Ficha Corrida

14/03/2015

PP leva o Rio Grande a jato pelo mundo

Na imagem, os avôs do PP da Ana Amélia Lemos e do Germano (um deles), sem com suas caras de bunda na RBS

zhnQuando menos se espera, lá estão os gaúchos fazendo história. É uma celebração.

Veja o que é a ironia da história.  A RBS, sempre que acontece um desastre, procura por  algum gaúcho. A obsessão por colocar um gaúcho no meio de qualquer coisa, mesmo que seja um tsunami, é tanta, que foi criado um site só para registrar esta doença: http://gauchonazh.tumblr.com/. Pois não é que, de repente, a RBS ganha concorrente de peso! O jornal El País da Espanha acaba de colocar o RS, pelas mãos do PP, no mapa mundi.

É o Rio Grande, cujo hino garante que nossas façanhas são modelo a toda terra. Isso mesmo, não ao Rio Grande, ao Brasil ou à América, mas “a toda terra”… É o mesmo hino que diz que povo que não tem virtude acaba por ser escravo, como quem diz que a escravatura era uma decorrência da falta de virtude dos… escravos. Fora do contexto da escravidão, vê-se que o povo gaúcho continua sem virtude, porque continua escravo da RBS. Ela diz, o povo, bovinamente, como manada, segue a égua madrinha. Todo ano a serpente desova um de seus funcionários para servir de égua madrinha deste povo que se orgulha de ser mais politizado do Brasil. Aqui tudo é superlativo, inclusive e principalmente, a ignorância.

Diante do que se tem visto, das duas, uma: ou é um povo mal informado ou é um povo mal intencionado! Nenhuma das duas o salva como povo homogêneo que a RBS quer fazer crer que somos.

É isso que dá o Governo Federal em confiar em quem não merece confiança.

Partido Progressista, o ‘filho’ da ditadura que coleciona escândalos

Com 31 dos 49 políticos investigados, legenda é umas das principais aliadas do Governo

A. Benites São Paulo 7 MAR 2015 – 20:26 BRT

De filho da ditadura militar (1964-1985) a para-raios de escândalos, esse é o Partido Progressista, a sigla que teve mais políticos citados na Operação Lava Jato até o momento, 31 dos 49. Oriundo da Arena, a agremiação de direita que deu suporte ao regime militar brasileiro, o PP sempre apoiou os governos, independentemente de quem fosse. Sua principal diferença do PMDB, que também costuma ser um fiel aliado do Palácio do Planalto desde a redemocratização, é o tamanho: os progressistas são menores.

A relação dos membros do PP investigados por desvios de recursos da Petrobras é eclética. Vai de um padre baiano, o ex-deputado José Linhares da Ponte (Padre Zé), a um evangélico paulista que está na cúpula da Igreja Mundial, o missionário José Olímpio. Há ainda mensaleiros, como Pedro Henry e Pedro Corrêa, um ruralista gaúcho anti-índios, Luiz Carlos Heinze, e o vice-governador baiano que diz estar “cagando e andando” para a investigação, João Leão.

Ter a maioria dos políticos implicados no escândalo não significa que o PP foi o principal articulador do esquema

Ter a maioria dos políticos implicados no escândalo da Petrobras até agora não significa necessariamente que o PP foi o principal articulador do esquema. Conforme o Ministério Público Federal, os nomes dos progressistas apareceram mais porque os dois delatores-chave das fraudes, o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, eram vinculados a esse partido por indicação do então deputado federal José Janene (morto em 2010). As figuras ligadas ao PT, o ex-diretor da petroleira Renato Duque e o tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, assim como os relacionados ao PMDB, o ex-diretor Nestor Cerveró e o lobista Fernando Soares, não assinaram termos de colaboração com a Justiça. Ou seja, não entregaram quem eram os petistas e peemedebistas envolvidos nos desvios de até 20 bilhões de reais da maior empresa estatal do país.

“Evidentemente que essa lista tende a aumentar assim que as investigações se aprofundarem”, avalia o cientista político Paulo César Nascimento, professor da Universidade de Brasília.

Raio-X

Com 1,4 milhão de filiados o PP é o quarto maior partido brasileiro, está atrás de PMDB, PT e PSDB. Nos Governos de Dilma Rousseff e de Luiz Inácio Lula da Silva ganhou relevância ao comandar ministérios importantes, como o das Cidades (que agora é do PSD), entre 2005 e 2014, e desde janeiro passado o da Integração Nacional. Duas pastas com orçamentos gigantescos e programas considerados chaves para o Planalto, como o Minha Casa, Minha Vida e a obra de transposição do rio São Francisco. Atualmente, além de cargos na gestão Rousseff, os progressistas contam com a governadora de Roraima, Suely Campos, e seis vice-governadores, entre eles o do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, e o da Bahia, João Leão.

Com 40 deputados federais e cinco senadores, o PP tem uma bancada de baixo clero que já foi pega em vários escândalos. No mensalão petista, em 2006, lá estavam os deputados José Janene, Pedro Henry e Pedro Corrêa. No superfaturamento de obras em São Paulo, em 2004, aparecia o deputado federal Paulo Maluf e o filho dele, o empresário Flávio – ambos estão na lista de procurados pela Interpol e não podem deixar o país. Na máfia dos Fiscais paulistanos, em 1998, surgiu um afilhado de Maluf, o prefeito Celso Pitta (já morto).

Mais recentemente, o PP viu seus quadros envolvidos em um escândalo nacional e dois regionais. O primeiro foi em 2011, quando o então ministro das Cidades, Mario Negromonte, do PP da Bahia, foi acusado de oferecer uma mesada de 30.000 reais a seus correligionários para apoiar sua permanência no cargo. A propina não foi comprovada, mas o ministro caiu. O segundo caso foi em Campo Grande (MS), no ano passado, quando o prefeito Alcides Bernal foi cassado acusado de nove crimes, inclusive lavagem de dinheiro. O mais atual é no Governo de Roraima, comandado por Suely Campos. Eleita após a Justiça impedir a candidatura de seu marido, Neudo Campos, Suely terá de suspender a nomeação de 19 funcionários do primeiro e segundo escalão por causa de nepotismo. Eram todos seus familiares.

O PP tem uma bancada de baixo clero que já foi pega em vários escândalos

Na avaliação do cientista político Nascimento, os membros do PP costumam aparecer em escândalos porque geralmente são políticos com a velha prática clientelista, que foi mesclada com técnicas de corrupção do PT. “Há no PP políticos corruptos contumazes e isso se espalha pelo próprio partido. Mas essa prática não é exclusiva dele. O PMDB também vai no mesmo sentido. Só não surgiram tantos nomes ainda”, diz o estudioso da política brasileira.

"Cagando e andando"

Ao contrário de outras legendas que viram seus quadros citados no escândalo da Petrobras, o PP ainda não se manifestou oficialmente. Alguns de seus membros citados fizeram declarações de defesas isoladas, sempre negando qualquer irregularidade em suas prestações de contas eleitorais ou em relação à atividade parlamentar. Um deles foi o senador Ciro Nogueira, o presidente nacional da legenda. Em sua conta do Twitter, Nogueira diz que as acusações contra ele são “absurdas e sem fundamento” e criticou a imprensa brasileira.

Outro que falou sobre o assunto foi o vice-governador baiano, João Leão. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo por telefone, ele disse que não estava nada preocupado com as acusações. “Estou cagando e andando, no bom português, na cabeça desses cornos todos. Sou um cara sério, bato no meu peito e não tenho culpa”, afirmou.

EL PAÍS Brasil

69 Comentários »

  1. […] que não fizeram autocrítica de seus governos ao invés de terceirizarem a crítica? Por acaso o PP gaúcho, pego todinho e por inteiro na Operação Lava Jato está fazendo autocrítica por ter se lambuzado […]

    Pingback por Precisamos falar sobre diversionismo em má hora | Ficha Corrida — 24/10/2016 @ 8:31 am | Responder

  2. […] boa, isenta, honesta, é aquela praticada por seus funcionários. Onde está a crítica da RBS ao PP gaúcho, pego todo e por inteiro na Lava Jato? Alguém leu, viu ou ouviu a RBS, que domina 80% do mercado […]

    Pingback por Golpe deixa como legado um recorde de abstenção e votos nulos – Praia de Xangri-Lá — 12/10/2016 @ 11:40 am | Responder

  3. […] boa, isenta, honesta, é aquela praticada por seus funcionários. Onde está a crítica da RBS ao PP gaúcho, pego todo e por inteiro na Lava Jato? Alguém leu, viu ou ouviu a RBS, que domina 80% do mercado […]

    Pingback por Golpe deixa como legado um recorde de abstenção e votos nulos | Ficha Corrida — 12/10/2016 @ 7:46 am | Responder

  4. […] da RBS, também conseguiu eleger dois senadores extraídos de suas fileiras: Ana Amélia Lemos (do PP gaúcho), e Lasier Martins(do PDT […]

    Pingback por RBS e as origens do ódio | GLÁUCIA SEM COMENTÁRIOS — 22/09/2016 @ 12:37 pm | Responder

  5. […] da RBS, também conseguiu eleger dois senadores extraídos de suas fileiras: Ana Amélia Lemos (do PP gaúcho), e Lasier Martins (do PDT […]

    Pingback por RBS e as origens do ódio | Ficha Corrida — 22/09/2016 @ 7:28 am | Responder

  6. […] o Gerdau… Com Gerdau estavam outros que nada sabiam de Cerveró, Sérgio Machado, Duque e  PP gaúcho?! Até o Ricardo Semler, antes mesmo da Veja, sabia quem eram os ladrões. Paulo Francis, […]

    Pingback por Jurisprudência made in USA | Ficha Corrida do FORA CORRUPTO! — 20/09/2016 @ 10:51 am | Responder

  7. […] Não é a pessoa, mas as instituições às quais o investigado pertence. Agora, quando todo o PP gaúcho é pego na Operação Lava Jato, a RBS não criminaliza o PP. O Partido de Merdas, Drogas e Bostas […]

    Pingback por Fábrica de ratazanas, a RBS | Matemática em Sobral — 30/08/2016 @ 8:07 am | Responder

  8. […] Não é a pessoa, mas as instituições às quais o investigado pertence. Agora, quando todo o PP gaúcho é pego na Operação Lava Jato, a RBS não criminaliza o PP. O Partido de Merdas, Drogas e Bostas […]

    Pingback por A fábrica de ratazanas da RBS | Ficha Corrida do GOLPE — 29/08/2016 @ 10:18 am | Responder

  9. […] PP gaúcho cuidaria do braço gaúcho da Petrobrás ou daria origem ao ramo da Família Real!? […]

    Pingback por Plebiscito separatista é para poderem comemorar mais uma derrota | Ficha Corrida — 25/07/2016 @ 10:12 am | Responder

  10. […] já não são protegidas pelo Papa? O DEM dos Maias do Rio Grande do Norte e do Rio de Janeiro? O PP gaúcho, da Ana Amélia Lemos e da famiglia ladra de Biscoitos […]

    Pingback por São todos CUnha! | Ficha Corrida — 12/07/2016 @ 9:35 am | Responder

  11. […] & Eduardo CUnha? Ela já se perguntou porque sua funcionária Ana Amélia Lemos escolheu o PP gaúcho para se lançar a Senadora? O que a RBS tem a dizer a respeito de suas relações com Augusto […]

    Pingback por RBS cospe seu bagaço | Ficha Corrida — 12/07/2016 @ 8:55 am | Responder

  12. […] matava Paulo Francis, sob Dilma rende criminalização do PT. Ninguém criminaliza PSDB, PMDB oU PP, que eram os verdadeiros operadores e que, por várias governos, corroeram a Petrobrás. Isso tudo […]

    Pingback por Pó, pará investigador! | Ficha Corrida — 26/06/2016 @ 9:13 am | Responder

  13. […] Presidente da Petrobrás, Pedro Parente. Não se duvide também do dedinho da Ana Amélia Lemos, do PP gaúcho, aquele partido pego todinho e por inteiro na Lava […]

    Pingback por Golpe engrandece Dilma e diminui Rede Globo | Ficha Corrida — 15/06/2016 @ 9:30 am | Responder

  14. […] da Ditadura, depois de longa ficha corrida prestada à RBS em Brasília, faz parte do glorioso PP gaúcho, pego todinho e por inteiro na Lava Jato. Este é o mundo onde transitam os parasitas escalados […]

    Pingback por Padilha Rima Rica & RBS, a gente vê por aqui! | Ficha Corrida — 12/06/2016 @ 10:36 am | Responder

  15. […] prova está aí Delcídio Amaral. A questão é, porque criminalizar o PT e absolver PMDB, DEM, o PP Gaúcho, PSDB, PIG?! A lista de ficha suja dos demais partidos é muito mais intensa, não entanto, os […]

    Pingback por PMDB – Puro Merda Droga e Bosta | Ficha Corrida — 07/06/2016 @ 11:00 am | Responder

  16. […] Como era um presidencialismo de coalizão, teve de manter as ocupações de porteira fechada: o PP gaúcho e o PMDB de Michel Temer e Eduardo CUnha, ficou com a Petrobrás (Pedro Barusco e  Sérgio […]

    Pingback por O Circo da Quadrilha | Ficha Corrida — 27/05/2016 @ 8:50 am | Responder

  17. […] a RBS & Gerdau da Operação Zelotes. Não lembraram de Augusto Nardes nem de ninguém do PP gaúcho… Por quê? Certamente não é pela falta de informação. Pode-se botar, sem qualquer margem de […]

    Pingback por Biografia bonsai do golpismo vira-lata | Ficha Corrida — 15/03/2016 @ 9:09 am | Responder

  18. […] famiglia Nardes – Augusto Nardes está na Zelotes, aliás, como todo o PP gaúcho está na Lava […]

    Pingback por Abuso de confiança | Ficha Corrida — 22/02/2016 @ 7:36 am | Responder

  19. […] ensurdecedor de seus parceiros mafiomidiáticos, mas porque todos seus correligionários do PP gaúcho foram pegos na Operação Lava Jato. Seu ódio à Dilma deve-se ao fato de que ela, ao contrário […]

    Pingback por Flagrado no golpe, Nardes diz que vai relatar na privada | Ficha Corrida — 28/12/2015 @ 7:31 am | Responder

  20. […] Nardes, ilustre membro do PP gaúcho, pego todinho na Lava Jato, também foi pego na Operação […]

    Pingback por As bombas que eram tracks | Ficha Corrida — 26/10/2015 @ 8:23 am | Responder

  21. […] Hawilla, Fernando Francischini, Beto Richa, Geraldo Alckmin, Ronaldo Caiado, Augusto Nardes, todo o PP gaúcho, Yeda Crusius, Jorge Pozzobom. Uma legião de anjos como esta é difícil de reunir outra vez. Se […]

    Pingback por Ai que saudade da ditadura, quando se roubava com lisura | Ficha Corrida — 23/10/2015 @ 10:14 pm | Responder

  22. […] é como cuspir na enchente. É por isso que nós, gaúchos, conhecendo a história do bravo PP gaúcho abrimos os pulmões e cantamos: “sirvam nossas patranhas de modelo a toda […]

    Pingback por Ficha corrida bonsai de um “limpa chão com merda” | Ficha Corrida — 12/10/2015 @ 8:26 am | Responder

  23. […] é como cuspir na enchente. É por isso que nós, gaúchos, conhecendo a história do bravo PP gaúcho abrimos os pulmões e cantamos: “sirvam nossas patranhas de modelo a toda […]

    Pingback por Ficha corrida bonsai de um que limpa chão com merda | Ficha Corrida — 12/10/2015 @ 7:34 am | Responder

  24. […] Augusto Nardes, legítimo espécime do PP gaúcho, guindado ao posto do tCU peloSeverino Cavalcante, o breve, foi abatido não sem antes justificar a […]

    Pingback por Q RIDÃO... — 12/10/2015 @ 7:12 am | Responder

  25. […] Augusto Nardes, legítimo espécime do PP gaúcho, guindado ao posto do tCU pelo Severino Cavalcante, o breve, foi abatido não sem antes justificar […]

    Pingback por Éramos Seis | Ficha Corrida — 12/10/2015 @ 12:21 am | Responder

  26. […] isso. Inventou a Agenda 2020 e conseguiu eleger, com a ajuda de uma sigla de aluguel, o PDT, e o PP gaúcho, dois funcionários para o Senado: Lasier Martins e Ana Amélia Lemos. O investimento do Grupo RBS […]

    Pingback por Vende-se | Ficha Corrida — 20/09/2015 @ 11:59 am | Responder

  27. […] mercado de mídia só poderia resultar numa manada de midiotas. Cabresteados pela RBS, elegeram o PP gaúcho, todinho na Lava Jato, Afonso Motta, prestes a botar a tornozeleira, Lasier Martins e Ana Amélia […]

    Pingback por Quando envolve a Rede Baita Sonegadora, ninguém Motta… | Ficha Corrida — 15/09/2015 @ 11:38 pm | Responder

  28. […] são os brasileiros que dizem que vão passar o Brasil a limpo. Augusto Nunes saiu das fileiras do PP gaúcho, pego por inteiro na Lava Jato. Tão querendo limpar o chão com merda, […]

    Pingback por Ministro do tCU limpa chão com merda | Ficha Corrida — 13/09/2015 @ 8:26 am | Responder

  29. […] a pastorear sua manada de bovinos pelo interior do RS. Não bastava ter uma Ana Amélia Lemos no PP gaúcho, a RBS também precisa de uma sigla de aluguel. Foi Vieira da Cunha que entregou a barriga de […]

    Pingback por Agenda 2020 da RBS | Ficha Corrida — 05/09/2015 @ 11:19 am | Responder

  30. […] Luis Carlos Prates, mas há outro, o Luis Carlos Heinze que nada deixa a desejar ao xará da RBS. O PP gaúcho está inteiro na Lava Jato, mas a RBS não cobra explicações de sua funcionária, Ana Amélia. O […]

    Pingback por Sartori é a CUnha da RBS no do gaúchos | Ficha Corrida — 04/09/2015 @ 9:39 am | Responder

  31. […] implacável rendeu a eleição de dois funcionários da RBS para o Senado, Ana Amélia Lemos, do PP gaúcho, e Lasier Martins, com um partido de aluguel emprestado por Vieira da Cunha. É o único grupo de […]

    Pingback por Um PMDB com a cara de RBS | Ficha Corrida — 28/08/2015 @ 9:44 am | Responder

  32. […] personagens, a RBS também entrou muda e saiu calada em relação a outros fatos envolvendo o PP gaúcho. O partido da Ana Amélia Lemos, que chamava Lula de cachaceiro, praticava propina […]

    Pingback por Zelotes: um dos pilares dos corruptos está ruindo | Ficha Corrida — 22/08/2015 @ 10:26 am | Responder

  33. […] Zero Hora, não lembra que todos os que se perfilaram com Aécio Neves no RS estão na Lava Jato. O PP gaúcho, do José Otávio Germano e da Ana Amélia Lemos está todo involucrado. O PMDB do Pedro Simon e do […]

    Pingback por RBS tem lado na Lava Jato, o lado de trás, do CUnha | Ficha Corrida — 21/08/2015 @ 8:24 am | Responder

  34. […] há nenhum político do PT denunciado na Lava Jato. Mas foi pego por inteiro todo o PP Gaúcho. Ninguém da imprensa ousa criminalizar o PP gaúcho. Agora aparecem o operador do PMDB e o […]

    Pingback por Para Eduardo CUnha e a manada de fascistas golpistas, templo é dinheiro | Ficha Corrida — 20/08/2015 @ 11:21 pm | Responder

  35. […] o PP gaúcho foi pego inteirinho na Operação Lava Jato. Mas isso é o de menos. Ficamos em pior estado quando […]

    Pingback por Rico não rouba, cleptomaníaco | Ficha Corrida — 20/08/2015 @ 10:02 am | Responder

  36. […] à altura para tratar da comunicação no Estado. E com isso consolida e solidifica a relação do PP gaúcho com a central Tumeleiro de […]

    Pingback por Olha teu primo aí, Farid Germano Filho | Ficha Corrida — 16/08/2015 @ 10:15 am | Responder

  37. […] altar do panteão golpista um legítimo gaúcho. Saído das fileiras do PP gaúcho pelas mãos do severo Severino Cavalcanti, Augusto Nardes encarna como poucos o espírito do hino […]

    Pingback por Augusto Nardes: sotaque, cara e prática do PP gaúcho | Ficha Corrida — 13/08/2015 @ 9:36 am | Responder

  38. […] do Pedro Simon e do Eduardo CUnha! Na última campanha presidencial Sartori esteve ao lado do PP gaúcho e do Aécio Neves. Todos, de alguma forma, atrelados aos interesses da velha mídia […]

    Pingback por Beto Richa bate nos professores; Sartori bate o salário | Ficha Corrida — 01/08/2015 @ 9:15 am | Responder

  39. […] milho, iogurte com soda cáustica e cantam “sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra”. O PP gaúcho, pego por inteiro na Lava Jato, comanda a manada amestrada pela RBS no ódio aos movimentos […]

    Pingback por Entenda porque os eleitores do Tiririca da Serra, amestrados pela RBS, odeiam Tarso e o PT | Ficha Corrida — 29/07/2015 @ 10:05 pm | Responder

  40. […] atores como Augusto Nardes, o menino prodígio do Severino Cavalcanti saído do PP gaúcho, Eduardo CUnha e o Napoleão das Alterosas e suas festas como relatadas pela TMZ, mais o jagunço […]

    Pingback por República de Saló made in Brasil | Ficha Corrida — 24/07/2015 @ 9:36 am | Responder

  41. […] fiscalizador, nunca conseguiu ver nenhum resquício de corrupção na Petrobrás. Ou seria porque o PP gaúcho, do Augusto Nardes, era, ao mesmo tempo, as forças centrífuga e centrípeta de distribuição de […]

    Pingback por tCU, órgão musical que decide conforme o tom | Ficha Corrida — 22/07/2015 @ 9:50 am | Responder

  42. […] PP gaúcho, um dos tentáculos administrados pela famiglia Dornelles, que mesmo sem exame de DNA sabe-se que […]

    Pingback por Estatuetas para os delatores: penar em casa e com a grana roubada segura no banco | Ficha Corrida — 21/07/2015 @ 9:33 am | Responder

  43. […] o breve, ainda conseguiu emplacar no tCU, que pela sigla não se perca, um bravo varão do PP Gaúcho, Augusto […]

    Pingback por Vai CUnha, ser Severino na vida | Ficha Corrida — 20/07/2015 @ 10:09 am | Responder

  44. […] Foi assim que a$$oCIOu à campanha do Aécio Neves e do Tiririca da Serra, José Ivo Sartori. O PP gaúcho tem esta tradição de se vincular à RBS e, desculpe à redundância, ao atraso político, […]

    Pingback por PP gaúcho: Sirvam nossas patranhas de modelo a toda terra. | Ficha Corrida — 16/07/2015 @ 10:07 am | Responder

  45. […] religiosamente. Para o órgão fiscalizador, Severino Cavalcanti ajudou a colocar a raposa do PP gaúcho, Augusto Nardes. Nos palcos da RBS ou do púlpito do Senado, a senadora do PP gaúcho, Ana Amélia […]

    Pingback por Esquizofrenia made in Brasil | Ficha Corrida — 11/07/2015 @ 11:00 am | Responder

  46. […] primeiro à esquerda, Augusto Nardes, do PP gaúcho, chegou ao tCU pelas mãos de Severino Cavalcanti, terceiro da esquerda para a […]

    Pingback por Jacinto Pereira » Entenda por que todos os corruptos querem a saída da Dilma? — 28/06/2015 @ 8:33 pm | Responder

  47. […] primeiro à esquerda, Augusto Nardes, do PP gaúcho, chegou ao tCU pelas mãos de Severino Cavalcanti, terceiro da esquerda para a […]

    Pingback por Entenda por que todos os corruptos querem a saída da Dilma? | Ficha Corrida — 27/06/2015 @ 8:55 am | Responder

  48. […] se trata de defender corruptos do PT, do PP gaúcho, ou os muitos parceiros do Eduardo CUnha. A questão é porque os assoCIAdos do Instituto Millenium […]

    Pingback por Paneleira dos Jardins: “- doação da Odebrecht para iFHC é para eu comprar brioches” | Ficha Corrida — 24/06/2015 @ 9:01 am | Responder

  49. […] primos terem sido presos por corrupção. Farid não tem que falar para incriminar seus parentes do PP gaúcho. Mas poderia ter falado quando Aécio Neves foi pego numa blitz bêbado e sem carteira. Nem vou […]

    Pingback por HiPÓcrisia: chamar de brahma é incriminador; de toxicômano, não | Ficha Corrida — 21/06/2015 @ 9:17 pm | Responder

  50. […] ou na Lista Falciani do HSBC? Por exemplo, o que Ana Amélia Lemos tem a dizer a respeito do PP gaúcho, seu partido, pego inteiro e por completo na Operação Lava Jato? O que Lasier Martins tem a dizer […]

    Pingback por Milagre, do ovo da serpente nasceram gêmeos | Ficha Corrida — 21/06/2015 @ 11:53 am | Responder

  51. […] T é contrabandeado. Não é tribunal. É órgão auxiliar do Congresso. E depois que o PP Gaúcho foi pego todinho na Lava Jato, Augusto Nardes está apenas tentando se colocar no mercado para […]

    Pingback por No tCU! | Ficha Corrida — 17/06/2015 @ 9:49 am | Responder

  52. […] o primo mais ilustre do Fardid, o José Otávio Germando, foi descoberto, juntamente com o PP Gaúcho, no escândalo da Petrobrás. Aliás, Otávio Germano esteve envolvido em todos os escândalos de […]

    Pingback por CBF e seus estafetas | Ficha Corrida — 02/06/2015 @ 11:29 pm | Responder

  53. […] para esclarecer a participação do PP gaúcho da Ana Amélia Lemos na Operação Lava Jato precisa exumar o corpo do líder, então para […]

    Pingback por Vão pedir a exumação do Maurício Sirotsky Sobrinho e do Roberto Marinho?! | Ficha Corrida — 21/05/2015 @ 9:12 am | Responder

  54. […] “multipartidária”. A RBS tem hoje, sozinha, dois senadores para chamar de seus: Ana Amélia(PP Gaúcho) e Lasier Martins (PDT, que virou sigla de aluguel). Nenhum outro partido conseguiu ter dois […]

    Pingback por Lumpenjornalismo | Ficha Corrida — 11/05/2015 @ 9:34 am | Responder

  55. […] Loefler, o que aconteceu em Lajeado é paradigma de nossos interiores. Não é por acaso que o PP Gaúcho tenha sido pego por inteiro e completo na corrupção instalada na […]

    Pingback por Marcha do zumbis em Lajeado | Ficha Corrida — 02/05/2015 @ 12:13 pm | Responder

  56. […] nos mais variados partidos que pôde alugar. Brito no PMDB, Zambiasi no PTB, Ana Amélia Lemos no PP gaúcho, Lasier Martins na mais recente sigla de aluguel, o […]

    Pingback por Sartori, violência e insegurança é teu partido | Ficha Corrida — 02/05/2015 @ 9:23 am | Responder

  57. […] uma obra do PP Gaúcho a serviço do atraso. Informação faz mal à saúde… do […]

    Pingback por DePUTAdo transgênico | Ficha Corrida — 01/05/2015 @ 11:22 am | Responder

  58. […] sua batuta. Britto, no PMDB; Sérgio Zambiasi, no PTB; Yeda Crusius, no PSDB; Ana Amélia Lemos, no PP gaúcho; e Lasier Martins, no […]

    Pingback por CRT, um assalto à mão leve, com participação especial da RBS | Ficha Corrida — 21/04/2015 @ 8:01 pm | Responder

  59. […] O então deputado do PP de Pernambuco ainda conseguiu emplacar, vejam só, Augusto Nardes, do PP Gaúcho, no […]

    Pingback por Dossiê Eduardo Cunha | Ficha Corrida — 19/04/2015 @ 3:23 pm | Responder

  60. […] que desovava seus funcionários nos mais diversos partidos (Britto, PMDB; Yeda, PSDB; Ana Amélia, PP gaúcho; Lasier Martins, PDT), revelam o caráter mafioso da famiglia do estuprador de […]

    Pingback por Saiba quais são as fontes que a SABESP irriga | Ficha Corrida — 19/04/2015 @ 1:17 pm | Responder

  61. […] se sabe, o PP gaúcho foi pego todinho envolvido na Lava Jato. Não sobrou nem o motorista. É claro que se o Presidente […]

    Pingback por Saiba porque o TCU não “descobriu” os heróis da Lava Jato | Ficha Corrida — 19/04/2015 @ 9:33 am | Responder

  62. […] não há mais engavetador geral. Tudo vem à tona, inclusive aquela corrupção que atolou o PP gaúcho, a RBS e o Gerdau. Viva Dilma, viva a Operação Zelotes. Eles não sobrevivem a uma boa dose de […]

    Pingback por Obama: “The Woman” | Ficha Corrida — 13/04/2015 @ 10:07 am | Responder

  63. […] o logotipo da RBS ou Gerdau. Por que não havia cartazes denunciando a participação de todo o PP Gaúcho na Operação Lava Jato? Por que não cobram do deputado Luis Carlos Heinze(PP/RS) pelo fato de, […]

    Pingback por Marcha dos Zumbis II | Ficha Corrida — 13/04/2015 @ 9:00 am | Responder

  64. […] quando foi citado pela Operação Lava Jato como sendo um dos beneficiários. Ao que parece, todo PP gaúcho se locupletou nas Costas do Paulo Roberto… mas só se revoltaram ao vir à […]

    Pingback por Deputado Heinze sonegou até corrupção | Ficha Corrida — 13/04/2015 @ 8:22 am | Responder

  65. […] migou do PSDB para o PP, que botou o PP gaúcho na roda da Lava Jato. É incrível, por que será que os que sempre mamam nas tetas do Estado tem o […]

    Pingback por Homem de palavras | Ficha Corrida — 10/04/2015 @ 9:58 am | Responder

  66. […] paulistas ajuda a entender, mas não foi apenas São Paulo que votou em Aécio Neves. O honorável PP Gaúcho, da senadora da RBS, Ana Amélia Lemos, também votou fechado com Aécio […]

    Pingback por Saiba com quem André Esteves | Ficha Corrida — 10/04/2015 @ 9:30 am | Responder

  67. […] Sérgio Zambiasi no PTB; Antonio Britto, no PMDB; Yeda Crusius no PSDB; Ana Amélia Lemos no PP gaúcho e, o mais recente, Lasier Martins, no PDT. Para quem acompanha  RBS sabe de seus procedimentos […]

    Pingback por RBS | Ficha Corrida — 04/04/2015 @ 8:11 pm | Responder

  68. […] a RBS pode ter sonegado mais que do que Cerveró, Barusco ou o PP Gaúcho somados desviaram da Petrobrás. “Mas podemos tirar, se achar […]

    Pingback por Pozzobom + Reuters = FHC | Ficha Corrida — 04/04/2015 @ 8:39 am | Responder

  69. […] os muitos funcionários espalhados pelos partidos (Britto/PMDB, Ana Amélia Lemos/PP gaúcho, Sérgio Zambiasi/PTB, Lasier Martins/PDT) farão a defesa do patrão? Eles sempre tão zelosos da […]

    Pingback por Nunca antes neste país haveria uma operação para pegar a Rede Besouro Sonegador | Ficha Corrida — 31/03/2015 @ 11:00 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: