Ficha Corrida

15/10/2014

Para a Folha, incompetência agora se chama crise

A SABESP disse que que  o calor afeta o abastecimento. Calor? Essa também a desculpa centenária para não entregar água no sertão nordestino. Choque de gestão é fazer a transposição da água do Rio São Francisco, levar água exatamente onde existe mais calor. Se o PSDB não consegue dar conta de um serviço básico, para o qual teve mais de 20 anos de gestões para planejar, como poderia fazer isso em outros lugares. Em Uruguaiana, o PSDB privatizou o fornecimento da água. Já tentaram privatizar a CORSAN e o DMAE como fizeram com outras empresas públicas.  Se eles são tão ruins gestores querer assumir cargos executivos é só desculpa pra sucatearem para depois venderem, como fizeram com a CRT. É por isso que quando chegam ao poder, por pura preguiça administrativa, entregam tudo logo à iniciativa de um parente privado.

Pior que falta de capacidade de gerir para atender necessidades públicas, é esta parceria com os a$$oCIAdos do Instituto Millenium. Se o apagão hídrico estivesse ocorrendo em alguma gestão do PT, a velha imprensa já teria atiçado todos seus paus mandados para depredarem.

Na Gestão de FHC houve o apagão elétrico, na gestão do Geraldo Alckmin, o apagão hídrico. E depois, diante dos primeiros problemas nas gestões de Lula e Dilma sugerem apagão das hidrelétricas, da febre amarela, do caos aéreo… Por que esta condescendência toda com o PSDB? Teria algo a ver com o papel de oposição aos governos democráticos de esquerda suscitado pela d. Judith Brito, na ANJ?

Não é uma triste coincidência que os mesmos que estiveram pedido o golpe militar e que, depois de dado, fizeram editorial saudando a chegada da ditadura também estejam do lado exatamente de quem não prima pelas liberdade democráticas?

Não é estranho que no Estado onde houve maiores manifestações em junho de 2013, e onde também a polícia reagiu com maior intensidade, tenha se reeleito já no primeiro turno o representante do #contraissotudo? Que tenha eleito com Tiririca, Marco Feliciano e Silas Malafaia?

São Paulo, de locomotiva, virou pé atolado que atrasa o Brasil. Por quê?

Parece que a falta d’água em São Paulo gera amnésia e falta de caráter nos paulistas. Só assim para justificar porque ainda assim votam no PSDB!

cp15102014CRISE D’ÁGUA 

Falta de água já afeta todas as regiões da cidade de SP

Há casos em ao menos 24 bairros; calor aumentou consumo, diz Sabesp

Condomínios contratam caminhões-pipa e proíbem uso de piscina para tentar economizar água em meio à crise

DE SÃO PAULO

Antes circunscritos a determinadas áreas, em períodos específicos, os casos de falta de água se espalharam pela cidade de São Paulo nos últimos dias, atingindo todas as regiões da capital por intervalos que variam entre algumas horas a vários dias.

Relatos feitos por leitores à Folha e colhidos nas ruas indicam uma piora generalizada do quadro.

Nas últimas 24 horas, a reportagem identificou ao menos 30 pontos de desabastecimento em 24 bairros.

As descrições contrastam com o discurso oficial da gestão Geraldo Alckmin (PSDB), que nega racionamento.

A Sabesp reconhece parte do problema. Diz que nos últimos dias houve um aumento do consumo devido ao forte calor, mas afirma que isso prejudica o abastecimento em "alguns pontos", altos e distantes de reservatórios.

Na semana passada, a presidente da companhia, Dilma Pena, estimou em "1% a 2%" o percentual dos paulistanos atingidos pelo problema –além dos habitantes de regiões altas, mencionou quem não possui caixa d’água.

A situação é mais complicada para consumidores com esse perfil, mas a Folhaconstatou que o problema não se resume a eles.

A crise trouxe de volta à cena os caminhões-pipa, alguns deles distribuídos pela própria Sabesp.

"Mas ele passa rápido. Quem não corre fica sem", disse Gilson Costa Trindade, 45, morador da Vila São Pedro (zona sul), onde há falta de água desde domingo (12).

Baldes, galões e tonéis viraram objetos comuns na casa de paulistanos, que passaram a estocar água para tarefas domésticas.

"Comecei a armazenar para tomar banho e jogar na privada. Também vou começar a estocar para beber", afirma a dona de casa Sueli Pereira, 60, na Vila Nova Cachoeirinha (zona norte). Ela possui caixa de 1.000 litros, mas o reservatório não deu conta.

De acordo com ela, inicialmente o desabastecimento começava no fim da noite e terminava de manhã. Agora, começa no fim da tarde.

Em prédios e condomínios, o uso de piscinas está sendo limitado e até proibido.

Cartões postais da cidade, como parque Ibirapuera e avenida Paulista, também foram atingidos pela escassez.

Morador da Paulista, Felipe de Almeida, 41, diz que precisou levar os dois filhos para tomar banho num clube. "Amigos e familiares já enfrentavam o problema. Era questão de tempo."

O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) vai acionar o Ministério Público para obrigar a Sabesp a dar mais informações sobre a redução de pressão no fornecimento –principal hipótese para explicar as interrupções.

A empresa diz que a prática não visa racionar água, mas sim diminuir perdas com vazamentos –embora tenha causado uma "economia fabulosa", nas palavras de um diretor da companhia.

Para o Idec, a atuação da Sabesp é ilegal, pois o Código de Defesa do Consumidor diz que serviços essenciais devem ser prestados de forma contínua.

A Sabesp tem afirmado que não houve aumento de queixas. A maioria dos moradores entrevistados pela Folha diz que não reclama por acreditar que a queixa formal não daria resultado.

(ANDRÉ MONTEIRO, ARTUR RODRIGUES, CÉSAR ROSATI, FÁBIO TAKAHASHI, JUCA VARELLA, FABRÍCIO LOBEL, LEANDRO MACHADO, NATÁLIA CANCIAN E PEDRO IVO TOMÉ)

2 Comentários »

  1. […] A SABESP disse que que o calor afeta o abastecimento. Calor? Essa também a desculpa centenária para não entregar água no sertão nordestino.  […]

    Pingback por Para a Folha, incompetência agora se cham... — 15/10/2014 @ 7:50 pm | Responder

  2. […] Para a Folha, incompetência agora se chama crise […]

    Pingback por Para a Folha, incompetência agora se chama crise | MANHAS & MANHÃS — 15/10/2014 @ 7:24 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: