Ficha Corrida

08/01/2016

Amigos da Rede Globo: PSDB só tem Padrão FIFA

A cada dia que passa fica mais evidente a origem do ódio da direita golpista aos governos Lula e Dilma e ao PT. Com isto não se está querendo eliminar ou justificar os seus erros, que não foram poucos. O leitmotiv dos que defendem o golpe paraguaio é o ódio às investigações. Como atacar Lula e Dilma e o PT se estão presos tantos do PT e nenhum do PSDB. A “liberdade de ação ao PSDB” não escapou nem à Folha de São Paulo, ardorosa e maior apoiadora do PSDB. Os fatos são tantos e tão notórios que por vezes escapa por entre os dedos melindrosos dos a$$oCIAdos do Instituto Millenium.

Os que dizem lutar contra a corrupção, como o MPF, não se vexam em arquivar por três anos as informações da Suíça que comprometem o PSDB, Alstom & Siemens  no Propinoduto Tucano. A contribuição do Judiciário está mais do que evidente no julgamento do Mensalão Mineiro. Os fatos são anteriores à Ação 470, mas Joaquim Barbosa sentou no processo e, não satisfeitos com isso, devolveram à primeira instância.

Apesar da proteção mafiosa ao PSDB, que conta com a participação do STF, PF, MPF & TCU, algumas informações são por demais evidentes para serem menosprezadas. A seguir, o decálogo da besta:

1) o principal mote do candidato do PSDB em sua candidatura à Presidência era o choque de gestão e a meritocracia. Hoje uma notícia explica como isso funciona: STF mandou exonerar os 60 mil cabos eleitorais efetivados sem concurso;

2) depois de 17 anos o Mensalão Tucano foi julgado e o então Presidente da sigla foi condenado a mais de 20 anos de prisão;

3) os aeroportos de Cláudio e Montezuma, construídos com dinheiro público nas terras do Tio Quedo, e as centenas de viagens com aeronaves do Estado para si e para amigos & CIA Ilimintada não são nada diante do sumiço de um heliPÓptero com 450 kg de cocaína. Quando Mauro Chaves perpetrou o antológico artigo “Pó pará, governador” já se poderia adivinhar o porquê dos interesses em construir aeroportos clandestinos e a pouca importância na apreensão recorde do pó sem dono.

4) Aécio Neves também estrelou o novo filme da série 300, mas não ganhou capa da Veja nem segundos no Jornal Nacional;

5) apesar de todo desinteresse da associação Amigos do Alheio, presidida por Rodrigo de Grandis, a Suíça encaminhou as informações necessárias a comprovação dos negócios escusos da Alstom e Siemens com o PSDB;

6) o tCU, que sempre foi nota de rodapé nos jornais, quando se viu acossado por denúncias contra Augusto Nardes, pego na Operação Zelotes, e Aroldo Cedraz, do teleférico Tiago Cedraz, virou braço armado dos faz de conta;

7) todos grupos de comunicação, que se especializaram em espalhar ódio contra Lula, Dilma e o PT, estão na Lista Falciani do HSBC. Também estão na Operação Zelotes e nos escândalos de sonegação Padrão Fifa na Suíça. O mais escandaloso nestes casos é que os criminosos não são importunados pelos órgãos fiscalizadores no Brasil, mas não ousam viajar para o exterior com medo de serem presos. Isso explica tudo a respeito do viés partidário com que são perseguidos Lula, Dilma e o PT ao mesmo tempo em que seus adversários gozam de total impunidade;

8) o garoto propaganda do Napoleão das Alterosas, mascote do golpe paraguaio, hoje aparece ainda gordo, na FIFA FAN FEST do Jerôme Valcke….

9) alguém pode explicar porque pode ser presidente alguém que ganha o troféu de pior senador no ranking da Veja? Isso não explica porque Aécio perdeu pra Dilma exatamente onde é mais conhecido: Minas e Rio de Janeiro?!

10) O que a direita golpista quer fazer de Aécio Neves nosso Maurício Macri: aparelhar tudo por decreto, e salvar os grupos mafiomidiáticos, que, com a derrota do playboy, estão em coma…

Diante disso, que é muito mas não é tudo, entende-se porque os bandidos nazi-fascistas perderam o pudor e saíram das sombras vestindo camisas verde-amarelas  Padrão FIFA para atacar Lula, Dilma e o PT. A marcha dos zumbis, com o lema somos todos Cunha, explica o golpe paraguaio, mas também e principalmente o nível, o caráter e a ética dos que propagam o ódio contra Lula, Dilma e o PT.

jose-maria-marin-ronaldo-nazario-soccerex

quadrilhao

Ronaldo Aécio Alckmin Ronaldo Neves Fora

Valcke fez a Fifa pagar US$ 150 mil para alugar apartamento de Ronaldo, diz jornal

JAMIL CHADE, CORRESPONDENTE NA SUÍÇA – O ESTADO DE S. PAULO

07 Janeiro 2016 | 23h 18 – Atualizado: 08 Janeiro 2016 | 07h 31

Fifa havia alertado que reserva de hotel sairia mais barata

O ex-secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, obrigou a entidade a pagar cerca de US$ 150 mil para alugar um apartamento de luxo do ex-craque Ronaldo no Rio de Janeiro para que, em 2013, pudesse se hospedar no Rio de Janeiro para preparar a Copa do Mundo de 2014.

RELACIONADAS

Os dados foram publicados na edição de sexta-feira de um dos principais jornais suíços, o Tages Anzeiger. Valcke foi suspenso de seu cargo, depois que a reportagem do Estado revelou como ele manobrou a venda de entradas para a Copa de 2014. Se condenado, pode pegar uma suspensão do futebol de nove anos.

Segundo o jornal suíço, porém, a Fifa alertou que alugar uma suíte de hotel sairia mais barato que alugar o apartamento de Ronaldo, que na época fazia parte do Comitê Organizador Local, presidido por José Maria Marin. "Mas Valcke insistiu no apartamento. A Fifa pagou", escreveu o diário suíço.

A reportagem também conta como Valcke usou o jato privado da Fifa para viagens pessoais, levando inclusive seu filhos. Em 2012, o francês embarcou até Nova Delhi para uma reunião com a federação local. Mas aproveitou para dar um pulo também no Taj Mahal. Naquele momento, a Fifa não tinha regras sobre como os dois jatos da entidade deveriam ser usados. Agora, uma das prioridades da reforma de Domenico Scala foi a de estabelecer diversas regras, inclusive para o uso dos jatos.

Filho – Segundo o jornal, Valcke também ajudou seu filho, Sébastien a fechar acordos com a Fifa. Um deles se referia à empresa EON Reality, dos EUA. A companhia é especializada em hologramas e a ideia da Fifa era de trazer a tecnologia para o futebol. O contrato ficaria em US$ 700 mil.

Mas a EON, segundo o jornal, contratou justamente o filho de Valcke. Para completar, ele ficaria com 7% (cerca de US$ 50 mil) como comissão por ter aproximado a empresa da Fifa, dirigida por seu pai.

Durante a Copa do Mundo de 2014, a Fan Fest no Rio de Janeiro trouxe um stand justamente com um holograma da taça.

12/08/2015

Quando fatos e fotos prescindem do domínio do fato, nem MP nem PF aparecem

OBScena: famiglia dei capitani, sotto i capi dei capiTutti buona gente

Não há o menor movimento dentre os bravos procuradores e delegados para investigar este Clan. E olha que o volume movimentado ultrapassa em muito algumas das operações espalhafatosas. Esta parcialidade joga luz sobre o verdadeiro interesse no combate à corrupção.

A máfia do futebol brasileiro prescinde do bom ou mau uso da teoria do domínio do fato. Sobejam provas. Falta colhão e hombridade a quem deveria zelar pelo bom nome das instituições Ministério Público e Polícia Federal.

Operação Zelotes dorme em berço esplêndido. No mesmo quarto onde dormiram os papéis mandados da Suíça para o Rodrigo de Grandis.

Trata-se de uma ala do museu, como os círculos do inferno de Dante, onde se encontram a Lista de Furnas, a Lista Falciani do HSBC, a Operação Pavlova, a compra da reeleição, o Caso Raytheon, a doação da Vale do Rio Doce, o limite da responsabilidade na Embratel…

É uma parte do museu que tem mais alas que escola de samba. Por coincidência, os direitos televisivos do carnaval, comandado pelo jogo do bicho, e do futebol,  comandado pelos parceiros José Maria Marin, Ricardo Teixeira e J. Hawilla,  sempre estiveram com a Rede Globo.

Lá ficam guardados os casos de corrupção envolvendo parceiros ideológicos destes delegados e procuradores Padrão FIFA… 

A súbita revolta de Galvão Bueno com a CBF é uma história mal contada. Por Kiko Nogueira

Postado em 24 jul 2015 – por : Kiko Nogueira

Tutti buona gente

Galvão Bueno tem feito o que colunistas de TV chamam de “duras críticas” ao presidente da CBF, Marco Polo del Nero, em seu programa “Bem, Amigos”.

A mais recente delas foi por ocasião da ausência do cartola na reunião da Fifa em Zurique. Depois de se lamentar “como atleta que fui”, alguém que “ vive o esporte desde que se entende por gente”, Galvão pontuou que estava indignado.

“Ele tem vários cargos de importância na Fifa: é presidente do Comitê do Futebol de Areia, terminou ontem o Campeonato Mundial em Portugal e ele não foi”, falou.

O comentarista Caio Ribeiro, como sempre no papel de escada, pediu a renúncia do dirigente. “A verdade é uma só: ele não tá pensando no dia seguinte, tá pensando na sobrevivência dele, então talvez hoje, nesse momento, não esteja apto a ocupar o cargo que ocupa’’.

Então Galvão Bueno, locutor das partidas da seleção desde tempos imemoriais, está revoltado com os escândalos do futebol brasileiro. Mas por que agora?

O motivo mais óbvio é o prejuízo que a derrocada do time causa à Globo. Graças ao fiasco na Copa América, a Globo não terá o Brasil na Copa das Confederações em 2017.

Os direitos para transmitir os mundiais da Rússia e do Catar foram garantidos numa boa, numa negociação sem licitação, como um reconhecimento da antiga e rentável parceria entre CBF, Fifa e Globo. E se a equipe de Dunga não se classificar?

Agora, simular aversão às práticas de Del Nero é um pouco demais. Se ele é ladrão, Ricardo Teixeira é o quê? Sem Teixeira não haveria Marin ou Del Nero. Ele fez miséria durante anos, sem que Galvão Bueno ou qualquer de seus colegas abrisse o bico.

O recado agora, antes de ser de alguém preocupado com os rumos do esporte, é de um sócio — ou porta-voz da sócia, a Globo.

A diatribe de GB é tão estapafúrdia quanto a de Zeca Camargo. Zeca é autor de um dos mais formidáveis besteirois do jornalismo moderno. A “crônica” na Globo News em que misturou a comoção pela morte de um cantor sertanejo que ele não conhecia com o nosso suposto “abismo cultural”, fechando com a mania de livros para colorir, é um clássico do nonsense.

Zeca, veja bem, apresenta um programa de bastidores de novelas. A exploração da tragédia com Cristiano Araújo foi enorme, sem dúvida — principalmente na Globo. O G1, por exemplo, está dando até agora qualquer coisa remotamente relativa a isso, como uma entrevista com familiares da namorada do rapaz.

Galvão e Zeca fariam um favor a seu público, e sobretudo a si mesmos, se parassem de fingir que não trabalham onde trabalham.

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).

Sobre o Autor

Diretor-adjunto do Diário do Centro do Mundo. Jornalista e músico. Foi fundador e diretor de redação da Revista Alfa; editor da Veja São Paulo; diretor de redação da Viagem e Turismo e do Guia Quatro Rodas.

Diário do Centro do Mundo » A súbita revolta de Galvão Bueno com a CBF é uma história mal contada. Por Kiko Nogueira

13/07/2014

O pigmeu sabe mas nós, não: Conta, Rivaldo!

Dos males, o menor arruma pedestal…

Galvao Ruineno

Rivaldo critica Galvão Bueno após derrota para a Holanda

Rivaldo critica Galvão Bueno após derrota para a Holanda

Foto: Reprodução / Instagram

O ex-jogador Rivaldo aproveitou a derrota do Brasil para a Holanda neste sábado (12) para mandar um recado incisivo ao narrador Galvão Bueno, da Rede Globo. No Instagram, o pentacampeão com a seleção brasileira desabafou contra o narrador, mas deixou mistério sobre o motivo da declaração. "Não preciso do seu reconhecimento Galvão Bueno. O povo brasileiro e o mundo sabem da minha importância para a história da seleção brasileira e do futebol mundial. Nunca precisei puxar saco de ninguém da mídia. Fiz meu papel e muito bem feito. E você Galvão sabe muito bem o porquê estou falando isso", escreveu o ex-camisa 10 do Brasil. Durante a disputa do terceiro lugar da Copa do Mundo, o narrador teria citado uma grande lista de ídolos da seleção canarinha, mas não falou de Rivaldo. O ex-camisa 10 disputou duas Copas pela seleção. Em 1998, na França, foi um dos principais nomes no vice-campeonato. Na Copa da Coreia do Sul e do Japão, foi um dos protagonistas na campanha do penta brasileiro.

Bahia Notícias / Esportes / Notícia / Rivaldo critica Galvão Bueno após derrota para a Holanda – 12/07/2014

07/07/2014

Os anões morais, Galvão & Huck, são obra de Ali Kamel

 

Galvão, Huck e o linchamento virtual do colombiano Zúñiga, que deu a entrada em Neymar

Postado em 05 jul 2014 -por : Kiko Nogueira

zuniga

A entrada de Zúñiga em Neymar ainda vai render muito calor por muito tempo. O Comitê Disciplinar da Fifa abriu um processo e está analisando vídeos e relatórios da joelhada.

Zúñiga divulgou numa carta aberta: “Quero te enviar uma saudação especial, Neymar. Te admiro, respeito e te considero um dos melhores jogadores do mundo”, disse. “Espero sua recuperação, que volte logo, para que continue animado, vendo o futebol como um esporte cheio de virtudes e qualidades, que, sem dúvidas, sempre pus em práticas ao longo dos meus 12 anos como jogador profissional”.

Sim, a entrada foi dura — numa partida que teve 54 faltas, 31 delas cometidas pela seleção brasileira. Foi o jogo mais faltoso da Copa. Fernandinho, em particular, estava inspirado. Thiago Silva e Júlio César receberam cartão amarelo. James Rodríguez sofreu.

O homem foi imprudente, sem dúvida. Mas dificilmente quis rachar Neymar e tirá-lo do mundial. Para Thiago, Zúñiga não é “um cara maldoso”. Felipão afirmou que achava que a entrada “não foi intencional”.

Nada disso impediu Zúñiga de ser linchado nas redes sociais. Recebeu ameaças de morte, foi chamado de “macaco”, “preto sem vergonha”,  “preto safado”, “monstro” e “maior vilão da história do futebol”.  No Instagram, sua filha de 2 anos foi xingada de p…a, entre outras gentilezas. Sobrou para sua mãe também.

Faz parte, de certa maneira, do pacote de irracionalidade da torcida. O que não faz sentido é o estímulo e o endosso a essa atitude.

Como Sheherazades desportivas, Galvão Bueno e Luciano Huck se puseram a promover uma malhação covarde e demagógica de Camilo Zúñiga. Para Galvão, o colombiano praticou um “atentado”, usando de “maldade pura”.

Sua trupe de convidados, como sempre, foi instada a concordar com ele. Um humorista classificou Zúñiga de “marginal”. Caio Ribeiro, o comentarista mais anódino do Brasil, o Geraldo Alckmin da crônica, cravou que o inimigo “não visou a bola”.

No dia seguinte, tirando a sua casquinha costumeira, Luciano Huck definiu Zúñiga como “carniceiro” e “sem noção”. “Uma agressão, na verdade, que ofuscou a ousadia e alegria do futebol de Neymar Jr. Uma verdadeira sacanagem”, declarou em seu programa. “Não era a cena que gostaríamos de ver jamais. Um carniceiro tira o sangue de um moleque iluminado de 22 anos. Disseram no início que a arbitragem iria ajudar o Brasil. Pelo contrário. A arbitragem para mim está prejudicando o Brasil. Espero que a comissão de arbitragem [da Fifa] entenda a gravidade do lance e puna esse agressor”.

A indignação dos brasileiros é legítima, até o momento em que vira barbárie. Os berros raivosos e oportunistas de Galvão, Huck e seus asseclas, que teriam a obrigação de analisar os fatos com sobriedade para suas audiências, não têm desculpa. São incitadores da violência, espertalhões que estão de mãos dadas com cada maluco que ameaçou espancar uma garotinha de 2 anos.

zuniga filha

Sobre o Autor

Diretor-adjunto do Diário do Centro do Mundo. Jornalista e músico. Foi fundador e diretor de redação da Revista Alfa; editor da Veja São Paulo; diretor de redação da Viagem e Turismo e do Guia Quatro Rodas.

Diário do Centro do Mundo » Galvão, Huck e o linchamento virtual do colombiano Zúñiga, que deu a entrada em Neymar

15/09/2013

Brasil zil zil: bem amigos, se é petista é inimigo!

 

Voto de Celso de Mello será narrado por Galvão Bueno

The Piauí Herald

A TV Globo apresentou a equipe que fará a transmissão do voto

MÔNACO – Após o empate em 5 a 5 no tempo regulamentar, a cúpula da TV Globo anunciou a aquisição dos direitos de transmissão do voto de Celso de Mello. "Já vendemos 2 das 5 cotas de patrocínio e escalamos nossa trepidante equipe de esportes para narrar o voto final", anunciou Ali Kamel.

No final da tarde, Galvão Bueno gravou a chamada que será veiculada nos intervalos comerciais da emissora. "É o voto de Minerva, amigo. Aqui não tem espaço para novato. Haaaaaaaaaaja coração!", disse o locutor, em frente à Praça dos Três Poderes.

Caso o voto de Celso de Mello seja o ponto final do julgamento, Galvão abraçará Merval Pereira aos berros de "Acabooooooooooou! Acabooooou!". Em seguida, brindarão com um Château Lafite Rothschild da safra de 1987. Mas se a corte aceitar os embargos infringentes, será a vez do locutor gritar "A fera voltou!" abraçado a José Dirceu.

SQN

02/08/2012

O que Galvão e Renato Maurício Prado disserem um do outro, acredito!

Filed under: Galvão Bueno,Rede Globo de Corrupção,Renato Maurício Prado — Gilmar Crestani @ 8:44 am

 

O bate-boca de Galvão com Renato Maurício Prado

Enviado por luisnassif, qui, 02/08/2012 – 07:55

Por esquiber

Do UOL

Galvão Bueno e comentarista discutem ao vivo por conta de piada do apresentador

Marcus Vinícius Freire, medalhista olímpico nos Jogos de Los Angeles de 1984, e superintendente-executivo de esportes do COB na Olímpiada de Londres. A simples presença do convidado durante o programa Conexão SporTV desta quarta-feira gerou uma saia justa entre Galvão Bueno e o comentarista Renato Maurício Prado.

O entrevero entre os dois, que costumam trocar cutucadas, começou quando Renato pediu que Galvão contasse a piada que fez fora do ar sobre a conquista da seleção brasileira de vôlei em 1984.

“Fala agora o que você falou da medalha de prata deles em Los Angeles antes do programa, que só ganhou a medalha por causa de boicote”, disse o comentarista.

O comentario deixou Galvão extremamente irritado e o clima entre os dois azedou.

“Isso não se faz. Tem que ter responsabilidade, estamos falando para milhões de pessoas. Em nenhum momento eu falei isso. Você foi deselegante”, afirmou o apresentador.

A troca de farpas durou mais de dois minutos e Renato, em uma tentativa de conciliação, deixou Galvão no “vácuo”.

Na sequência do programa, porém, os dois fizeram as pazes e o cumprimento, enfim, saiu.

Confira a discussão:

&ampamp;amp;lt;a href="http://mais.uol.com.br/view/13139402"&ampamp;amp;gt;Galvão Bueno e comentarista discutem ao vivo&ampamp;amp;lt;/a&ampamp;amp;gt;

O bate-boca de Galvão com Renato Maurício Prado | Brasilianas.Org

29/03/2012

Volta, Dunga!

Filed under: Bafômetro,Galvão Bueno,Mano Menezes — Gilmar Crestani @ 8:24 am

Técnico da selecinha (e da Globo) foge do bafômetro

Um técnico exemplar !

Saiu no G1:
Parado em blitz, Mano Menezes recusa bafômetro, diz governo do Rio

O treinador da Seleção Brasileira, Mano Menezes, foi parado em uma blitz da Lei Seca na madrugada desta quarta-feira (28) na Zona Sul do Rio e teve sua carteira de motorista apreendida. Segundo a Secretaria de Governo do Rio de Janeiro, o treinador se recusou a fazer o teste do bafômetro, foi multado em R$ 957,70 e recebeu 7 pontos na carteira. Leia ao fim desta reportagem a nota enviada pela Secretaria de Governo.
Mano Menezes foi abordado por fiscais da Lei Seca na Avenida Ministro Raul Machado, em frente à sede do Flamengo, na Gávea. Ele estava sem a carteira de habilitação. A cópia do documento foi levada ao local pela mulher do técnico. O carro dele foi liberado após um condutor habilitado se apresentar para dirigi-lo.
O G1 entrou em contato com a assessoria da Seleção Brasileira, que ficou de enviar nota sobre o assunto.
Leia a íntegra da nota da Secretaria de Governo:
“O técnico Mano Menezes foi abordado por agentes da Operação Lei Seca, da Secretaria de Estado de Governo, por volta da meia-noite desta quarta-feira (28/01), durante blitz na Avenida Ministro Raul Machado, em frente à sede do Flamengo, na Gávea. Ele se recusou a fazer o teste do etilômetro, sofrendo as seguintes sanções administrativas: multa de R$ 957,70 e perda de 7 pontos na carteira. Mano estava sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A cópia do documento foi levada ao local pela mulher do técnico. O carro dele foi liberado após um condutor habilitado ter sido apresentado.”

Navalha

E ainda falam mal do Adriano …

Taí, quem sabe o Mano não acaba candidato a Presidente pelos Tucanos, com o apoio do Galvão ?

Paulo Henrique Amorim

Técnico da selecinha (e da Globo) foge do bafômetro | Conversa Afiada

15/11/2011

A queda: de narrador da seleção à rinha de galo

Filed under: Galvão Bueno,Rede Globo de Corrupção,UFC — Gilmar Crestani @ 8:47 am
Tags:

a-queda

Galvão Bueno estreia no UFC com novos bordões
Da Redação

O narrador Galvão Bueno, da TV Globo, estreou na transmissão do UFC na emissora, neste domingo (13), com novos bordões, como ‘gladiadores do terceiro milênio’. Galvão narrou a luta em que Júnior “Cigano” dos Santos saiu como vencedor dos pesos-pesados, ao derrotar o mexicano-americano Cain Velásquez por nocaute,  em Anaheim, nos Estados Unidos.
O locutor contou com os comentários do lutador Vítor Belfort. Galvão só cometeu uma pequena gafe, ao trocar UFC por IFC. O locutor misturou seu estilo de narrar partidas de futebol e corridas de Fórmula 1, e encerrou: "Esquerda, esquerda, esquerda, trocou! Direita, direita, direita, na cabeça! Acabou. É campeão do muuuuuundo!"
Ao final da transmissão, Galvão, se mostrou satisfeito com a estreia. “Não imaginei que aos 40 anos de carreira encontraria um novo desafio”.
Na última semana, internautas pediram que a Globo deixasse que Eder Luiz, que narrava a competição na Rede TV, comandasse a luta na TV Globo. Apesar de o pedido não ter sido atendido, Eder elogiou o colega na estreia do UFC na concorrente.

As informações são do GloboEsporte.com

Comunique-se :: Galvão Bueno estreia no UFC com novos bordões

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: