Ficha Corrida

01/08/2015

Beto Richa bate nos professores; Sartori bate o salário

Filed under: Corrupção,Corruptores,José Ivo Sartori,Magarefes,PMDB,RBS,RS,Ventríloquo — Gilmar Crestani @ 9:20 am
Tags:

José Ivo Sartori como se faz um governo maus caráteres para maus caráteres! Como se pode ver pelas duas matérias copydescadas da Folha, a crise é de caráter, não de dinheiro!

Sartori, a coerencia segundo Pedro Simonsartori & nepotismo

O pior e o melhor da crise. O pior é ver os servidores pagando a conta de um governo não só medíocre, mas de total nonsense. Para palhaço precisa melhorar muito. Mas não há de se dizer que não havia indícios de que isso viria acontecer. Sartori esteve nos governos Britto, Yeda Crusius e Germano Rigotto. Sartori é do mesmo partido do Sarney, do Renan Calheiros, do Pedro Simon e do Eduardo CUnha! Na última campanha presidencial Sartori esteve ao lado do PP gaúcho e do Aécio Neves. Todos, de alguma forma, atrelados aos interesses da velha mídia golpista.

O sentido é muito claro. O ventríloquo da RBS vai fazer o que fazem quem ela consegue teleguiar: atacar o serviço público para joga-lo na privada.

O melhor é ver a RBS pela enésima vez se refestelando em cima da desgraça do servidor público. Quem zapeasse ontem pelos inúmeros veículos nas mãos da RBS veria a mesma cantilena de seus celetistas, para eximir Sartori, botando a culpa nos servidores, no PT e na Dilma. O mínimo que diziam em relação ao governador que o tiririca da serra é uma vítima dos servidores sanguessugas.

Faço minha as palavras da Folha de São Paulo de 14/02/2015, para pintar o verdadeiro retrato deste pulha:

“O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), concedeu status de secretária de Estado à primeira-dama, Maria Helena, em uma manobra que favorece a sua base de apoio na Assembleia Legislativa. Maria Helena, 62, concorreu a deputada estadual em 2014 e acabou na segunda suplência da coalizão. Ela deveria assumir a vaga na Casa porque o primeiro suplente de sua coligação e um dos deputados eleitos já tinham sido nomeados secretários. Pelas regras, a única justificativa para não assumir o cargo seria uma licença para se tornar secretária de Estado. Sartori, então, criou na quinta-feira (12) o cargo de "Secretária de Estado Extraordinária do Gabinete de Políticas Sociais".”

Alguém consegue imaginar o que a RBS teria dito se Dilma tivesse feito algo parecido? Isto prova que os verdadeiros bandidos não são os que estão presos por destruírem bens materiais, mas aqueles que ocupam espaço nas concessões públicas como a RBS, pelo poder que têm de destruírem instituições públicas e ferirem de morte a democracia. São eles que criam as mentes fascistas que se espalham pedindo golpe militar.

A conclusão é muito simples. É a volta dos que sempre destruíram o Estado para justificar a entrega do patrimônio. Antônio Britto fez exatamente isso para justificar a entrega da CRT, vejam só para quem, para a RBS. Na maior cara de pau, na frente do Ministério Público, da Polícia e dos Políticos, passou a perna nos milhares de acionistas minoritários, apertou a mão do seu Maurício Sirotsky e lhe entregou a Companhia Rio-Grandense de Telecomunicações como se fosse dele.

Por que a primeira medida de austeridade é sempre o corte do salário do servidor e não o corte do salário dos milhares de CCs. Ou será que já esqueceram que a primeira coisa que Sartori fez colocar a mulher numa Secretaria

Crise no RS afeta salários de servidores

Com a maior dívida do país entre os Estados, governo gaúcho anuncia que irá parcelar os vencimentos de julho

Professores decidem entrar em greve e sindicatos pedem a prisão do governador José Ivo Sartori (PMDB)

PAULA SPERBCOLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE CAXIAS DO SUL (RS)

Em grave crise financeira, o governo de José Ivo Sartori (PMDB) anunciou nesta sexta (31) o pagamento parcelado dos salários de julho dos servidores estaduais do Rio Grande do Sul. Só receberam integralmente os funcionários com salário até R$ 2.150.

Para os cerca de 168 mil servidores (48% dos 350 mil) que recebem acima desse valor, o salário será pago em mais duas parcelas: R$ 1.000 até 13 de agosto e o restante até 25 de agosto.

O parcelamento será apenas aos funcionários do Executivo –os do Legislativo e do Judiciário não foram afetados.

Com isso, os professores da rede estadual resolveram entrar em greve por tempo indeterminado a partir de segunda (3). Os policiais da Brigada Militar também decidiram que só irão atuar nas ruas em caso de emergência e prometem ficar "aquartelados" após este fim de semana.

Em Porto Alegre, manifestações ocorreram já durante a divulgação da medida. Sartori não participou do anúncio sobre o parcelamento, feito pelo secretário da Fazenda, Giovani Feltes.

"Não é chororô, é falta de dinheiro", disse Feltes. O secretário ainda afirmou que o Estado não deverá quitar o pagamento da dívida com a União. Nos dois últimos meses, o governo gaúcho atrasou o pagamento, mas honrou o compromisso. Com o calote, o governo federal pode bloquear repasses financeiros ao Rio Grande do Sul.

Para pagar a folha de julho, faltaram, segundo o governo, R$ 360 milhões. Desde maio, servidores obtiveram na Justiça uma ordem proibindo o governo de atrasar o salário. O secretário da Fazenda diz que não há dinheiro para cumprir a determinação.

Sindicatos foram à Justiça pedindo a prisão de Sartori por desobedecer a ordem judicial, mas um desembargador rejeitou a solicitação.

O Rio Grande do Sul é proporcionalmente o Estado mais endividado do país e convive há anos com sucessivos deficits no orçamento. Desde que assumiu, em janeiro, Sartori atrasa repasses a saúde e a fornecedores para priorizar o pagamento do funcionalismo.

35 Comentários »

  1. […] provas os seus sucessivos governadores: Antonio Britto, Germano Rigotto, Yeda Crusius e agora o Tiririca da Serra. Sem contar seus dois senadores, Ana Amélia Lemos e Lasier Martins. emplacou também mais um […]

    Pingback por RBS e seu modus operandi | Ficha Corrida — 23/11/2016 @ 7:56 am | Responder

  2. […] o desgoverno do Tiririca da Serra, campeão da violência, desrespeito ao funcionalismo e descalabro financeiro. Contudo, gasta […]

    Pingback por O que é melhor, aprovação unânime no TCE ou reprovação unânime na RBS? – Praia de Xangri-Lá — 19/11/2016 @ 10:28 am | Responder

  3. […] o desgoverno do Tiririca da Serra, campeão da violência, desrespeito ao funcionalismo e descalabro financeiro. Contudo, gasta […]

    Pingback por O que é melhor, aprovação unânime no TCE ou reprovação unânime na RBS? | Ficha Corrida — 19/11/2016 @ 10:05 am | Responder

  4. […] que havia menos pior. Dois acontecimentos me fizeram mudar de idéia. Primeiro a cavalaria do Tiririca da Serra contra os estudantes. A criminalização dos movimentos sociais sempre foi uma reivindicação da […]

    Pingback por A guerra é deles, que se matem! | Ficha Corrida — 26/10/2016 @ 8:24 am | Responder

  5. […] José Ivo Sartori. O problema não está nele, mas em quem fez das tripas corações para que o Tiririca da Serra se elegesse. De nada adianta tirar Sartori se não atacar a RBS. De nada adianta atacar Sartori e […]

    Pingback por Um olhar sobre os erros do PT no país da mídia golpista | Luíz Müller Blog — 04/09/2016 @ 12:17 pm | Responder

  6. […] José Ivo Sartori. O problema não está nele, mas equem fez das tripas corações para que o Tiririca da Serra se elegesse. De nada adianta tirar Sartori se não atacar a RBS. De nada adianta atacar Sartori e […]

    Pingback por Análise lúcida sobre os erros do PT no país da mídia golpista | Ficha Corrida do GOLPE — 04/09/2016 @ 10:13 am | Responder

  7. […] Começou a perceber que não diferença entre o PMDB (Puro Merda, Droga e Bosta) de José Sarney, Renan Calheiros, Romero Jucá, Michel Temer e Eduardo CUnha não difere do PMDB dos gaúchos Eliseu Padilha, José Ivo Sartori e Sebastião Mello. Graças à RBS o RS foi entregue a um palhaço, também conhecido como Tiririca da Serra. […]

    Pingback por Porto Alegre diz não à linha sucessória defendida pela RBS: Eduardo CUnha/Temer, Sartori & Sebastião Mello | Ficha Corrida do GOLPE — 01/09/2016 @ 9:42 am | Responder

  8. […] está no atual momento do RS. Com a violência cotidiana e em todos os  pontos do Estado, com o Tiririca da Serra desviando recursos da segurança para investir em propaganda na RBS, vai gastar mais em […]

    Pingback por Fábrica de ratazanas, a RBS | Matemática em Sobral — 30/08/2016 @ 8:07 am | Responder

  9. […] no atual momento do RS. Com a violência cotidiana e em todos os  pontos do Estado, com o Tiririca da Serra desviando recursos da segurança para investir em propaganda na RBS, vai gastar mais em […]

    Pingback por A fábrica de ratazanas da RBS | Ficha Corrida do GOLPE — 29/08/2016 @ 10:18 am | Responder

  10. […] existiria o Tiririca da Serra sem o apoio ostensivo da RBS. Não existiria cleptocracia sem o papel decisivo da plutocracia que a […]

    Pingback por Por que há mais empresários que políticos presos na Lava Jato? | Ficha Corrida do GOLPE — 22/08/2016 @ 12:10 pm | Responder

  11. […] na novilíngua é traz parente. O Tiririca da Serra, quando fez da esposa Secretária, também mereceu os aplausos do Eliseu Rima Rica… Como se […]

    Pingback por Meritocracia e transparência à moda dos golpistas | Ficha Corrida do GOLPE — 06/08/2016 @ 4:52 pm | Responder

  12. […] apenas não ser burro. Aliás, até os muares têm percebido isso ultimamente. Michel Temer e o Tiririca da Serra não existiram sem a mão leve da Rede Globo & RBS que balançam o berço das […]

    Pingback por Temer está para a Rede Globo como Sartori para a RBS | Ficha Corrida do GOLPE — 06/08/2016 @ 9:22 am | Responder

  13. […] Tiririca da Serra seria Ministro das Obras da […]

    Pingback por Plebiscito separatista é para poderem comemorar mais uma derrota | Ficha Corrida — 25/07/2016 @ 10:12 am | Responder

  14. […] Desde o governo Olívio Dutra no RS percebi que a luta não era contra os partidos de direita. Eles têm ódio, mas não tem votos. Por isso criamos o ZeroFora e o Midi@ética. A descentralização das verbas publicitárias e a criação de uma Universidade Estadual desencadeou uma fúria encabeçada pela RBS mais abraçada pelo Instituto Millenium. A violência em Porto Alegre foi atribuída pela Revista Veja ao Governo Olívio. E nunca esteve tão baixa. Agora, por exemplo, há um assalto a cada 55 segundos, e a Veja sequer lembra do Tiririca da Serra. […]

    Pingback por Rede Globo é nome por traz do golpe | Ficha Corrida — 09/05/2016 @ 9:48 am | Responder

  15. […] empresa deixaria de pagar seus funcionários para investir a publicidade? Para ficar no âmbito do Tiririca da Serra,  nem a […]

    Pingback por É deste Brasil que eu gosto | Ficha Corrida — 16/03/2016 @ 9:04 am | Responder

  16. […] Suja continuar amestrando gaúchos, que se deixam tratar como vira-latas, governadores do tipo Tiririca da Serra continuarão cagando no Piratini. As digitais da RBS aparecem também na educação. Por pressão […]

    Pingback por Sirvam nossas patranhas de modelo a toda terra | Ficha Corrida — 27/12/2015 @ 9:52 am | Responder

  17. […] 2020 e um partido de aluguel, se elegeu-se senador. E assim Vieira da Cunha virou secretário do Tiririca da Serra… Nos tais de encontros pelo interior, a RBS ganhava duplamente. Fazia-se presente na comunidade e […]

    Pingback por Rede Bunda Suja no mercado de bundas limpas | Ficha Corrida — 21/12/2015 @ 8:23 am | Responder

  18. […] para lembrar, Sarney é do PMDB do Pedro Simon, do Tiririca da Serra, do Eduardo Cunha. A famiglia Sarney é dona da TV Mirante, filial da Rede Globo no Maranhão e, […]

    Pingback por Até que enfim aparece a explicação porque Sarney votou no Aécio | Ficha Corrida — 25/09/2015 @ 12:01 am | Responder

  19. […] aplaudiram o funcionário da Tumeleiro. Já os cavalos, que não tem nenhum compromisso com o Tiririca da Serra, pois não consomem RBS mas comem grama, espalharam pela avenida um protesto que não me cheira […]

    Pingback por Sartori conseguiu ser vaiado até por cavalo | Ficha Corrida — 21/09/2015 @ 7:55 am | Responder

  20. […] Maria Helena Sartori, que por ser primeira dama ganhou status de Secretária, no atual governo do Tiririca da Serra?! E vamos parar por aqui que a lista é […]

    Pingback por Entenda as razões do golpe | Ficha Corrida — 19/09/2015 @ 7:57 am | Responder

  21. […] O Brasil tem esta criatividade. Este corrupção boa e corrupção ruim. Boa é a nossa; ruim, a dos outros. Desde Judith Brito, o PIG defende a corrupção boa e ataca a concorrência como sendo má. Por exemplo, porque a RBS não fica indignada com a corrupção da sonegação denunciada na Operação Zelotes? Afinal, com tantas empresas gaúchas envolvidas em sonegação seria mais fácil para a RBS defender seu governo títere no RS. Se as empresas envolvidas na corrupção do CARF tivessem pago o que deveriam, o RS não estaria, como quer nos fazer crer para aumentar ainda mais a corrupção, o Tiririca da Serra. […]

    Pingback por A corrupção boa | Ficha Corrida — 18/09/2015 @ 9:24 am | Responder

  22. […] Lasier Martins e Ana Amélia Lemos, o que dá a RBS dois Senadores. E, hors concours, o Tiririca da Serra, SARTORI…  Todos eles aliados de Aécio Neves. Essa é a gente que vive de disseminar ódio […]

    Pingback por Quando envolve a Rede Baita Sonegadora, ninguém Motta… | Ficha Corrida — 15/09/2015 @ 11:38 pm | Responder

  23. […] ainda eles tem o prato indigesto do Tiririca da Serra para enfiar goela abaixo dos midiotas gaúchos. Nem mesmo seus dois senadores, Lasier Martins e Ana […]

    Pingback por Zelotes, a operação que não ousa dizer seu nome… na RBS | Luizmuller's Blog — 14/09/2015 @ 11:00 am | Responder

  24. […] ainda eles tem o prato indigesto do Tiririca da Serra para enfiar goela abaixo dos midiotas gaúchos. Nem mesmo seus dois senadores, Lasier Martins e Ana […]

    Pingback por Zelotes, a operação que não ousa dizer seu nome… na RBS | Ficha Corrida — 14/09/2015 @ 9:59 am | Responder

  25. […] emplacar a Miss Lagoa Vermelha no Piratini. Não funcionou, então montou o plano B e emplacou o Tiririca da Serra. A estratégia foi criminalizar o PT e Tarso Genro. Poderia ser qualquer um menos alguém do PT. […]

    Pingback por Agenda 2020 da RBS | Ficha Corrida — 05/09/2015 @ 11:19 am | Responder

  26. […] a ponto de ter, sozinha, dois senadores: Ana Amélia Lemos e Lasier Martins. Ambos parceiros do Tiririca da Serra, mas também do Napoleão das Alterosas. Direito deles, o problema é a passividade bovina da […]

    Pingback por Sartori é a CUnha da RBS no do gaúchos | Ficha Corrida — 04/09/2015 @ 9:39 am | Responder

  27. […] participção em massa na Operação Lava Jato, nem agora serve para desmascarar a obtusidade do Tiririca da Serra. Se não consegue fazer isso, como já não conseguiu informar sobre a Operação Rodin, nada fará […]

    Pingback por Um PMDB com a cara de RBS | Ficha Corrida — 28/08/2015 @ 9:44 am | Responder

  28. […] O títere da RBS no Palácio Piratini propiciou as melhores piadas. Sartori, o Tiririca da Serra, deu mais voltas que cusco para deitar. A RBS fez das tripas coração para eliminar a coloração […]

    Pingback por Zelotes: um dos pilares dos corruptos está ruindo | Ficha Corrida — 22/08/2015 @ 10:26 am | Responder

  29. […] Sartori, quer remédio, vá na tumeleiro! Tivemos governos medíocres, como o do Pedro Simon. Tivemos governador que era uma espécie de posto avançado da RBS, Antonio Britto. Tivemos verdadeira calamidade pública, Yeda Crusius. Mas só agora conseguimos um governo que é uma piada pronta. E nosso Tiririca da Serra! […]

    Pingback por Sartori abre desmanche no Piratini | Ficha Corrida — 21/08/2015 @ 9:20 am | Responder

  30. […] do José Otávio Germano e da Ana Amélia Lemos está todo involucrado. O PMDB do Pedro Simon e do Tiririca da Serra, que vem a ser o mesmo de Antonio Britto e Germano Rigotto, homens caros ao sucesso da famiglia […]

    Pingback por RBS tem lado na Lava Jato, o lado de trás, do CUnha | Ficha Corrida — 21/08/2015 @ 8:25 am | Responder

  31. […] Não há nenhum político do PT denunciado na Lava Jato. Mas foi pego por inteiro todo o PP Gaúcho. Ninguém da imprensa ousa criminalizar o PP gaúcho. Agora aparecem o operador do PMDB e o Presidente dos 300 picaretas, Eduardo CUnha. Quem ousa criminalizar o PMDB do Pedro Simon, do José Sarney, do Tiririca da Serra? […]

    Pingback por Para Eduardo CUnha e a manada de fascistas golpistas, templo é dinheiro | Ficha Corrida — 20/08/2015 @ 11:21 pm | Responder

  32. […] Tiririca da Serra agora contará com alguém à altura para tratar da comunicação no Estado. E com isso consolida e […]

    Pingback por Olha teu primo aí, Farid Germano Filho | Ficha Corrida — 16/08/2015 @ 10:15 am | Responder

  33. […] Não fosse um povo teleguiado pela RBS, teriam se dado conta dos passos que nos trouxeram até aqui. Afinal, qual foi a primeira medida do novo ventríloquo da RBS? Aumentou o próprio salário. Só voltou atrás depois de muita pressão popular. Mas aí partiu para um plano B, deu status de Secretária à mulher. E a mulher, Maria Helena Sartori, está fazendo gato e sapato, indicando CCs nos mais diversos cabides do Estado. Infelizmente, nossa imprensa é parceira desta putaria, na medida que faz descer uma cortina de silêncio sobre o desmonte do Estado perpetrado pelo Tiririca da Serra. […]

    Pingback por Sartori é um Eduardo Cunha com patrocínio da RBS | Ficha Corrida — 13/08/2015 @ 9:14 am | Responder

  34. […] Sourced through Scoop.it from: fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por Beto Richa bate nos professores; Sartori bate o salário | psiu... — 01/08/2015 @ 12:49 pm | Responder

  35. Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUA.

    Comentário por anisioluiz2008 — 01/08/2015 @ 12:26 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: