Ficha Corrida

01/02/2015

São Paulo está economizando até pingo nos iis

sabesp agua5diasO racionamento de água em São Paulo evaporou da página dos jornais. É mais fácil encontrar denúncias de que, no futuro, pode faltar energia elétrica do que a presente mais constante na vida dos paulistas, a falta de banho. Os malabarismos linguísticos para secar o governo federal e irrigar o governo de São Paulo com boas notícias é algo que deveria concorrer ao Prêmio Nobel da HiPÓcrisia…

Todos sabemos da parceria entre o Instituto Millenium & o PSDB. Não só pela declaração da D. Judith Brito e da ANJ, mas porque a prática diuturna dos grupos mafiomidiáticos é por demais evidente. Estão todos preocupados em destruir a Petrobrás, mas ninguém ousa levantar um dedo para incriminar os que já estão presos por terem fraudado a empresa. Por que é mais fácil acusar contra quem não só não há qualquer denúncia como há sobejas provas de que fez o que nenhum outro governante tinha feito até agora, do que trazer à luz do sol o papel das maiores empresas no maior assalto à Petrobrás?!

A lista dos maiores envolvidos está aí, gente fina das das empreiteiras: Erton Medeiros Fonseca, da Galvão Engenharia; Agenor Franklin Magalhães Medeiros, José Aldemário Pinheiro Filho, Mateus Coutinho de Sá Oliveira e José Ricardo Nogueira Breghirolli, da OAS; Ricardo Ribeiro Pessoa, da UTC Participações; Dalton dos Santos Avancini, Eduardo Hermelino Leite e João Ricardo Auler, da Camargo Corrêa; e Gerson de Mello Almada, da Engevix. E ainda falta a principal, a Odebrecht, cereja do bolo empresarial no assalto à Petrobrás. Por que eles não são objeto de reportagens, mostrando o que eram e como ficaram? Por que o apartamento do Lula é matéria de capa mas o enriquecimento deste pilantras com dinheiro da Petrobrás não merece uma linha nas milhares já escritas pelas cinco irmãs (Folha, Estadão, Veja, Globo & RBS)?!

Toda hora Antonio Imbassahy, Álvaro Dias, Fernando Francischini tem mentiras divulgadas contra o Lulinha, que eles divulgaram ser o dono da Friboi, mas nada dizem a respeito dos seus financiadores? Por que não mostram com quem andava Alberto Youssef? Quem eram suas amizades, com quem trabalhava?

Com a mesma desenvoltura com que aplicam a lei Rubens Ricúpero para esconder o que lhes pertence e mostrar por diversionismo em relação à Operação Lava Jato, também a aplicam em relação ao racionamento de água em São Paulo.

Se rir é o melhor remédio, ria de quem não tem rio.

JOSÉ SIMÃO

Carná 2015! As águas vão rolar!

Paulista não pode mais usar pingo nos is! E estão proibidas as expressões: lavar a égua e lavou tá novo

Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!

E olha essa faixa em Pirangi: "II Concurso de Peidos! Pirangi 2015".

O problema não é participar, é ser jurado.

E o Palmeiras contratou o Ryder pra fazer dupla com o Valdívia?

Os Chinelos. Próxima contratação será o atacante Havaianas!

E o Ministro do Apocalipse Levy quer a levytação dos preços.

Os preços lá em cima, levytando!

Rarará!

E sabe como se chama o imposto que o novo governo grego quer derrubar? ENFIA!

Verdade! Imposto de grego!

Todo imposto devia se chamar Enfia. "Dilma lança mais um enfia". Então ENFIA!

Rarará!

E a grande bomba da semana! Rodízio da Sabesp: 2 dias com água e 5 sem água! 5 X 2! Pior que o 7 a 1! Entendi o rodízio da Sabesp: 2 dias com água e 5asec! Rarará!

Paulista vai ser reconhecido no aeroporto pelo fedor. "Tapa o nariz que lá vem um paulista."

Vou lançar o perfume Alckmi Número 5! Fleur de Chuchu!

E em São Paulo mandar cagar no mato não é ofensa, é economia de água!

Paulista não pode mais usar pingo nos is! Desperdício de pingos.

E estão proibidas as expressões: águas passadas, lavar a égua, nó em pingo d’água (nó em pingo d’água é crime inafiançável), lavou tá novo, olhos rasos d’água e foi tudo por água abaixo.

Estão proibidas as doenças: gota e barriga d’água! Rarará!

E adorei a charge do Nani com o corretor vendendo apartamento: "Dois quartos, sala, cozinha e uma falta d’água maravilhosa".

Eita! Rarará.

E essa piada pronta: "Cerveró ameaça processar quem produzir máscaras com seu rosto no Carnaval". A fábrica desistiu e agora vai de Graça Foster!

Quem não tem Cerveró vai de Graça Foster! O susto é o mesmo.

E a minha cara pra máscara de Carnaval só falta o elástico.

Então não falta mais nada. Acabei de ganhar o elástico. Rarará!

E olha a placa na porta do banheiro da empresa de um amigo meu: "Está faltando água! Favor cagar em casa!". Rarará.

Que situação! Nóis sofre mas nóis goza!

Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

simao@uol.com.br

@jose_simao

15/01/2015

Quem vestirá a carapuça de “Je suis Dieudonné”?

Filed under: Charlie Hebdo,Dieudonné,Fanatismo,Humor,Manada,Manipulação — Gilmar Crestani @ 7:29 am
Tags:

charlie hebdo nDe repente, não mais que de repente, pegar no pé do sagrado perdeu a graça… São os tais de pesos e medidas segundo as leis da amizade e conveniência. A hipocrisia não têm limites.

Só o espírito de manada explica a adesão sem constrangimento à marcha da paz proposta aos chefes de Estado acostumados a fazerem guerras. Nada como um dia depois do outro.

Eu continuo achando que estar ao lado de veículos como Veja, Globo, RBS, ou de governos como o dos EUA é um bom indicador da falta de noção. Não pode ser coisa boa. Estarei sempre do lado oposto.

Dieudonné: um nome que, ao juízo ocidental, mas que compreende as línguas francesa e italiana rende brincadeiras: Deus mulher; deus deu…

El humorista Dieudonné, detenido por bromear sobre los atentados de París

La fiscalía le acusa de apología del terrorismo por publicar "Yo me siento Charlie Coulibaly"

Gabriela Cañas París 14 ENE 2015 – 10:13 CET232

Dieudonné. / JOEL SAGET (AFP)

Las autoridades francesas, tras declarar su firmeza contra el terrorismo islamista radical, han detenido en la mañana del miércoles al humorista Dieudonné. Este hombre, condenado por antisemitismo y que ha liderado una corriente que se autoidentifica con un saludo pseudonazi, publicó el domingo un mensaje en Facebook en el que se leía "Yo me siento Charlie Coulibaly". De esta manera, el humorista combinaba el eslogan a favor de la revista atacada con Amedy Coulibaly, el nombre del terrorista que mató el jueves a una agente municipal y, el viernes, a cuatro judíos en el supermercado de comida kosher Hyper Cacher, en el este de París.

La fiscalía abrió el lunes una inmediata investigación sobre el mensaje de Dieudonné por posible "apología de terrorismo". Tras su detención esta mañana, su abogado, Jacques Verdier, ha mostrado su disconformidad. "No veo cómo puede provocar Dieudonné un acto terrorista", dijo, y se preguntó si Francia no debería reflexionar más seriamente sobre la libertad de expresión.

La policía está en alerta contra todo gesto en favor del terrorismo. Desde el miércoles pasado, cuando los hermanos Chérif y Saïd Kouachi atacaron Charlie Hebdo provocando ya doce muertos y diversos heridos, la justicia francesa ha abierto una cincuentena de procedimientos por apología del terrorismo. Según Le Monde, la ministra de Justicia Christiane Taubira ha pedido firmeza en las actuaciones contra este tipo de delito. En la noche del martes, según ha informado Le Figaro, la policía ha arrestado a cuatro hombres que gritaban frente a Hyper Cacher "Muerte a los policías, muerte a Charlie Hebdo". Según RTL, aún seguían esta mañana detenidos.

19/07/2014

Meu deus!

Filed under: Copa 2014,Deus,Humor — Gilmar Crestani @ 1:06 pm
Tags:

comunistan

gregorio duvivier

Deus e a Copa

14/07/2014 02h00

Caros atletas da seleção brasileira, aqui quem fala é Deus. Em primeiro lugar, gostaria de pedir que parassem de me mencionar nas entrevistas. Não tive nada a ver com a derrota de vocês.

Não sei se vocês repararam, mas a seleção alemã fez sete gols -e não dedicou nenhum deles a mim. Era de se esperar. Nunca frequentei um treino. Eu não tive nada a ver com aquilo. Os caras estão treinando há 10 anos. Não mereço crédito -e nem estou interessado nisso.

Esse negócio de agradecer a mim pega supermal pro meu lado. As pessoas veem as cagadas que estão acontecendo pelo mundo e acham que eu estava num jogo de futebol ao invés de estar resolvendo cagadas. No jogo contra a Croácia, soube que o juiz marcou um pênalti inexistente e vocês agradeceram a mim. Pessoal, eu tenho mais o que fazer do que ficar subornando juiz. Meu nome é Deus, não é Eurico Miranda.

Nunca uma seleção brasileira foi tão temente a mim. E nunca uma seleção tomou um sacode tão grande. Perceberam o quão pouco eu me importo com a Copa do Mundo?

Pra vocês terem uma ideia, no momento estou num planeta paradisíaco, torrando royalties. Não adianta me chamar que eu não volto. Mesmo que eu me importasse com futebol: vocês acham que eu ia ajudar um time só porque acredita mais em mim? Vocês acham que eu ia prejudicar outro time só porque o pessoal não acredita tanto em mim? Vocês acham mesmo que eu sou carente nesse nível?

Fiz mil anos de análise, pessoal. Vocês não vão me comprar com um pouco de afeto e 10% do salário. A propósito: esse povo pra quem vocês doam o dízimo não está me repassando o valor. Ninguém até hoje sequer me pediu minha conta pessoal.

Se eu fosse vocês, não me preocuparia tanto com essa goleada. Me preocuparia com outros sacodes: no prêmio Nobel, a Alemanha está ganhando de vocês de 102 a zero (tampouco tive nada a ver com isso).

Também não me preocuparia tanto em não transar antes do casamento, David Luiz. Não quer transar, não transa. Mas não diga que sou eu que não quero que você transe. Eu quero mais é que todo o mundo transe, com quem quiser, da maneira que quiser, na posição que bem entender. Transa pra mim.

Despeço-me com uma dica: eu não valho nada, mas o diabo vale muito menos. Não adianta apelar pra Deus enquanto o demônio for presidente da CBF. Vocês têm José Maria Marin, Marco Polo Del Nero, Aldo Rebelo e acham que a culpa é minha?

gregorio duvivier

Gregorio Duvivier é ator e escritor. Também é um dos criadores do portal de humor Porta dos Fundos.

19/03/2014

Passeata pede volta da escravidão no Brasil

Filed under: Escravatura,Humor — Gilmar Crestani @ 7:24 am
Tags: , ,

Há verossimilhança, mas, seguindo orientações do Millôr Fernandes, alerto que este é um texto de humor… Infelizmente, como diria Millôr, no Brasil surreal das marchas pela ditadura há sempre que se avisar quando o há ironia… Os que dizem marchar pela família e pela liberdade são os mesmos que dizimaram famílias, não sem antes te-las preso e torturadas.

Passeata pede volta da escravidão no Brasil

18/03/2014 12:44 | Categoria: Brasil

Passeata pede volta da escravidão no Brasil

"Não há provas de que os negros foram maltratados durante a escravidão", defendeu Bolsonaro

CASA GRANDE – Após exigir intervenção militar contra a invasão comunista programada para 2014, cidadãos esclarecidos do Morumbi organizaram uma passeata ordeira e pacífica pela volta da escravidão. "Ninguém aguenta mais essa classe C emergente. Hoje em dia contratar uma babá custa uma fortuna e as empregadas domésticas estão cheias de direitos. Agora querem carro. Assim vamos virar uma Venezuela!", explicou a empresária Yara Caetano. "O povo de Moema anda dizendo que mora na Vila Nova Conceição, onde já se viu!", completou a empreendedora.

Sob a batuta de Maycon Freitas, líder dos movimentos de junho, que admite estar 85% politizado, o grupo trotará pela Avenida Paulista de fraque, cartola, monóculos e polaina. "Peparamos gritos de ordem contra aquela protopetralha chamada Princesa Isabel", bradou Freitas, enquanto acendia uma fogueira para queimar a bruxa Marilena Chauí.

O grupo defende a volta da escravidão até que as relações entre patrões e empregados seja restabelecida. "É uma oportunidade para setores esclarecidos da sociedade brasileira se manifestar", cravou o agropecuarista Marcos Barbosa. "Ninguém aguenta mais esse clima de insegurança jurídica", arrematou.

No final da tarde, houve uma dissidência no movimento. Uma ala de coxinhas de vanguarda se descolou do grupo para exigir que o Brasil volte a ser colônia de Portugal. "Quando a família real portuguesa estava por aqui, ninguém falava em comunismo", discursou Andrea Matarazzo, brandindo no ar um exemplar do livro No País dos Petralhas.

Passeata pede volta da escravidão no Brasil | The piauí Herald | Blogs [revista piauí] pra quem tem um clique a mais

02/11/2013

Folha busca tornar Monsanto palatável

Filed under: Folha de São Paulo,Humor,Monsanto,Transgênicos — Gilmar Crestani @ 8:48 am
Tags:

VAIVÉM DAS COMMODITIES

ENTREVISTA – RODRIGO SANTOS, 40

Monsanto investe além da semente no Brasil

Multinacional passa a fornecer tecnologia para leitura do solo

A agricultura do futuro não exige apenas uma boa semente, mas todo um conjunto de tecnologias complementares.

Adepta dessa visão, a multinacional Monsanto, líder mundial em biotecnologia, partiu para as áreas de equipamentos agrícolas processadores de dados e de clima.

O objetivo é fornecer um pacote completo para os produtores, buscando um aproveitamento maior da área semeada e uma produtividade mais elevada. Em teste no Brasil, o sistema será oferecido aos produtores em 2016/17.

A empresa investirá US$ 300 milhões no Brasil em dois anos, diz seu presidente no país, Rodrigo Santos. Leia trechos de entrevista.

Agricultura do futuro

É preciso tirar mais do solo, mas com sustentabilidade. Estamos testando uma tecnologia em Mato Grosso que lê o talhão de terra, faz recomendações de adubação, quantidade de sementes a ser semeada, profundidade do plantio e velocidade adequada da máquina durante o plantio.

Como funciona

A Monsanto fornece equipamento que é acoplado ao trator e, via iPad (no qual está o histórico do solo, clima e produção da fazenda), a leitura instantânea do solo é feita e são enviadas as recomendações adequadas para a plantadeira.

Compras

Para desenvolver o novo equipamento agrícola e adequar o sistema de monitoramento de dados ao campo, a Monsanto comprou duas empresas nas áreas de desenvolvimento de equipamentos e de fornecimento de dados climáticos.

Ganho de produtividade

Ainda não há definição de resultados no Brasil, mas, nos EUA, a produção de milho aumenta de 315 kg a 630 kg/ha.

Parcerias

Essa nova visão do setor exigirá parcerias para que a agricultura seja uma realidade. Entramos com a semente, com a biotecnologia, mas não vamos produzir a plantadeira, feita por empresas qualificadas.

Em três anos

Precisamos desenvolver ensaios científicos durante pelo menos três anos. O produtor brasileiro terá o equipamento para a safra 2016/17.

Ano marcante

Este ano (setembro/13 a agosto/14) será marcante para a empresa no Brasil. Teremos investimentos para modernização e aumento da capacidade de desenvolvimento de sementes e de proteção de cultivos de US$ 300 milhões para os próximos dois anos. A empresa coloca, ainda, cinco novas tecnologias no campo: uma em soja, duas em milho e duas em algodão.

Produtividade

A soja ainda exige muito investimento, e a produtividade, hoje estacionada em três toneladas por hectare, poderá atingir seis toneladas em uma década. É nosso objetivo.

Milho

O país já tem regiões com grande produtividade. O desafio é elevar a produção delas e trazer as demais, onde a produção é baixa, para esses patamares. Trabalhamos com meta de 13 t a 15 t por hectare.

Leia a íntegra
folha.com/no1365531

MAURO ZAFALON mauro.zafalon@uol.com.br

    22/10/2013

    Sirvam nossas patranhas de modelo…. só rindo!

    Filed under: Grupo RBS,Grupos Mafiomidiáticos,Humor — Gilmar Crestani @ 10:29 pm
    Tags:

    Esta gauchada que consome RB$ sem se lavar vive mais sujo que pau de galinheiro. A coisa é tão séria que quando alguém faz uma cagada, lá vem o apupo: tche, mas que gauchada!

    O que acontece quando reúnem um bando de gaúchos? Transforam o Parque da Harmonia e cagadouro Sirotsky. São os mesmos que elegeram Antonio Britto, Yeda Crusius, Ana Amélia Lemos e agora tem outro pilantra que entrou para um sigla de aluguel e vai concorrer a Senador. Claro, na RBS jornalista é tudo isento. Isento até de ideias.

    Bairrismo de jornalista gaúcho vira piada na internet

    19/10/13 – 12:10
    POR Ygor Salles

    A passagem da presidente Dilma Rousseff pelo Rio Grande do Sul, no final de semana passado, rendeu mais nas redes do que parecia.

    noticiamos aqui mesmo a mistura de Dilma Bolada com Vanuza cantando o Hino Nacional que a presidente fez ao discursar improvisadamente sobre o Dia das Crianças, no sábado passado, em Porto Alegre.

    A piada (involuntária, espero) da vez, porém, é de um dos jornalistas que entrevistaram Dilma um dia antes em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre.

    Como todo bom gaúcho, o jornalista é bairrista. E deixou isso claro quando a presidente se referia à prisão da brasileira (e gaúcha) Ana Paula Maciel, bióloga e ativista do Greenpeace, na Rússia.

    Confira o diálogo:

    Dilma: Depois, é o seguinte, prenderam uma ativista do Greenpeace, que é brasileira, lá na Rússia…

    Jornalista: Gaúcha.

    Dilma: …eu tenho de interceder.  Ao mesmo… Eu, óbvio, que estou intercedendo, ela é…

    Jornalista: Gaúcha.

    Dilma:: …cidadã brasileira.

    Jornalista: Gaúcha.

    Jornalista: A senhora manifestou, de… prontamente isso?

    Dilma: Olha, nós manifestamos para eles e aguardamos uma resposta.

    Jornalista: Foi isso…

    Dilma: Óbvio que sim. Ela é uma cidadã brasileira e é minha obrigação.

    Jornalista: Gaúcha.

    [risos generalizados]

    Dilma: Podia ser dos 27 da Federação.

    Para quem quiser conferir, pode ouvir o áudio da entrevista no site da Presidência. O diálogo começa por volta do minuto 25 do arquivo.

    A fama do bairrismo jornalístico gaúcho é famoso na internet. Gerou, inclusive, o site jornalístico-humorístico O Bairrista –mesmo não sendo dos Pampas, acompanho porque é muito divertido.

    E, para concluir este post e provar que de vez em quando a realidade supera a ficção, mostro o Tumblr “sempre tem um gaúcho por aí”, que atesta a capacidade do jornalismo gaúcho de achar “conterrâneos” para dar um toque local a qualquer tipo de informação. Selecionei alguns posts para que vocês sintam o drama:

    20131019 Gaucho 1
    20131019 Gaucho 2
    20131019 Gaucho 3

    Bairrismo de jornalista gaúcho vira piada na internet | #hashtag – Folha de S.Paulo – Blogs

    02/06/2013

    Todo Bolsonaro é uma Daniela Mercury enrustida!

    Filed under: Humor — Gilmar Crestani @ 11:48 am
    Tags:

    Disparada Gay! Cadê o Feliciano! – Zé Simão

    Acho hilárias aquelas bichas evangélicas que viraram homens. Viraram héteras. Héteras de Jesus!

    Buemba! Buemba! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!

    Hoje é Corpus Alegres! Parada Gay! Ops, Disparada Gay. Porque gay não tem parada nem pra tirar foto 3×4!

    E este ano vai ser: Viva Daniela Mercury! Fora Feliciano! A Daniela arrombou o armário e jogou do décimo andar. E Feliciano? O pastor da chapinha? O Feliciano vai pra Parada Gay fantasiado de armário!

    Já imaginou o Feliciano de chapinha, em cima dum trio elétrico, fantasiado de armário? E depois esticar a noite assistindo a um show da Preta Gil na The Week! Bolsonaro não vai porque foi pescar com o Ricky Martin e o Elton John! Todo pitbull é uma Lassie enrustida!

    E um cara postou no Twitter: "Na física, Lei de Newton. Na lógica, Lei de Murphy. E na Parada Gay, Lady Gaga". A Lei da Lady Gaga.

    Treze quilômetros de biba. A maior minoria do planeta.

    E eu conheço uma rua perfeita pra estacionar pra Parada Gay. Aquela rua atrás do Masp: Professor PICAROLA! Como diz aquela biba: "Gostei dos dois!". Rarará.

    E sabe como se chama Parada Gay em Portugal? Portugays!

    E acho hilárias aquelas bichas evangélicas que viraram homens. Viraram héteras. Héteras de Jesus!

    E aquele ex-gay pastor e deputado baiano pelo PSB revela: "Não posso ficar perto de homem, a carne é fraca". Então, não é ex-gay. A cura saiu pela culatra. Rarará!

    E a maior biba do mundo foi Santos Dumont. Que adorava voar! Rarará!

    E com toda essa confusão, a Caixa devia gravar outro comercial: "O Dudu tá lendo errado". Rarará!

    E tô adorando o Aécio contando piadas no intervalo da novela. Concorrência com o Ary Toledo!

    E o site "Sensacionalista" revela a estratégia do Barcelona pro segundo semestre: o Neymar cava o pênalti e o Messi bate! Rarará. É mole? É mole mas sobe!

    E eu tenho uma amiga tão carente que se apaixonou pelo telemarketing! "Você é muito importante para nós." Aí, ela acreditou, chorou e se apaixonou!

    E o Daniel continua se esgoelando na abertura da novela: "Grita! Grita! Grita!".

    E mais um predestinado. Um guarda municipal em Curitiba chamado Guardiano! Rarará!

    Nóis sofre mas nóis goza.

    Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

    simao@uol.com.br

    @jose_simao

    14/03/2013

    Só rindo!

    Filed under: Humor — Gilmar Crestani @ 8:20 am
    Tags:

    Agora teremos de aguentar o Maradona, o Messi e o papa

    JOSÉ SIMÃO, COLUNISTA DA FOLHA

    Ueba! Habemus Tango!

    O quê? Papa argentino? Isso é pessoal contra os brasileiros! Resultado do conclave: Argentina 1 X 0 Brasil. Dom Odilo amarelou!

    Agora temos de aguentar o Maradona, o Messi e o papa! E repeti inúmeras vezes que papa argentino não pode, porque argentino pensa que é Deus. Acúmulo de funções!

    Aliás, argentino foi rebaixado: de Deus para papa! E diz que a escolha demorou porque era papa argentino. Tava catimbando! Rarara! E ele escolheu Francisco porque sabia que ia ser o primeiro. Porque não escolheu Diego 1º!

    É bom papa argentino, porque vai conversar com Deus de igual para igual! E corre uma fotomontagem na internet com o Maradona segurando um cartaz: "Eu já sabia". E na praça de São Pedro só se via gente recolhendo a bandeira brasileira!

    E eu acho que o Espírito Santo sussurrava Odilo, mas, como os veinhos são surdos, entenderam Bergoglio!

    Mas tudo bem. A Argentina pode ter um papa, mas nós temos o Inri Cristo e o Edir Macedo.

      14/01/2013

      Porque a semana só está começando!

      Filed under: Humor — Gilmar Crestani @ 7:57 pm
      In-Segurança

      Um cidadão estaciona o carro em frente duma casa onde encontra lugar.

      Vem o polícia e diz:

      – O Sr. não pode estacionar aí. É a casa do Vítor Gaspar, o Ministro das Finanças.

      – Não faz mal…. O carro tem alarme anti-roubo…

       

      Pontos de vistas… religiosos!

      Num banquete estava um padre católico sentado ao lado de um rabi judeu.

      O padre, querendo gozar o rabi, enche o prato com pedaços de um suculento leitão e depois oferece ao ‘colega’. O rabi recusa, dizendo:

      – Muito obrigado, mas…não sabe que a minha religião não permite a carne de porco?

      – Liiiiivra!!! Que religião esquisita! Comer leitão é uma delííícia!

      Comenta o padre com ironia.

      À hora da despedida, o rabi chega e diz ao padre:

      – As minhas recomendações à sua esposa!

      E disse o padre, horrorizado:

      – Minha esposa? Não sabe que a minha religião não permite casamento de sacerdotes?

      – Liiiiivra!!! Que religião esquisita! Comer mulher é uma delííícia!!!

      mas se você prefere leitão….!!!

      Organismo regulado

      Um homem foi ao médico acompanhado pela esposa.

      – Doutor – diz ele. – Estou com um problema muito sério! Todos os dias eu urino as 6 da manhã e evacuo às 7 horas pontualmente!

      – Eu não vejo problema nenhum – diz o médico. – Alias, isso significa que o seu organismo esta muito bem regulado.

      – O problema doutor – intervém a esposa. – É que ele só acorda às oito!

      31/12/2012

      Para entrar e sair(,) bem!

      Filed under: Humor — Gilmar Crestani @ 8:56 pm

      Genéricos???

      O farmacêutico entra na sua farmácia e repara num homem petrificado, com olhos esbugalhados, mão na boca, encostado numa das paredes. Ele pergunta ao funcionário:

      O que é que se passa? Quem é esse rapaz encostado à parede?

      -Ah é um cliente que queria comprar um remédio para tosse. Mas como achou caro, vendi-lhe um laxante.

      Você ficou maluco desde quando laxante é bom para tosse???

      -É excelente!!! Olhe só o medo que ele tem de tossir

       

      Ação, reação

      Ao entrar na sala de aula, a professora vê um pénis desenhado no quadro.

      Sem perder a compostura, imediatamente ela apaga o desenho e começa a aula.

      No dia seguinte, o mesmo desenho, só que ainda maior.

      Ela torna a apagá-lo e não faz nenhum comentário.

      No outro dia, o desenho já ocupa quase o quadro inteiro e por baixo ela lê a seguinte frase:

      ‘Quanto mais você esfrega, mais ele cresce!’

       

      Craque na gramática

      A professora pergunta ao Joãozinho:

      Joãozinho, qual o tempo verbal da frase:

      ‘Isso não podia ter acontecido’?

      Preservativo imperfeito, professora!

       

      Um gesto simples

      Véspera do natal e o irmãozinho conversa com a irmãzinha:

      – Eu pedi uma bicicleta e tu? O que é que tu pediste ao pai Natal? – Pergunta o menino.

      – Pedi um ob.

      – ob? O que é isso?

      – Não Sei, só sei que com ele eu vou andar de esqui, passear de lancha, nadar, jogar ténis…

       

      Bonecas

      Mãe para a filha mais nova:

      – Então o que gostavas que o Pai Natal te desse?

      – Um contraceptivo.

      – Um contraceptivo???

      – Sim, é que eu tenho cinco bonecas e não quero ter mais nenhuma.

       

      Juiz

      Era época de Natal e o juiz sentia-se benevolente ao interrogar o réu.

      – De que é acusado?

      – De fazer as compras de Natal antes do tempo.

      – Mas isso não é crime nenhum!!!! Com que antecedência as estava a fazer?

      – Antes de a loja abrir.

       

      Estou esclarecido

      O Presidente de certa empresa, casado há 25 anos, está com uma grande dúvida:

      – Fazer amor com a própria mulher, depois de tanto tempo de casamento, é trabalho ou prazer?

      Na dúvida, ligou ao Director-Geral e perguntou.

      Por sua vez, o Director ligou ao Sub-Director e fez a mesma pergunta.

      O Sub-Director ligou ao Gerente e fez a mesma pergunta.

      E assim se seguiu a corrente de ligações até que a pergunta chegou ao Sector Jurídico e o Advogado perguntou, como é normal, ao Estagiário que estava todo atarefado a fazer mil coisas ao mesmo tempo:

      – Rapaz, quando o Presidente da Empresa faz amor com a mulher dele é trabalho ou prazer?

      – É prazer, Doutor ! – respondeu prontamente o estagiário.

      – Como é que você pode responder a isso com tanta segurança e rapidez??

      – Se fosse trabalho, já me tinham mandado a mim…

       

      Teste do verdadeiro amor (funciona mesmo)

      Para saberes quem te ama de verdade, faz o seguinte teste:

      1 – Tranca o teu cão e a tua mulher na bagageira do carro.

      2 – Aguarda exactamente uma hora…

      3 – Abre a bagageira…

      4 – Vê quem está feliz por te ver novamente.

      É impressionante!

       

      Jurisprudência?

      O professor pergunta ao aluno:

      – O que é uma fraude?

      – Uma fraude é aquilo que o senhor professor está a tentar fazer!

      – Ora essa… Como assim?

      – Bem, segundo o código penal, comete-se uma fraude quando alguém se aproveita da ignorância do outro para o prejudicar…

       

      True Story

      O que acontece quando um elefante se apoia numa pata?

      O pato fica viúvo.

       

      Vizinhos são para as ocasiões

      A vizinha da casa ao lado bate à porta do vizinho ao final da tarde e pergunta-lhe:

      – Estou com uma vontade louca de me divertir, de me embebedar, de fazer sexo a noite toda… diga-me… você está ocupado esta noite?

      – NÃO!!! NÃO!!! responde o vizinho visivelmente entusiasmado.

      – Nesse caso… não se importa de ficar com o meu cão??!!…

      16/12/2012

      José Simão: golpismo em dois parágrafos

      Filed under: Carlinhos Cachoeira,Humor — Gilmar Crestani @ 8:30 am

      E o Cachoeira? Solto de novo! Um amigo disse que o Cachoeira parece uma piroca: entra e sai, entra e sai, entra e sai! Eu já disse que ele vai pegar milhagem camburão. Vai cumprir a pena em trânsito!

      E o desembargador é a mãe dele. Desembargador Tourinho inventa o Habeas-Miojo: um copo d’água, três minutos e sai o habeas corpus instantâneo! Rarará! Nóis sofre, mas nóis goza! Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!

      10/11/2012

      Jaguar, meu ídolo

      Filed under: Humor,Jaguar — Gilmar Crestani @ 7:52 am

      Dos profissionais de imprensa com quem mantive contato, Jaguar foi o mais simpático e atencioso. Ele não respondia ao Henfil, mas a mim, sim.  Tim-tim!

      ‘Fui corneado por meu fígado’, diz Jaguar

      Em entrevista à Folha, cartunista relembra Ivan Lessa e Millôr Fernandes, companheiros mortos neste ano

      Após cirrose avançada, humorista se declara ‘hepaticamente traído’ e relembra episódios marcantes da carreira

      Daniel Marenco – 30.out.12/Folhapress

      O cartunista Jaguar, 80, em sua casa, no Leblon

      O cartunista Jaguar, 80, em sua casa, no Leblon

      MARCO AURÉLIO CANÔNICODO RIO

      Pouco depois de completar 80 anos, em fevereiro desse ano, Sérgio Jaguaribe, o popular Jaguar, recebeu a notícia: ao fim de seis décadas tendo bebido o equivalente a "uma piscina olímpica" de álcool, seu fígado sucumbira à uma cirrose avançada, acompanhada de câncer.

      Ou operava e parava de beber para sempre ou morreria.

      "Eu tinha tanto orgulho do meu fígado, me senti hepaticamente corneado", diz o cartunista, tão célebre pelo humor implacável quanto por sua paixão por um boteco e um trago -não por acaso, um de seus livros chama-se "Confesso que Bebi – Memórias de um Amnésico Alcoólico" (Record, R$ 29,90, 160 págs.).

      Jaguar recebeu a Folha no apartamento em que vive com sua mulher, a médica Célia Pierantoni, no Leblon, sentado ao redor de uma mesa que comprou para o boteco que nunca abriu. Nas paredes, desenhos feitos por ele e por vários colegas famosos.

      Recusando-se a ser chamado de "senhor", falou sobre sua nova rotina sem o álcool, seus planos e suas histórias, sempre com a verve afiada que usa tanto para falar de si mesmo quanto dos outros.

      Lembrou ainda de episódios marcantes deste ano, como as mortes de dois companheiros de "O Pasquim" (Millôr Fernandes e Ivan Lessa) e o aniversário de 80 anos de outro (Ziraldo).

      Ao fim das mais de duas horas de conversa abaixo resumidas, fez apenas um pedido: ser fotografado com um copo de cerveja -sem álcool- na mão. "Senão o pessoal não me reconhece."

      Folha – Como está sua saúde?
      Jaguar – Em vez de morrer até o fim do mês, talvez eu tenha mais uns seis meses (risos). Eu estou com cirrose e mais uns três ou quatro tumores foram extirpados. Fiz um exame na semana passada que mostrou que eu estou como o Brasil: parado. Não melhorou nem piorou.

      A notícia pegou todo mundo de surpresa, não?
      Inclusive eu. Andei fraco, me sentindo pesado, e meu médico me mandou ir a São Paulo fazer exames. Tudo apoiado por minha mulher, que é médica. Foi a maior burrice que já fiz. Eu não saberia até hoje que estava doente, estaria tomando minha birita.
      Eu fui ao Sírio Libanês, me enfiaram naquele canudo que faz uns barulhos estranhíssimos, você tem de ficar imóvel. Esse exame exige nervos de aço, depois dele você pode ouvir o relator do mensalão por 12 horas seguidas sem mostrar sinais de tédio.

      E o mensalão tem rendido muito tema para charge?
      Isso aí é até covardia, né, rapaz? Os humoristas não podem se queixar. Se tivesse de fazer, faria três por dia, as ideias vão aparecendo sem o menor esforço. Profissionalmente, vou te contar, sou muito bom nisso. Sou metódico, acordo e leio todos os jornais. E, desde que comecei nessa profissão, nunca parei.

      Nem pretende?
      Não. Vou fazer o quê com as piadas que eu bolo? Acho ótimo, é uma maneira de eu sacanear os caras, né?

      Tem vítimas preferenciais?
      O poder. "Hay gobierno [soy contra]…" Isso é batata. Conheci o Lula quando o Henfil o levou para o "Pasquim", eu era amigo dele, mas depois que virou poder…

      Como vai a vida sem álcool?
      Estou fazendo experiências, drinques para abstêmios. Faço um Bloody Mary com o suco de tomate temperado com tabasco, limão, pimenta em pó. E cerveja sem álcool. Porque, ao contrário de muita gente, eu gosto da cerveja pelo sabor. Para ficar de porre, eu tomava coisas mais expressivas.

      Foi uma adaptação difícil?
      Como dizia Dostoiévski, e o Zé Keti também, o homem se acostuma com tudo. Eu bebia porque gostava de ficar bêbado. O grande problema é que eu posso beber o quanto quiser que não fico bêbado.
      Fiz uns cálculos: a quantidade de cerveja que bebi nos últimos 50 anos dá para encher um carro-pipa. Bebi quase uma piscina olímpica. Entre cinco e dez cervejas por dia. Fora Steinhäger, cachaça, tudo que você pode imaginar.
      Eu me sinto corneado pelo meu fígado. Eu tinha um orgulho dele, rapaz. Eu não tenho sinais de cirrose, mas a redundância magnética [risos] me entregou. Eu sou o pé na cova com o aspecto mais saudável que eu conheço.

      Ainda bem. Neste ano já perdemos outros do "Pasquim".
      Este ano foi bravo para o humor. Foi-se o Millôr, foi-se o Ivan Lessa. Ao Ziraldo, quando me convidou para os 80 anos dele, eu disse que ia estar no Sírio Libanês. Aliás, queria deixar registrado: a melhor empadinha de frango do Brasil é na lanchonete de lá. Recomendo vivamente.
      A hotelaria do Sírio é um negócio fantástico, você morre muito bem (risos). Em suma, não sei quanto tenho de vida, mas é mais do que esperava.
      Sempre disse que quero ser cremado, mas não tenho essa coisa poética de querer que minhas cinzas sejam espargidas no mar ou debaixo de um carvalho que meu avô plantou. Não, pega as cinzas, joga no vaso sanitário e puxa a descarga. Morreu, acabou.

      Você tinha um projeto melhor, de distribuí-las pelos bares.
      Isso ia ser pela festa. Queria ver se fazia isso antes de morrer; por que vou ficar de fora? É claro que ia demorar semanas para ir a todos os bares onde bebi no Rio.

      Você mantinha contato com o Ivan e o Millôr?
      Tinha muito contato no dia a dia do jornal. Aí, o Ivan foi para Londres, ele me escrevia, mas não sou de escrever.
      O Henfil, quando foi para Nova York, me escrevia cartas diárias, eu lia e não respondia. Uma vez ele veio aqui e me perguntou: "E as minhas cartas? Queria elas para publicar, porque eu caprichava naquelas cartas". Eu disse que tinha jogado fora, não sabia que ele estava escrevendo para a posteridade, achei que era pra mim. Ele ficou puto da vida.

      Você brigou com Millôr quando ele criticou a indenização que você e Ziraldo receberam do governo, pela ditadura?
      Não liguei, não. Ele tinha um espírito, digamos, udenista, aquele negócio moralista. O Millôr ficava escandalizado com a minha vida, com minha mania de frequentar favela, ser amigo de Zé Keti, Madame Satã. Ele ficava apoplético quando me via amicíssimo do [bicheiro] Castor de Andrade. Mas, para mim, o Millôr é o máximo. É o melhor intelectual brasileiro, o melhor cartunista brasileiro, qualquer coisa que ele fizesse, era o melhor.

      Como andam suas relações com o Ziraldo?
      É quase um casamento, somos amigos há 60 anos, já brigamos uma porrada de vezes. Agora estamos amigos, ele está curtindo meu câncer à beça (risos). Mas somos completamente diferentes, inclusive nesse negócio de aniversário. Ele transformou os 80 dele num evento e ficou chateado de eu não ir. Ele falou: "Você vai ser a pessoa mais importante da festa. Todo mundo vai perguntar, ‘cadê o Jaguar?’".

      E como é sua rotina de trabalho atualmente?
      Eu trabalho no máximo até as 11h, e o mínimo possível. Faço só o estritamente necessário: uma charge às segundas, uma às quintas, uma piada sobre botecos para o "Boteco do Jaguar". Agora que estou proibido de beber, vou fazer um livro sobre coquetéis, com historinhas e uma seleção desses desenhos que eu faço e que saem num suplemento de "O Dia".
      Eu estava pensando em escrever uma autobiografia, mas o Ruy Castro me disse: "Não, eu vou escrever, já está tudo na minha cabeça". Minha autobiografia escrita por ele vai ficar muito melhor.

      Desenhar é algo que consome muito tempo para você?
      Não. Desenho rápido, não faço esboço. E não sei desenhar. Aqui no Brasil, qualquer pessoa que faz alguma coisa por mais de dez anos, mesmo não sabendo, é considerada boa. Quando mostrei meus desenhos pela primeira vez ao Millôr, ele falou: "Pô, o seu desenho é péssimo".

      E como um desenhista ruim influenciou tanta gente?
      Vendo esses meninos de hoje, sinceramente, não me vejo numa lista de 20 [melhores] cartunistas. Tem o André Dahmer, o Laerte, o Angeli, aquele Adão, que não sei por que cortou o sobrenome. O Sieber. Eles são inteligentíssimos. Eu ainda consigo entender todos eles.

      Jaguar conta mais casos
      folha.com/no1182990

      27/10/2012

      As montagens de fim de Eleições

      Filed under: Humor,José Serra — Gilmar Crestani @ 10:25 pm

       

      Re: As montagens de fim de Eleições

      Ver mais

      Re: As montagens de fim de Eleições

      Ver mais

      Re: As montagens de fim de Eleições

      Ver mais

      As montagens de fim de Eleições | Brasilianas.Org

      13/10/2012

      O que essas eleições trouxeram de inusitado

      Filed under: Eleições,Humor — Gilmar Crestani @ 12:18 pm

      Enviado por luisnassif, sab, 13/10/2012 – 07:15

      Por Vinicius Carioca

      O que essas eleições trouxeram de inusitado | Brasilianas.Org

      E o Poste Sucumbiu!!

      Filed under: Humor,Professor Hariovaldo — Gilmar Crestani @ 10:40 am

      By Frederico Augusto Pamplona Berrini Salles de Miranda

      https://i0.wp.com/imageshack.us/a/img703/3139/errjq.jpg

      Finalmente o  poste sucumbiu !!

      Alvíssaras !!!

      Mestre, Confrades, demais Homens de Benz!

      Após semanas de apreensão,suportadas à custo de litros e litros de  Agua de Melyssa, Maracujina, e muito chá de camomila e passiflora,  finalmente um raio de luz azul e amarela rompe a espessa e fétida neblina vermelha que pairava sobre Pyratininga;

      Contrariando a torcida da massa ignara, a imprensa vendida aos narcopetrorublos, a insidiosa campanha demolitória contra Nosso Candidato Preeleito levada a efeito por seitas religiosas dizimistas, vintemistas e até trintemistas,  a influência extrangeira dos sabotadores enviados por  Cuba, Coréia do Norte, Irã, Congo Belga,  Albânia e quiçá da União das Republicas Socialistas Soviéticas,  São Paulo venceu o mal:

      Don José del Alagón Lobsterdog da Chiriconália, derrubou o poste !!!!!

      E, se não bastasse, mandou o russo de volta ao lugar de onde nunca deveria ter saído,  o Proconquistão !

      Ressalve-se que, dos Institutos de Pesquisa, apenas o Dataprado mostrou a verdade, provando que os demais são venais!

      Agora, apenas vinte, vinte longos dias, até a victória final,  quando as elites higienopolistanas expurgarão sem piedade os últimos resquicios da fracassada onda vermelha que um dia ousou, julgando-se um tsunami, mas não passando de marolinha, tentar invadir o Planalto dos Homens Bons e dos Magistrados Incorruptos!!

      MMDC forever!!

      Anahue !!

      E o Poste Sucumbiu !! | Hariovaldo Almeida Prado

      Próxima Página »

      Blog no WordPress.com.

      %d blogueiros gostam disto: