEREIRA JORGE, na FOLHA

A CBF e a máfia

O mundo da CBF sempre mata um pouco da saudade da série "Os Sopranos"; Tutti buona gente…

Toda vez que leio sobre a CBF tenho a sensação de ver um episódio de "Os Sopranos". A série, criada por David Chase e produzida pela HBO, contava a história de um mafioso e seus comparsas, crimes, corrupção, mulheres e dinheiro.

Sou uma das milhares de órfãs de Tony Soprano, o protagonista. Mas o mundo da CBF sempre mata um pouco da saudade da série.

O novo presidente, Marco Polo Del Nero, poderia bem ser um dos amigos do personagem principal. Ou o próprio. Tem nome de mafioso, careca de mafioso, corpulência de mafioso, namoradas com cara de namoradas de mafioso e comanda entidade que, teoricamente, é uma empresa idônea, mas que vira e mexe tem que provar que é idônea.

É só jogar no Google: CBF, escândalos, corrupção. Impressionante.

Na sexta (15), a notícia era a demissão de Ariberto Pereira dos Santos, ex-tesoureiro da entidade na gestão de Don Ricardo Teixeira. Há um ano, ele comandava o departamento de futebol feminino. Sinal de que seus dias estavam contados.

Vamos combinar que é uma baita perda de poder você, um dia, comandar a dinheirama que rola na CBF e, no dia seguinte, ganhar de presente a direção do departamento de futebol feminino.

Nem precisa ser feminista para saber que, para a CBF, o futebol feminino é a irmã feia da família.

Assim como os parceiros de Tony Soprano, Ariberto parece super gente boa. Usava o banco Rural, investigado na época do mensalão, para fazer as operações cambiais da CBF, o que fez com que a entidade perdesse cerca de R$ 30 milhões quando o Banco Central decretou a intervenção do Rural.

Foi investigado pela CPI do Futebol e acusado de operar um caixa dois –aquelas histórias de CPI que quase nunca dão em nada. Por fim, admitiu usar uma conta particular para gerir recursos da CBF.

Ricardo Teixeira, o ex-presidente que reinou no cargo durante 23 anos, está sendo acusado de ter votado no Qatar para sediar a Copa de 2022 em troca de dinheiro, favores e garantias, segundo o livro "Ugly Game", lançado no mês passado pelos jornalistas ingleses Heide Blake e Jonathan Calvert.

Os jornalistas contam que o ex-secretário da Fifa Michel Zen Ruffinen aparece em vídeo explicando o que cada membro da Fifa esperava em troca de seu voto. "Teixeira é dinheiro", disse sobre o brasileiro.

Tony Soprano também era chegado em qualquer negociação que envolvesse grana. Tutti buona gente.

Mas o que eu gosto mesmo são as fofocas em que o nome e as fotos de Don Del Nero aparecem. Não precisa nem ler o noticiário esportivo. Elas estão em revistas do tipo "Caras", "Contigo" ou no "F5", o site de entretenimento da Folha.

Don Del Nero ganhou dos amigos o apelido de "Olacyr de Moraes do Futebol". Achei que era por causa do salarião de R$ 200 mil, mas a história por trás do apelido é muito melhor. O dirigente coleciona namoradas que poderiam ser suas netas.

Currículo das moças: modelo. Para uma deu dinheiro para que ela desse entrada num apartamento e mexeu os pauzinhos para que fosse passista de uma escola de samba.

Para outra, um Mercedes Benz, que custava a bagatela de R$ 200 mil. Mas essa tinha posado para a revista "Sexy", que fique bem entendido. Essa, inclusive, já é passado. A fila anda. Don Del Nero troca de namorada como Dunga troca a escalação da seleção.

Os babados da CBF são sempre muito mais saborosos do que os da ficção. Tony Soprano fez escola. Ou será que foi o contrário?

05/05/2015

Papai é o maior

Filed under: Campeão de Tudo,Inter,Papai é o Maior — Gilmar Crestani @ 8:15 pm
Tags:

Cada ano cresce o número de jogadores que abandonam o Porto Alegrense em busca de novas paragens onde possam ganhar títulos. Eles até garimpam o Celeiros de Ases em busca do DNA campeão, mas o pijama não veste bem. No Pampa todos sabem. Quer título, vá pro Inter. Eles são imortais; o Inter, mortal! Como na disputa da taça mais recente!!

giuliano gremio

Desde os tempos do Rolo Compressor que os colorados cantam e o mundo se encanta, agora a Revista Placar confirma:

Papai É O Maior (rolo Compressor)

Sport Club Internacional

Papai é o maior
Papai é que é o tal
Que coisa louca, que coisa rara
Papai não respeita a cara
Papai é campeão
Papai não tem rival
Papai “tá” com a razão
É colorado , Internacional!!

Placar aponta: Inter é o maior campeão do Brasil


Pentacampeonato alçou o Inter ao primeiro posto do ranking da Placar

A revista Placar atualizou nesta terça-feira (5/5) o levantamento que aponta quem é o maior campeão do Brasil. E o Internacional passou a ocupar a primeira posição isolada do ranking após a conquista do pentacampeonato gaúcho, o 44ª título estadual em seus 106 anos de história.

O levantamento, publicado na versão digital da tradicional revista, levou em conta todas as equipes do país que possuíam, no mínimo, 15 títulos estaduais. Também foram computados todos os torneios sul-americanos oficiais organizados pela Conmebol. No Brasil, todos os torneios nacionais entraram na lista, além dos regionais e, claro, os estaduais.

Legítimo Campeão de Tudo, o Internacional assumiu a ponta de forma absoluta, com 55 títulos, impulsionado, em grande parte, pelo elevado número de conquistas estaduais e diversidade de títulos nacionais e internacionais. Confira o cartel colorado:

* Campeão Mundial
* Bicampeão da Libertadores
* Bicampeão da Recopa Sul-Americana
* Campeão da Copa Sul-Americana
* Campeão da Copa Suruga
* Tricampeão Brasileiro
* Campeão da Copa do Brasil
* Gauchão: 44 vezes campeão

27/04/2015

Grêmio ou ganha ou é culpa da arbitragem

Filed under: Grêmio,Grenal,Inter — Gilmar Crestani @ 7:56 am
Tags:

Por falta de ídolos em casa, torcida gremista assedia D’Ale colorado!

dalessandro_gcom62Na vida, absorvente é pra xeca. Só no Grêmio é Pacheco!

Com síndrome de abstinência, devido ao longo jejum de títulos, os dirigentes gremistas saíram da Arena da OAS, no Humaitá, atirando contra o árbitro Anderson Daronco e D’Alessandro. O que os gremistas não sabem, porque não INTERessa saber, é que  Daronco assinalou três dos quatro pênaltis contra o Inter no estadual. Dos cinco recebidos pelo Grêmio, dois foram assinalados pelo árbitro deste final de semana. Ora, pensar em jogar futebol, nem pensar.

Para os dirigentes gremistas, ou o Grêmio ganha ou é prejudicado pela arbitragem; em relação ao Inter, ou perde ou favorecido pela arbitragem. Se os dirigentes do Grêmio parassem de dar migué, fizessem menos cera, batessem menos e jogassem mais futebol em casa, com todos os gremistas nas arquibancadas, poderiam até ter ganho do Inter. Marcelo Grohe ficou quase cinco minutos deitado pedido água. Na entrevista, depois do jogo, Grohe admitiu e justificou dizendo que faz parte do jogo. Sim, faz parte de quem não tem jogo. De quem tem medinho.

Visivelmente o Inter entrou retrancado para não levar gol. Não conseguindo, o Grêmio partiu para a porrada. Até Geromel, que não é disso, chutou D’Alessandro no chão. Alguém deve ter dito:

– Geromel, se quebrares a perda do D’Alessandro, ídolo colorado, teu bicho será dobrado!

O ódio do Grêmio ao D’Alessandro é diretamente proporcional à falta de ídolos. O último ídolo do Grêmio, Renato Portaluppi, é torcedor do Flamengo. É compreensível a irritação tricolor.

É até engraçado, porque o Grêmio costuma chamar de alma castelhana a deslealdade. Bater em jogador deitado não é só antidesportivo, é também covardia.

É impressionante como a diretoria e a comissão técnica do Grêmio tentaram e tentam condicionar a arbitragem.

Será que o Felipão também culpa a arbitragem pela derrota de 7 x 1 pra Alemanha?!

16/10/2014

“Areia” do Grêmio

Filed under: Apropriação Indébita,ARENA,Grêmio,OAS — Gilmar Crestani @ 9:23 am
Tags:

ARENA DA OAS GREMIO FOTO RBS SITE 2013

Arena do Gremio: posse do terreno também é polêmica

A jornalista e ativista social Tânia Jamardo Faillace investigou todo o processo de transferência do terreno no bairro Humaitá, onde foi construida a Arena do Gremio.

A área de 38 hectares pertencia ao governo do Estado e foi vendida por R$ 50 milhões para a Humaitá Empreendimentos, controlada pela OAS.

Oito hectares estao ocupados com a Arena, no restante estão sendo construídos predios comerciais e residenciais pela OAS.

A jornalista recorreu ao Ministério Público pedindo uma investigação oficial sobre o negócio.

Ela garante: “Há inúmeras ilegalidades e houve quebra de contrato , a  transferência é nula, o terreno ainda ainda é propriedade do governo, ou seja, área pública”.

Reproduzimos o relato da jornalista:.

Histórico

Em 1963, o Estado do Rio Grande do Sul doou uma área de 38 hectares, perfeitamente definida, na zona Norte de Porto Alegre, à Federação dos Círculos Operários do Rio Grande do Sul para a instalação de uma universidade do trabalho, como então se chamavam escolas profissionais  técnicas em nível de Segundo Grau (tipo Escola Parobé).

O local era um banhado imprestável, a não ser para as espécies (aves) que lá faziam ninhos ou pouso de passagem, e como esponja natural de drenagem para o interior do bairro Humaitá.
A FCORS plantou no local centenas de árvores de espécies diferentes, aterrou onde era necessário, e criou uma excelente escola técnica, a Santo Inácio, com um belíssimo ginásio, permitindo o uso livre do resto do terreno pela população, como um parque popular. Havia na área  oito campos de futebol de várzea, mais uma sede de cultura tradicionalista.

Situado na zona Norte, a tradicional zona industrial da cidade, a escola estava então no local certo.

Sendo uma escola particular, embora destinada à profissionalização de técnicos da classe  trabalhadora, dependia em grande parte de convênios e sistema de bolsas.

Lá pelas tantas, o Estado e a Prefeitura não renovaram os convênios, e a escola passou a ter prejuízos, porque seu ensino era custoso e de alto nível (tirou mais de uma vez o segundo lugar em qualidade de ensino no Enem, segundo informação do presidente da entidade).

A construtora OAS, na ocasião – cinco ou seis anos atrás, – procurava um terreno barato para construir um estádio que pudesse oferecer (alugar/vender/permutar) ao Grêmio Futebol Portoalegrense em troca do Olímpico Monumental, cujo terreno era ambicionado para construções de luxo.

A OAS procurou os terrenos menos dispendiosos. Tentou o da Habitasul, achou caro. Procurou a FCORS.

A Federação não podia vender, nem arrendar, nem penhorar. As doações públicas são sempre condicionadas e limitadas.

O donatário não pode desistir do que faz nem mudar de ramo, ou perderá a doação, sem direito a indenizações pelas benfeitorias realizadas no local.

O então presidente do Grêmio pertencia ao staff do governo Crusius. Sabia da situação difícil da FCORS.

Elaborou-se, pois, um plano, ilegal e inconstitucional, e até delituoso, mas que foi empacotado e apresentado sob o pretexto do PAC da Copa.

A direção do clube não hesitou em colocar os interesses dos construtores acima dos interesses do clube, então em difícil situação financeira (tal e qual a FCORS),

A governadora, por outro lado, não se inibiu em passar por cima das leis do Estado e da União, e até dos interesses da educação no Estado.

a operação

A Federação não podia ser simplesmente expulsa do pedaço, porque cumpria exatamente com suas obrigações contratuais.

A governadora resolveu transferir as obrigações contratuais para outro terreno.

Em 2008, doou, pela lei 13.093 um outro terreno para a Federação, na estrada Costa Gama, no Extremo Sul do município. O terreno pertencia ao Circulo Operário de Porto Alegre, instituição privada independente da Federação.
Normalmente, para isso, ela teria antes que comprar esse terreno, desapropriá-lo ou confiscá-lo, a fim de dispor do mesmo para as suas doações.

Não poderia comprá-lo sem licitação e não tinha base legal para fazer uma licitação apenas para atender aos interesses indiretos da construtora.

Não podia desapropriá-lo, a menos que tivesse um projeto público que o exigisse, e então não teria como passá-lo adiante, e sim executar o tal projeto público.

Não podia confiscá-lo, porque não existiam dívidas fiscais que autorizassem a tomada do imóvel por dívidas.

Então, fez uma doação “de mentirinha”. O objetivo era passar os gravames para a Costa Gama e liberar o terreno de Humaitá.  A Assembléia Legislativa aprovou o monstro jurídico por unanimidade, ao que se soube.

Todos os partidos, pois, foram cúmplices dessa farsa explícita, que, num país mais respeitador das leis, renderia processos criminais para todo o mundo.

Dois anos depois, a Federação comprou o mesmo terreno (que ficticiamente lhe tinha sido doado) do Círculo Operário.

Uma transação normal, a dinheiro (provável adiantamento do que viria a receber pela negociação do terreno Humaitá por parte da interessada em lá construir).

Se quisesse, a Federação poderia simplesmente ignorar os tais gravames, já que se tratava de uma compra e não de uma doação.

Não, conscienciosamente, a FCORS averbou os gravames da falsa doação, onerando o terreno comprado normalmente.

Temos aí, vários atos de falsidade ideológica, cometidos por vários personagens, a começar pelas autoridades e os poderes públicos.

Com essa compra e averbação, foi então procedido o parcelamento da área do Humaitá.

Até janeiro de 2011, havia a mesma sido dividida em quatro porções.

Duas foram vendidas à Nova Humaitá Empreendimentos Imobiliários, com sede no mesmo endereço da construtora OAS.

Duas permaneceram em poder da Federação, estas ainda com os gravames de impenhorabilidade e inalienabilidade.

Mas o assunto não estava terminado, como ainda não está.

Uma outra empresa, a Arena Portoalegrense S/A, criada para ser a dona do estádio no Humaitá, entrou no CREA com uma “Anotação de Responsabilidade Técnica”, ART.

É o pedido de licença para construir. Apresentava-se como proprietária do terreno, o que não era verdade. Naquele ano, apenas metade fora vendida à Nova Humaitá Empreendimentos, e metade permanecia com a Federação.

Essa empresa, a Humaitá Empreendimentos, com um capital social de um mil reais, dizia-se proprietária do terreno e contratante da OAS para construir um estádio de 400 milhões de reais.

Casualmente, seu endereço de então era o mesmo da construtora OAS e da Nova Humaitá Empreendimentos, na avenida Mostardeiro 366/ 802, próximo à Florêncio Ygartua.
Conclusão

O terreno legalmente continua pertencendo ao Estado, e deve ser devolvido ao mesmo, já que todas as transações assinaladas se basearam numa lei inválida, sobre informações inverídicas, e portanto devem ser reconhecidas como NULAS.

Com base nas cláusulas do contrato original de doação, houve alteração do uso do imóvel, o que caracteriza a quebra do contrato, e obriga a devolução da área ao Estado, sem direito a indenizações por benfeitorias.

Tudo o que estiver construído no local, se estivermos vivendo num Estado de Direito e de normalidade jurídica, deve ser imediatamente entregue ao Estado, sem direito a compensações ao inadimplente e seus associados.

Estão disponíveis ao acesso público, os documentos legislativos e cartoriais referentes a todos esses movimentos até janeiro de 2011, segundo a listagem constante do Adendo, mais abaixo.

Denunciado o esquema ao Ministério Público Estadual ainda em julho de 2010, e municiado esse processo com diversos adendos e fotos posteriores, o MP ainda não se pronunciou.

ADENDO

Para quem quiser comprovar pessoalmente as asserções acima, segue lista dos principais  documentos a elas referentes até  janeiro de 2011, e como localizá-los:

– registro de imóveis da 4ª zona de Porto Alegre, livro 3-BX, fls. 126, nº 65.646

– registro de imóveis da 4ª zona, Torrens 22.940

– registro de imóveis da 4ª zona de Porto Alegre, Livro 3-D, fls. 138, nº 6.422, data 25/03.1965

– lei estadual 13.093, de 18/12/2008

– lei estadual 4.610, consolidada com a anterior, 18/12/2008

-  lei municipal 610, de 8/01/2009

– 4º tabelionato de notas de Porto Alegre, Livro 204-C, compra e venda, fls.95, nº52.657

– registro de imóveis 3ª Zona de Porto Alegre – matrícula 149.419

– registro de imóveis 4ª zona,  matrícula 157.918

– registro de imóveis 4ª zona, matrícula 157.921

– registro de imóveis 4ª zona, matrícula 157.919

– registro de imóveis 4ª zona, matrícula 157.920

– ART 5473176, Arena Porto Alegrense S/A – CREA/RS,  14/09/2010

– CNPJ 10938980/0001-21 – end. Mostardeiro 366/802 – Porto Alegre, RS

– ISSQN 53677722 – Arena Portoalegrense S/A – end. Mostardeiro 366/802 – Porto Alegre, RS

– CNPJ 10938773/0001-77 – Nova Humaitá Empreendimentos Imobiliários S/A – end. Mostardeiro 366/802 – Porto Alegre, RS

– Alvará de localização 4120043 – 13/11/2009 – Construtora OAS Ltda. – end. Mostardeiro 366/802 – Porto Alegre , RS

– Alvará de localização 451892 – 17/10/2011 – Empreendimentos Imobiliários OAS26 SPE – end. Mostardeiro 366/802 – Porto Alegre, RS

Tania Jamardo Faillace, jornalista e escritora

Arena do Gremio: posse do terreno também é polêmica | Jornal Já | Porto Alegre | Rio Grande do Sul

30/08/2014

Racismo, até quando?

ali kamelNão sou favorável punição ao clube. Sou, sim, favorável à punição ao torcedores. E aí, não só pela justiça desportiva, mas pela Justiça Comum. Cadeia para os ofensores e seus protetores. Não adianta punir o Clube, até porque o Grêmio tem,  há muito tempo, torcedores e jogadores negros.  Punir o Clube seria também punir os demais gremistas que são contra o racismo.

O que falta não é punição a clubes, como aconteceu com o Esportivo. Precisa é de punição exemplar para quem comete ou acoberta o crime. Se o Grêmio  entregar os torcedores racistas. Se todos os times começarem entregando quem pratica o racismo para a Justiça Comum, aí sim talvez o livro do responsável pelo jornalismo da Globo possa fazer sentido.

Não é sintomático que o racismo tenha se manifestado cada vez com mais força exatamente quando os a$$oCIAdos do Instituto Millenium resolveram atacar os governos Lula e Dilma por começarem, mesmo que timidadamente, políticas voltadas à inclusão social e racial, como a política de cotas?! Não é mera coincidência que a Ali Kamel escreveu um livro contra as cotas chamado “Não somos racistas”.

Racismo, até quando? Até quando um racista conduzir o jornalismo da Globo!

Após atos racistas, STJD adia 2º jogo entre Santos e Grêmio

COPA DO BRASIL
Partida só acontecerá após julgamento da equipe gaúcha

ALEX SABINODE SÃO PAULO

O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) adiou a partida entre Santos e Grêmio, marcada para a próxima quarta (3), na Vila Belmiro.

A decisão foi tomada nesta sexta (29), um dia depois do primeiro jogo das oitavas da Copa do Brasil, em que o goleiro Aranha, do Santos, afirmou ter sido chamado de "preto fedido" e "macaco", entre outras ofensas.

O segundo confronto, que decidirá vaga para as quartas, vai acontecer só quando ficar resolvido se haverá punição ao clube gaúcho.

"Precisamos decidir antes de o jogo acontecer", disse o presidente do STJD, Caio César Rocha Vieira. Caso a decisão sobre a eventual punição ao Grêmio deixasse pra ser tomada após o segundo jogo, a determinação talvez resultasse em vão no que diz respeito ao andamento da competição –o time já poderia estar eliminado.

O pedido de adiamento da partida foi feito por Paulo Schmitt, procurador-geral do STJD. "Estamos correndo contra o tempo para fazer a denúncia", disse ele à Folha, horas antes de apresentá-la.

O Grêmio será acusado de "ato discriminatório relacionado a preconceito em razão de raça". Pode ser excluído da Copa do Brasil.

"No caso, o CBJD [Código Brasileiro de Justiça Desportiva] prevê multa de R$ 100 mil e perda de três pontos na competição", explica ele. Como o Grêmio perdeu a primeira partida, seria eliminado.

Em Porto Alegre, o Santos venceu por 2 a 0. Na Vila Belmiro, o Grêmio tem de inverter essa desvantagem.

Se o julgamento acontecesse após o segundo jogo, que levasse à classificação do Santos, o tribunal poderia apenas aplicar uma multa ao time de Porto Alegre.

Segundo o presidente do STJD, todo o processo, incluindo possíveis recursos, pode levar "mais de 20 dias".

O Santos defende que o rival não seja responsabilizado e que a culpa seja atribuída apenas aos torcedores.

"Tenho certeza que a diretoria do Grêmio está tão indignada quanto a nossa", disse o presidente do clube paulista, Odílio Rodrigues.

ABATIMENTO

No vestiário da arena gremista, após o jogo, Aranha estava abatido.

"Não é a primeira vez que passo por isso, mas queria que fosse a última", disse aos companheiros.

O técnico Oswaldo de Oliveira revelou preocupação com o goleiro do seu time. Perguntou se ele queria ficar fora da partida deste domingo (31), contra o Botafogo. O goleiro disse que estava bem.

11/08/2014

greNAL 402

Filed under: Grenal,Inter,Mel — Gilmar Crestani @ 3:55 pm
Tags:

20140810_150124Com Beira-Rio remodelado, padrão FIFA, posso levar meus filhos a jogos, e também em greNAL. E a Mel tem dado sorte. Todos os jogos que ela foi, o Inter venceu. A cada novo jogo ela passa curtir mais. Se tiver pipoca, facilita….

Tirando o barulho ensurdecedor da torcida que assusta os pequenos, a festa contagia. E, por enquanto, é tudo novidade.

Ontem minha filha queria saber que barulho era aquele de uuuuuuh!. Expliquei:

– Vaia, da torcida colorada quando o time da OAS ia bater falta.

– Pra quê, o Inter vai ganhar!, respondeu a Mel.

Mel, que tem só 7 anos, ainda não viu o Inter perder.

No dia em que o Inter consagrou-se Campeão do Mundo sobre o todo poderoso Barcelona, Mel estava na barriga da mãe. A mãe, grávida, muito nervosa, não conseguiu assistir o jogo. Esperava, fora de casa, brincando com os labradores Ulisses e Penélope, o término do jogo. Mel, mesmo antes de nascer, já dava sorte. Ao contrário de mim, que devo meu nome ao amor de meu pai ao Santos de Pepe, Pelé e… Gilmar, ela nasceu menina e, assim, se livrou de se chamar Gabiru…

Mais vaias. Desta vez para o canto fúnebre desrespeitoso ao ídolo Fernandão. Logo Fernandão, que nunca tripudiou encima do rival.

– Aquele que morreu? – perguntou a Mel.

Depois, quando a torcida adversária se alvoroçou porque Dudu, sozinho, de frente para o gol do Dida, chutou para a lateral, ouviu-se o ão, ão, ão. A Mel interrompeu meu canto e fez outra pergunta?

– O que é segunda divisão?

Como explicar para um criança que ainda não conhece futebol, nem a rivalidade, o que  é segunda divisão?

– É um tipo de castigo, como aquele do coleguinha que não se comportou direito e vai para o “cantinho de pensar”…

19/07/2014

Meu deus!

Filed under: Copa 2014,Deus,Humor — Gilmar Crestani @ 1:06 pm
Tags:

comunistan

gregorio duvivier

Deus e a Copa

14/07/2014 02h00

Caros atletas da seleção brasileira, aqui quem fala é Deus. Em primeiro lugar, gostaria de pedir que parassem de me mencionar nas entrevistas. Não tive nada a ver com a derrota de vocês.

Não sei se vocês repararam, mas a seleção alemã fez sete gols -e não dedicou nenhum deles a mim. Era de se esperar. Nunca frequentei um treino. Eu não tive nada a ver com aquilo. Os caras estão treinando há 10 anos. Não mereço crédito -e nem estou interessado nisso.

Esse negócio de agradecer a mim pega supermal pro meu lado. As pessoas veem as cagadas que estão acontecendo pelo mundo e acham que eu estava num jogo de futebol ao invés de estar resolvendo cagadas. No jogo contra a Croácia, soube que o juiz marcou um pênalti inexistente e vocês agradeceram a mim. Pessoal, eu tenho mais o que fazer do que ficar subornando juiz. Meu nome é Deus, não é Eurico Miranda.

Nunca uma seleção brasileira foi tão temente a mim. E nunca uma seleção tomou um sacode tão grande. Perceberam o quão pouco eu me importo com a Copa do Mundo?

Pra vocês terem uma ideia, no momento estou num planeta paradisíaco, torrando royalties. Não adianta me chamar que eu não volto. Mesmo que eu me importasse com futebol: vocês acham que eu ia ajudar um time só porque acredita mais em mim? Vocês acham que eu ia prejudicar outro time só porque o pessoal não acredita tanto em mim? Vocês acham mesmo que eu sou carente nesse nível?

Fiz mil anos de análise, pessoal. Vocês não vão me comprar com um pouco de afeto e 10% do salário. A propósito: esse povo pra quem vocês doam o dízimo não está me repassando o valor. Ninguém até hoje sequer me pediu minha conta pessoal.

Se eu fosse vocês, não me preocuparia tanto com essa goleada. Me preocuparia com outros sacodes: no prêmio Nobel, a Alemanha está ganhando de vocês de 102 a zero (tampouco tive nada a ver com isso).

Também não me preocuparia tanto em não transar antes do casamento, David Luiz. Não quer transar, não transa. Mas não diga que sou eu que não quero que você transe. Eu quero mais é que todo o mundo transe, com quem quiser, da maneira que quiser, na posição que bem entender. Transa pra mim.

Despeço-me com uma dica: eu não valho nada, mas o diabo vale muito menos. Não adianta apelar pra Deus enquanto o demônio for presidente da CBF. Vocês têm José Maria Marin, Marco Polo Del Nero, Aldo Rebelo e acham que a culpa é minha?

gregorio duvivier

Gregorio Duvivier é ator e escritor. Também é um dos criadores do portal de humor Porta dos Fundos.

23/05/2014

Copa: antes tarde do que nunca

PSDB equipe degovernoAs empresas de mídia atreladas aos partidos de oposição vislumbraram nos tumultos contra a Copa uma forma de alavancar o peso morto de seus candidatos. O IBOPE de ontem sepultou de vez os morto-vivos como Aécio Neves. Hoje, a Folha saiu de sua contumaz crítica aos gastos para a Copa. Em nenhum momento a Folha divulgou que não há dinheiro público nos investimentos dos estádios, apenas empréstimos, que por serem empréstimos devem ser pagos, do BNDES. Até aí, as cinco famiglias (Civita, Frias, Mesquita, Marinho & Sirotsky) do Instituto Millenium também se valem dos empréstimos do BNDES. Os investimentos públicos das três esferas (Federal, Estaduais e Municipais) estão voltados às obras de mobilidade urbana. As ruas, viadutos, calçamentos continuarão existindo depois da Copa. São o legado. A Folha nunca publicou, por razões óbvias, que não há nenhum centavo do orçamento Federal destinado à construção dos Estádios. Pior do que a manipulação dos grupos mafiomidiáticos atrelados à direita hidrófoba é a manada que não usa nenhum dos dois neurônios antes de distribuírem desinformações.

Quando um Ministro do Governo Dilma dá alguma declaração que possa ser explorada politicamente pela oposição, como aquela do Guido Mantega dizendo que o Governo trabalha para que os preços não subam, a Folha dá em manchete para acusar o governo de “intervencionismo econômico”. Quando os eventuais futuros ministros do candidato Aécio Neves falam que está muito alto o salário mínimo, ou que precisam privatizar a Petrobrás e o Banco do Brasil e provocar mais arrocho salarial, aí a Folha fecha-se em copas.

Se o custo da Copa equivale a um mês de gastos com educação, os milhões sonegados pela Globo e pelo Itaú, custeariam a educação por quantos meses?!

Custo da Copa equivale a um mês de gastos com educação

Despesa equivale ao custo de Belo Monte, maior obra financiada pelo governo

Intervenções custarão R$ 4,5 bi a mais que o previsto originalmente; conta dos estádios sobe 36%, para R$ 8 bi

GUSTAVO PATUDIMMI AMORAFILIPE COUTINHODE BRASÍLIA

Mesmo mais altos hoje do que o previsto inicialmente, os investimentos para a Copa representam parcela diminuta dos orçamentos públicos.

Alvos frequentes das manifestações de rua, os gastos e os empréstimos do governo federal, dos Estados e das prefeituras com a Copa somam R$ 25,8 bilhões, segundo as previsões oficiais.

O valor equivale a, por exemplo, 9% das despesas públicas anuais em educação, de R$ 280 bilhões.

Em outras palavras, é o suficiente para custear aproximadamente um mês de gastos públicos com a área.

A comparação deve ser relativizada porque haverá retorno, no futuro, de financiamentos. O Corinthians, por exemplo, terá de devolver os recursos que custearam o Itaquerão. Além disso, os gastos da Copa começaram a ser feitos há sete anos –concentrados nos últimos três.

Isso não quer dizer que as cifras sejam corriqueiras: num país em que os governos privilegiam a área social e têm pouca sobra para investir, são raros os projetos que mobilizam tantos recursos.

Na lista dos grandes empreendimentos, a Copa custará o triplo do que se planeja gastar na controversa transposição do rio São Francisco, exclusivamente em verbas do Orçamento federal.

Como os números ainda devem ser atualizados, é provável que se aproximem mais dos R$ 30 bilhões da usina de Belo Monte (PA), a maior obra de infraestrutura financiada pelo governo Dilma Rousseff.

No pacote da Copa, as despesas mais questionadas têm sido os R$ 8 bilhões destinados aos estádios. Os gastos restantes são, na maior parte, com projetos de transporte urbano, aeroportos e portos.

Esse conjunto de obras de infraestrutura custará ao menos R$ 4,5 bilhões acima das previsões iniciais, segundo levantamento feito pela Folha.

As variações mais expressivas estão nos aeroportos, cujo valor total estimado chega a R$ 6,2 bilhões, numa expansão de R$ 1,7 bilhão –R$ 900 milhões só em Guarulhos.

No caso dos estádios, o custo total calculado de início era de R$ 5,9 bilhões. De lá para cá, a conta subiu 36%.

O maior exemplo é o Mané Garrincha (Brasília), que foi de R$ 745 milhões para R$ 1,4 bilhão. O Tribunal de Contas (DF) apontou irregularidades, contestadas pelo governo.

Os gastos atuais desconsideram 11 obras retiradas da lista, mas que seguem sendo tocadas com verba do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). A retirada ocorreu porque as obras não ficariam prontas a tempo.

04/05/2014

Copa 2014, coisa de brasileiro

O assunto é trivial, mas quem gosta de banana, descasca. Esse negócio de manada de ficar engolindo sem mastigar, porque alguém GRITA banana!, não faz parte do meu cardápio. Não somos todos macacos nem comemos banana do mesmo jeito. Até porque as bananas variam de tipo e tamanho, inclusive no mesmo cacho. Para quem não pensa como manada, sabemos que não somos todos iguais. E nisso está a beleza de ser, a  individualidade. Esta é que deve ser respeitada. Querer que o outro seja igual a nós isso, sim, é coisa de manada. Isso é fruto de pessoas que comem (banana!) pelas mãos dos outros. Na hora da violência, ninguém lembra da loira Sheherazade incitando a violência!?

Se isso é ruim, o que se dizer do tipo de jornalismo praticado no Brasil? Somos todos iguais é bordão do Instituto Millenium, afinal, as cinco famílias que coordenam o que e como devemos ser informados, publicam, desde sempre, tudo do mesmo jeito e com o mesmo viés. Uma das manchetes que enfeitam a capa da Folha deste domingo é auto-explicativa: A 41 dias da Copa, torcedor é atingido por privada e morre. É o espírito de manada para associar tudo de ruim que acontece à Copa e aos brasileiros. Afinal, o complexo de vira-lata é a única certeza dos fracassomaníacos.

Fico a imaginar como seria a manchete se os jornais italianos adotassem o estilo Folha de dar notícias:

– 2767 anos depois de sua fundação, Roma tem pelo menos 4 feridos em final da Copa Itália…

– A 41 dias da Copa do Brasil, italianos se ferem em confronto futebolístico…

-  Roma Nun Fa’ La Stupida Stasera…

EM ROMA

Confrontos deixam ao menos 4 feridos em final na Itália

DE SÃO PAULO – Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas, uma em estado grave, em confrontos antes da final da Copa da Itália, disputada entre Napoli e Fiorentina, no estádio Olímpico, em Roma, ontem.

Um homem de aproximadamente 30 anos foi hospitalizado em estado grave depois de receber um tiro no tórax.

Segundo a imprensa italiana, entre os feridos, há um policial que estava à paisana e que teria viajado de Nápoles para a capital, a fim de ver a partida.

Antes de a bola rolar, dirigentes e integrantes da comissão técnica das duas equipes se reuniram por vários minutos.

Depois de cerca de 45 minutos, o jogo começou. O Napoli venceu por 3 a 1 e foi campeão.

14/04/2014

Imagens pra zoar dos gremistas

Filed under: Grêmio,Inter — Gilmar Crestani @ 9:07 pm
Tags:

Grêmio é a Disney, o parque de diversões, do Inter…

Quem chama INTERclubes de Mondial é porque só vai levantar taça MUNDIAL FIFA se for ao museu do INTER…

Gremio x Inter campeão e vice

Mundial FIFA X Toyota Cup

Desabafo de Gremista

Desabafo de Colorado

 

Estatistica Gremio Real

1 real x gremo o

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fernandão Tça Mundial

FIFA INTER GREMIO MUNDIAL ScreenShot_20171218225727

fifa inter gremio

Gremio x INter dubai.jpg

Gremio x Tagua.jpg

Gremio Zumbi.jpg

Imortal que mais morre.jpg

INter 2006 elenco.jpg

Inter Campeão do Mundo

Inter Campeao Mundial.png

Inter Gremio Barcelona.png

 

Inter Poster Mundial.jpg

INTER RS Campeão FIFA ÚNICO.jpg

Inter Time Grande Time Pequeno.jpg

INTER X Barcelona gremio x Real Madri.png

Inter x Gremio Mundial FIFA.jpg

Inter x Gremo.jpg

Inter X Pachuca.png

Luan Gabiru.jpg

M de Madrid.jpg

Marcelo e Cristiano Ronaldo.jpg

Mondial Legitimo.jpg

Mundiais.jpg

Mundial Gremio Real Madrid Navas VAR.jpg

Mundial Marcelo Cristiano Ronaldo Renato Gremio INter.jpg

Peninha Não, deu.jpg

Proporção Aurea Falta Gremio Cristiano Ronaldo Mundial

Proporção áurea, cobrança de falta do ristiano Ronaldo no Mundial contra inquilinos do Humaitá

Real Madrid x Gremio Estatística.jpg

Renato Cristiano Ronaldo Mundial.jpg

Renato Cristiano Ronaldo.png

Riquelme Libertadores.png

Ronaldos o.jpg

RS Gremio Inter.png

Saci Troféu.jpg

Taças Mundial e Serie B.jpg

Taças.jpg

Zoando Barreira Gremista.jpg

Fim do Mundo Cancelado Gremio Mundial

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gauchão.png

Goethe 2006 x 2017

Gremio BI Campeão Mundial SQN

Humildade ou arrogância?!

Gremio Dubai Torcida

Gremio Dubai.png

Gremio e Mundial e vaca no telhado.png

Gremio Inter Campeao Vice.png

 

 

Gremio Inter rebaixamento 2017.jpg

Gremio Inter x Titutlos.png

Gremio Morreu na praia.jpg

Gremio Mundial Real Madrid

Gremio Planeta.jpgGremio Planeta Atlantida.jpg

Gremio Posto Ipiranga.jpg

Gremio Real Madrid.jpg

Gremio Toyota 1983

Gremio x INTER bebes.png

Barcelona Ronaldinho

Barreira Gremista

Cesar Prates Cristiano Ronaldo Faltas.jpg

Chaves Gremio.png

Cristiano Ronaldo Colorado

Cristiano Ronaldo Colorados

Cristiano Ronaldo Renato

Cristiano Ronaldo Salva o Planeta

Cristiano Ronaldo Silencio

Cristiano Ronaldo Tça Mundial

Cristiano Ronaldon

Dalessandro inter titulos gremio

Diogo Olivier 18122017

Usuário de craques do grêmio, pj da RBS!

Dupla Grenal Mundial.png

 

Farid Germano Biscoitos Zeze Gremio Mundial Real Madrid

Taça maior comedor: Biscoitos Zezé!

Tradições Gaúchas Edinho

 

 

 

 

Wonka imortalGremio Poka TaçaGremio Imorta ou Morto VivoEsporte de Gremista - NataçãoTaça CaxumbaGrito É campeão entalado na garganta

 

 

 

Quem achou que o Grêmio ia ganhar pelo menos o Gauchão foi... Bobô

Só Bobo acredita no Gremio…

Gol do Gremio & Gol do Juventude

Ronaldinho vem, vinha, aí…

Tamanho do Grêmio segundo o Juventude

Futebol deste tamanho, ó!

Tchau Gremio

Tchau, mais uma vez, tchauzinho….

Eliminado

Até o Pará já conseguiu, depois que saiu do Grêmio, erguer taça, no Flamengo. Marcelo Grohe ficou e…. NADA!

Eliminação é sempre dificil de EngolirEu acreditoPoka TaçaEliminates Arena

Gremio_n1 Gremio_n2

saci

Inter beria rio e nosso

intertuano

corneta gre-nal grêmio inter (Foto: Reprodução)

Gremio

Gremio e Libertadores

Gremio e Taças


corneta gre-nal grêmio inter (Foto: Reprodução)

corneta gre-nal grêmio inter (Foto: Reprodução)

corneta gre-nal grêmio inter (Foto: Reprodução)

corneta gre-nal grêmio inter (Foto: Reprodução)

inter campeão de tudo

inter n cai

INTER RS

Inter x Aflitos

inter1

Inter nao cai

gremio saido

gremio secreto

Gremio vhs

GREMIO

gremion

gremios

barcos gremista

Cesar Prates Cristiano Ronaldo Faltas.jpgGremio x INter dubai.jpgINter 2006 elenco.jpg

13/04/2014

Tetracampeão gaúcho – 13/04/2014

Filed under: Campeão de Tudo,Inter — Gilmar Crestani @ 7:26 pm
Tags:

 

13/04/2014

Grupo de jogadores tetracampeão gaúcho

Inter mostrou superioridade durante toda a campanha do Gauchão 2014

A soberania é colorada nos Pampas! O Inter foi guerreiro e trouxe mais uma vez a taça estadual para o Beira-Rio. Confira abaixo os jogadores que fizeram parte da campanha do 43º título gaúcho.

Goleiros

Zagueiros

Laterais

Volantes

Meias

Atacantes

Técnico

* Também participaram da conquista do tetracampeonato os atletas do grupo Sub-23: Jean e Eduardo (zagueiros); Raphinha e Diogo (laterais); Rodrigo Dourado, Gladestony e Nathan Índio (volantes); Fernando Baiano, Alex Santana e Alex Nemetz (meias) e Aylon, Reis, Ruan e Murilo (atacantes).
** O volante Josimar, negociado com o Palmeiras, também esteve em campo.

Departamento de Futebol Profissional

Vice-presidente de futebol: Marcelo Medeiros
Assessores de futebol: Eduardo Lacher e Roberto Melo
Diretor executivo: Jorge Macedo

Comissão técnica

Auxiliares técnicos: Leomir de Souza e Odair Hellmann
Preparador físico: Cristiano Nunes
Preparador de goleiros: Marquinhos Lopes
Auxiliar/preparador de goleiros: Daniel Pavan
Observador técnico: Fábio Moreno
Analista de vídeo e estatística: Maurício Dulac
Coordenador de preparação física: Élio Carravetta
Auxiliares de preparação física: Marcelo Chirol e João Goulart
Fisioterapeutas: Marcelo Mutuberria, Guilherme Bergamo e Mauro Matos
Diretor-médico: Paulo Rabello
Médicos: Carlos Poisl, Guilherme Caputo, Matheus Falcão e Luiz Crescente
Enfermeiro: Vladimir Dutra

Apoio

Supervisor de logística: Adriano Loss
Nutricionista: Cintia Carvalho
Assistente social: Patrícia Vasconcelos
Massagistas: Paulo Renato Avis da Silva (Banha) e Juarez Quintanilha
Roupeiros: Gentil Passos, Ismael da Silva e Fabiano de Oliveira (Buiú)
Seguranças: Alessandro da Silva Santos, Trajano Teixeira e Osmair Silva
Auxiliares de campo: Marcos Vinícius (Bigode), Guilherme Gonçalves e Jônatas ‘Chokito’

Gestão do presidente Giovanni Luigi 2013-2014

Assessoria de Comunicação

Alexandre Mussoi Moreira (vice-presidente de serviços especializados)
Alexandre Correa (assessor de imprensa)
Rodrigo Weber (assessor de imprensa do futebol profissional)
Gabriel Cardoso (assessor de imprensa do futebol profissional)
Felipe Silveira (gestor do site e repórter)
Rogério Stinieski (editor de arte)
Alexandre Lops (fotógrafo)
Adriana Montes (repórter)
Natalia Mauro (repórter)
Márcio Toson (editor de imagem/cinegrafista)
Anderson Kblo (estagiário/videografista)
João Vicente Linck (estagiário) 
Diego Brião (estagiário)

Site oficial do Sport Club Internacional – Grupo de jogadores tetracampeão gaúcho – 13/04/2014

22/02/2014

Bola nas costas do obscurantismo

Filed under: Copa 2014,Dilma,Papa Francisco — Gilmar Crestani @ 9:50 am
Tags:

 

Dilma e o Papa

22 de fevereiro de 2014 | 09:15 Autor: Miguel do Rosário

Foto: Robert Stuckert Filho.

Foto: Robert Stuckert Filho.

Quem não se lembra da campanha suja dos conservadores em 2010? Setores reacionários da Igreja Católica fizeram de tudo para derrotar Dilma. Na véspera da votação no segundo turno, no dia 29 de outubro, o susto final: até o Papa parecia estar contra a presidenta! O Globo fez uma capa melíflua, mas bastante objetiva.

ScreenHunter_3376 Feb. 22 09.12

Desta vez, Dilma não terá o mesmo problema. O atual Papa nunca agiria para interferir numa eleição do Brasil. Até porque ele se dá muito bem com a nossa presidenta.

*

Dilma: O Brasil abraçou o Papa

No blog do Planalto.

A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (21) durante entrevista coletiva após encontro com o Papa Francisco, que pediu ao Santo Padre uma mensagem pela paz e contra o preconceito, que serão os temas da Copa do Mundo de 2014. Para Dilma, a presença do Papa no Brasil na Jornada Mundial da Juventude foi um momento de grande interlocução de espíritos em que o povo brasileiro mostrou sua generosidade e “abraçou” Francisco.

“Vim aqui porque a Copa do Mundo vai ocorrer no Brasil em julho. E eu vim dizer para o Santo Padre que nós vamos fazer uma Copa com um tema muito importante. O tema é uma Copa pela paz e uma Copa contra o racismo”, afirmou.

Dilma presenteou o Papa Francisco com uma bola autografada pelo jogador Ronaldo, uma camisa da seleção brasileira autografada por Pelé e uma coleção de livros sobre a história dos jesuítas no Brasil. Ela também brincou com a rivalidade entre brasileiros e argentinos no futebol.

“Fiquei muito feliz de estar aqui e necessariamente também nós falamos a respeito dessa questão que, sempre que brasileiros e argentinos se encontram e falam sobre a Copa é tocada: a questão de quem ganha a Copa do Mundo. A única coisa que eu pedi era que a neutralidade fosse mantida por parte do Santo Padre e assim a ‘Mão de Deus’ não empurrasse a bola de ninguém”.

A presidenta disse que a ida do Papa ao Rio de Janeiro na Jornada Mundial da Juventude foi um momento muito importante para o Brasil.

“Acho que o Brasil mostrou ao Papa aquilo que ele tem de melhor, que é essa imensa generosidade do povo brasileiro, aquela capacidade de acolhimento. Acho que o Brasil abraçou o Papa e mostrou também, eu acho que a contribuição do Papa é em termos dos valores que ele transmitiu naquele momento. Nós somos um Estado absolutamente laico. O Papa, como um chefe de Estado, foi recebido. Mas ele também teve esse papel inequívoco, que foi expressar valores, que são os valores da fraternidade, da solidariedade, da relação um com o outro de forma respeitosa. E mostrou a possibilidade de um grande congraçamento de pessoas com um grau de pacifismo imenso. Então foi um momento especial para o Brasil”.

Sobre a nomeação do arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani Tempesta, como cardeal, a presidenta disse estar muito feliz com a indicação feita pelo Papa. Neste sábado (22), Dilma estará presente no consistório, cerimônia na qual o Santo Padre ordenará os novos cardeais.

“Eu fiquei muito feliz com a indicação de Dom Orani. Eu acredito que foi mais uma manifestação muito boa que o Papa teve em relação ao Brasil. Acho que a escolha do Dom Orani é uma escolha merecida. Dom Orani, além de ser um homem de fé, é uma pessoa com grande capacidade de solidariedade, que se interessa pelos movimentos sociais, pelos pobres. Então eu estou aqui inclusive para prestigiar a nomeação do Dom Orani como cardeal”.

Dilma e o Papa | TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”

21/01/2014

A CBF também está na Rede… Globo!

A Rede Globo, desde João Havelange, passando por Ricardo Teixeira e agora como  surrupiador de medalhas, José Maria Marin, sempre foi a avalista da CBF e com ela faturou e desviou grana medonha. O futebol é a galinha dos ovos de ouro da Rede Globo, e por isso que seu jogo sujo encobre tudo o mais. Quando tirarem o futebol da Rede Globo, as falcatruas destes mafiosos acaba. O chantagista é, no fundo, um frustrado. Vemos isso inclusive no nosso local de trabalho. Usam deste expediente todos os que precisaram dos outros para pedestal. É encima de fracos que os facínoras crescem.

Portuguesa vai denunciar CBF ao Ministério Público

Entidade teria condicionado a liberação de um empréstimo à desistência do clube de tentar voltar à Série A

20 de janeiro de 2014 | 16h

Gonçalo Junior – O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO – O vice-diretor jurídico da Portuguesa, Orlando Cordeiro de Barros, afirmou na tarde desta segunda-feira que a Portuguesa vai apresentar ao Ministério Público um contrato enviado pela CBF condicionando um adiantamento de R$ 4 milhões à desistência do clube de tentar reverter o rebaixamento definido pelo STJD. A denúncia será feita nesta quarta-feira, dia 22, na audiência que já havia sido marcada pelo MP por causa do inquérito aberto no dia 8 de janeiro para investigar o rebaixamento. "O documento será apresentado oficialmente na quarta-feira para a investigação do Ministério Público", confirma Orlando Cordeiro de Barros.

Veja também:
link Lusa confirma ter contrato e diz ter provas contra a CBF
link LEIA MAIS – Conheça a página de futebol do Estadão
link Para obter empréstimo da CBF, Portuguesa teria de desistir da Série A

Marcelo Tasso/Estadão

CBF teria proposto empréstimo à Portuguesa

O presidente da Portuguesa, Ilídio Lico, confirmou que o contrato foi enviado por Carlos Eugênio Lopes, diretor jurídico da CBF. De acordo com o documento, o clube paulista receberia um adiantamento de R$ 4 milhões, referente às cotas de televisão do Campeonato Brasileiro de 2014. Em troca, abriria mão da disputa jurídica na Justiça Comum para permanecer na Série A. O contrato foi divulgado pela ESPN Brasil.

O promotor da Justiça do Consumidor, Ricardo Senise Lisboa, responsável pela abertura do inquérito, afirmou que o contrato, se realmente existir, reforça a iniciativa do MP. "A existência de um contrato com esse tipo de cláusula reforça o argumento da promotoria", afirmou o promotor por meio de sua assessoria de imprensa.

Paralelamente ao inquérito do MP, o procurador geral do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, já preparou um ofício solicitando explicações da CBF sobre o suposto documento, mas manteve a cautela. "Não podemos nos posicionar baseados em hipóteses, mas já solicitei à secretaria do tribunal que fosse enviado um ofício à CBF pedindo que se manifestem sobre o documento", relatou Schmitt à reportagem do Estado.

Por meio de sua assessoria de imprensa, a CBF informou que não vai se manifestar até ser comunicada oficialmente. O ofício deve chegar à CBF na terça-feira já que, nesta segunda, a entidade está fechada por causa do feriado na cidade do Rio de Janeiro.

Depois que a Portuguesa foi punida com a perda de quatro pontos pela escalação irregular do meia Héverton no jogo contra o Grêmio, uma série de ações foram impetradas por torcedores na Justiça Comum. No último dia 10, o juiz Marcello do Amaral Perino, da 42ª Vara Cível Central de São Paulo, concedeu liminar obrigando a CBF a devolver os quatro pontos retirados pela escalação de Héverton. A decisão considera que o Estatuto do Torcedor foi desrespeitado já que a punição de Héverton não havia sido divulgada antes da partida. A decisão do STJD de punir a Portuguesa com quatro pontos acabou salvando o Fluminense, que se safou no tapetão de sua queda dentro de campo para a Série B.

09/12/2013

Se for problema, a solução só com Dilma

Filed under: Flávio Zveiter,STJD,Violência — Gilmar Crestani @ 8:34 am
Tags: ,

Este é o Presidente do STJD, Flávio Zveiter, sob o guarda-chuva da Globo & Filiadas… Ele namora atriz da Globo e a irmã é repórter da Globo News. Entendeu ou precise que desenhe?!

Qualquer ameba sabe, segurança é obrigação dos Estados, não da União. Então, quando há violência, como  em jogos do Corinthians, Vasco ou Atlético Paranaense, a imprensa logo joga a responsabilidade para Dilma. Mas quem manda nas polícias no RS é Tarso Genro, e nos demais estados, os respectivos governadores. No caso da violência dos torcedores, geralmente de torcidas organizadas, há uma culpa generalizada. A começar pelos clubes, que os financiam. Hoje, com o aparato tecnológico que existe, todo torcedor baderneiro é facilmente identificado. Quando preso, o Judiciário solta, e o MP faz que não vê. Jogar a responsabilidade para a União, aliviando para o Estados, é um boa forma de compactuar com a violência. Ou de querer faturar com ela. Cadê as punições aos clubes pela CBF ou pelo STJD, que é ocupado pela família Zveiter. E não precisa de lei, que já existem. E, como dizem e fazem os Ministro do STF, basta uma teoria: domínio do fato. Quando se quer prender alguém, como mostra o atual STF, basta força de vontade e algemas. E um pouco de ódio de classe, claro. O resto é diversionismo. Estado de direito no Brasil é o Estado da Direita!

Quando o gen é determinante para a ocupação do posto jurídico mais importante do Tribunal Esportivo, é porque a solução está nas mãos da máfia, que muito bem se serve da Omertà midiática.

PRANCHETA DO PVC

Questão de Estado

Ou a presidente Dilma Rousseff age ou fará o Brasil passar vexames semanais daqui até a Copa do Mundo

PAULO VINÍCIUS COELHO

O pior Brasileirão da história dos pontos corridos terminou com o pior episódio de todas as rodadas finais. Não faz ainda duas semanas das mortes no estádio do Corinthians em Itaquera e quatro pessoas foram levadas para o hospital São José, em Joinville.

Entre os dois acontecimentos, a presidente Dilma Rousseff discursou sobre o futebol estar no coração de cada brasileiro.

É tempo de estar no dela.

O futebol é questão de Estado. A participação no PIB é de 0,2%, contra 1,2% na Espanha. Fazer do futebol um espetáculo seguro onde todos queiram estar presentes transformará sua participação na economia do país.

Ou a presidente Dilma Rousseff age ou fará o Brasil passar vexames semanais daqui até a Copa do Mundo –e durante ela também– como passou nas duas últimas semanas.

A vergonha nacional desta temporada passa pelo que se viu neste ano em campo.

Tecnicamente, o Campeonato Brasileiro foi o pior dos últimos dez anos. A pior média de gols também, empatado com a competição do ano passado com 2,47 por partida. Na Alemanha, a média de gols é de 3,23 por jogo.

Na quinta-feira, na Costa do Sauipe, o técnico italiano da Rússia, Fabio Capello, elogiou a seleção brasileira, comparando-a às equipes europeias: "Scolari escala um meio de campo robusto", disse.

Uma parte do que se vê no campeonato é característica do futebol do Brasil, seu estilo. Outra parte, falta de atualidade.

O Cruzeiro foi campeão jogando bem, mas com muito mais espaço entre suas linhas de volantes e atacantes. Muito mais do que deveria haver.

Tem a ver com o cansaço dos jogadores.

Os jogos do segundo turno foram piores do que os do primeiro, porque se jogou sem descanso em todas as quartas e domingos. Se o jogador tem pernas para correr, corre. Ocupa espaços, cria boas jogadas, melhora a qualidade do jogo.

Nos últimos dez anos, discutiu-se a qualidade dos jogos disputados no Brasil, mas não o equilíbrio. Neste ano, também houve espaço demais na tabela de classificação. Doze pontos entre o campeão e o vice é a terceira maior distância entre os dois melhores times do campeonato. Só o título do São Paulo de 2007, com 15 pontos sobre o segundo colocado, e do Cruzeiro em 2003, 13 acima do segundo colocado, foram maiores.

Mesmo com tudo isso, esta segunda-feira poderia ser o dia de comemorar a participação mais forte de clubes de fora do Rio de Janeiro ou de São Paulo. Foi só a terceira vez na história em que campeão e vice não foram cariocas nem paulistas. Não acontecia desde o título do Bahia em 1988, com o Inter em segundo lugar.

O que há de bom fica em segundo plano. Ficará enquanto o Estado brasileiro não agir.

A DIFERENÇA

As homenagens para Tite nas últimas cinco partidas do Corinthians no Brasileirão são justas, pelo que fez entre 2010 e 2012. Mas acontecem mesmo porque a despedida foi anunciada semanas atrás. Houvesse a renovação e certamente alguém reclamaria do time que não faz gols e perde até do Náutico. A saída de Tite e a chegada de Mano mudam o perfil do treinador. No Corinthians, a frase é que Mano sabe ser mau quando é preciso. Tite, não. O bom caráter pode ter sido um dos motivos de não ter conseguido tirar o mesmo desempenho dos jogadores campeões mundiais durante todo o ano.

02/11/2013

Porque hoje é sábado!

Filed under: Coligay,Corinthians,Gaivotas Fiéis,Grêmio,Porque hoje é sábado! — Gilmar Crestani @ 10:06 am
Tags:

À espera das Pinks!

Corintiano plagia Coligay e lança "Gaivotas Fiéis"

O cantor Felipeh Campos, cantor e jornalista, quer os créditos por ter criado, segundo ele, a primeira torcida gay do mundo. Para quem não lembra, o cara é o Pablo, personagem famoso nos anos 80 no programa “Qual é a música?”. Pois o Felipeh criou a GAIVOTAS FIEL, versão gay da Gaviões da Fiel. Segundo ele a iniciativa é inédita no mundo e geraria mídia espontânea para o clube.

A Gaviões da Fiel já se manifestou contra e inclusive está processando “As Gaivotas Fiéis”. Lembrando que a iniciativa não é inédita, já que na década de 70 torcedores gremistas frequentadores da boate “Coliseu” fundaram a Coligay inspirados na Fla-Gay, do Flamengo e Raposões Independentes, do Cruzeiro.

simbolo-da-torcida-gaivotas-fieis-1382310698441_615x300 criador-da-torcida-gay-do-corinthians-da-selinho-ao-vivo-em-biro-biro-1383125027301_618x348 camisa_da_gaivotas_fieis_sr pablo-qual-e-a-musica-gaivotas-da-fiel-fe-em-jesus

reportagem-torcida-coligay-gremio-porto-alegre-internacional_MLB-F-3298781297_102012 coligay

coligay 33

Blog do Bola

Próxima Página »

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: