Ficha Corrida

22/08/2015

Zelotes: um dos pilares dos corruptos está ruindo

Como na propaganda, é meu amigo, não tá fácil pra ninguém. A semana desmente a teoria de que o raio não cai duas vezes no mesmo lugar. Foram três e todos acertaram a RBS.

1) O primeiro e mortal foi a denúncia ao aríete dos golpistas. A RBS, em consonância com a matriz, desfraldou bandeiras e se perfilou ao lado dos golpistas. Os golpistas tinham em Eduardo CUnha o instrumento para concretizar o golpe paraguaio. A RBS chamou e participou da marcha das senhoras do Parcão. Não deu nenhuma notinha a respeito das manifestações na praça da Restinga. Recrutou e atiçou seus celetistas de todos os matizes para, juntos, entoarem a marcha dos zumbis: “CUnha é meu amigo, mexe com ele mexeu comigo”.

2) O títere da RBS no Palácio Piratini propiciou as melhores piadas. Sartori, o Tiririca da Serra, deu mais voltas que cusco para deitar. A RBS fez das tripas coração para eliminar a coloração partidária que une Sartori & CUnha, o PMDB de tanta serventia para a casa, como o presentinho da CRT. Aliás, aqui no RS, na campanha do Napoleão das Alterosas, PMDB, PSDB & PP foram amadrinhados pela funcionária da RBS. Na mesma linha mas com outros personagens, a RBS também entrou muda e saiu calada em relação a outros fatos envolvendo o PP gaúcho. O partido da Ana Amélia Lemos, que chamava Lula de cachaceiro, praticava propina engarrafada.

3) Por fim, a Operação Zelotes, em passo de tartaruga, está se movendo. E de saída convoca dois atores na peça montada pela RBS no CARF: Edson Pereira Rodrigues e  José Ricardo da Silva. Apesar de toda blindagem dos parceiros do Instituto Millenium, a RBS recebeu um cruzado na cara. Coube ao jornal El País furar a blindagem dos parceiros da RBS na Operação Zelotes e publicar que o Ministério Público pediu afastamento do  juiz Ricardo Augusto Soares Leite da 10ª Vara Federal de Brasília. Vara, neste caso, é coletivo de porcos, porque por lá é mais fácil a sujeira voar do que os processos andarem. Basta para isso verificar a diferença de enfrentamento dado aos suspeitos na Lava Jato.

Ao que parece, mesmo comandando, via Sartori, o Piratini, e tendo na mão dois senadores de suas fileiras, Ana Amélia Lemos e Lasier Martins, está preteando os olhos da filial da vênus platinada. Mesmo que a famiglia Sirotsky esteja sendo tratada pela Justiça da mesma forma que o partido do Jorge Pozzobom, eles já não possuem a menor credibilidade. Em todos os sentidos. Só a manada de midiotas e anencefálicos continuam acreditando na RBS.

Zelotes: Suspeitos de favorecer RBS irão depor na CPI do CARF

Pichação ao lado do prédio da empresa de comunicação / Foto Matheus ChapariniPichação ao lado do prédio da empresa de comunicação / Foto Matheus Chaparini

Felipe Uhr

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), no Senado Federal, que apura irregularidades no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) irá ouvir na próxima semana mais quatro envolvidos no esquema de favorecimento a grandes empresas.

Entre eles, estão o ex-presidente do CARF, Edson Pereira Rodrigues, e o ex- conselheiro, José Ricardo da Silva, que conforme processo do Ministério Público Federal seriam os principais intermediários para favorecer o Grupo Rede Brasil Sul de Comunicações (RBS). Os outros dois são Jorge Vitor Rodrigues, ex-conselheiro do CARF, e Alexandre Paes dos Santos, sócio da empresa Davos.

A Operação Zelotes aponta que o ex-presidente Edson Rodrigues era um dos consultores nos processos e nos esquemas de facilitações da empresas. Zé Ricardo é advogado, sócio da SGR Consultoria Empresarial e do escritório de advocacia JR Advogados, e teria sido contratado da própria RBS.

A ação de Zé Ricardo como consultor /advogado era essencial para livrar empresas de autuações multimilionárias, segundo a Operação Zelotes. O Ministério Público Federal e a Polícia Federal investigam a filial da Rede Globo em um esquema que envolveria mais de R$ 600 milhões.

A convocação do presidente da empresa, Eduardo Sirotsky Melzer, já foi apreciada no dia 23 de julho pelos membros da comissão, mas ainda não está definido quando ele será chamado a depor.

Zelotes: Suspeitos de favorecer RBS irão depor na CPI do CARF – Jornal Já | Porto Alegre

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: