Ficha Corrida

28/06/2015

O que o helicóptero do pó tem a ver com a liberação da maconha?

Filed under: hiPÓcrita,Maconha,Patife — Gilmar Crestani @ 12:05 pm
Tags:

fhc-trip-maconha

Há que se admirar a capacidade dos bandidos em jogar a culpa de seus crimes nas costas dos outros. Diante de tanta desfaçatez, melhor seria Fernandinho Beira-Mar na Presidência da Câmara. Pelos menos entregaria o produto com rótulo correto.

Eduardo CUnha é o retrato pronto e acabado saído das tintas dos finanCIAdores do Instituto Millenium.

Por acaso os Perrella votam no PT? O Casagrande vota no PT? O Aécio Neves vota no PT? Com a palavra, Eduardo Cunha.

A frase atribuída ao office-boy dos empresários talvez explique a relação que existe entre o  helipóptero com a campanha de FHC pela liberação da maconha. Seria por isso que eles riem à toa?!

Cunha ofende 54 milhões de eleitores de Michel Temer

27 de junho de 2015 | 11:55 Autor: Miguel do Rosário

ScreenHunter_5938 Jun. 27 11.54

É impressionante o desrespeito com que Eduardo Cunha, cujo cargo de presidente da câmara deveria lhe conferir mais moderação, trata dezenas de milhões de eleitores do PT.

Em 2014, somente Dilma Rousseff obteve 54 milhões de votos.

O PT foi o partido mais votado no Congresso Nacional e tem a maior bancada dentre todos os partidos.

É o partido que o povo brasileiro escolheu para governar o país há 12 anos, auferindo o seu poder do sagrado sufrágio universal.

Dilma elegeu-se numa chapa com o PMDB. Ela, do PT, como presidente, e Michel Temer, do PMDB, como vice-presidente?

O que diz Cunha diante de correspondente estrangeiros?

Ao falar sobre a sua opinião contra a legalização das drogas, Cunha citou um vídeo satírico contra o PT. “O vídeo diz o seguinte: [o viciado] começa na maconha, passa para a cocaína e acaba votando no PT”, disse Cunha no evento destinado aos jornalistas estrangeiros. A coletiva foi concedida no hotel Windsor Guanabara, no Rio de Janeiro.

Que vulgaridade!

Repare que Cunha faz pior do que ofender o PT. Ele ofende seus eleitores, ou seja, a maioria do povo brasileiro, e as pessoas mais simples, que votaram no PT porque entenderam que é o partido que lhes ajudou a melhorar um pouco de vida.

Ofende inclusive os milhões de eleitores que votaram simultaneamente no PT e no PMDB.

Os eleitores de Michel Temer, o presidente de seu partido, também são drogados, Cunha?

A frase de Cunha traz uma carga fortíssima de preconceito.

Ora, o grosso do consumo de drogas se dá entre as classes mais abastadas.

O PT tem tido votos majoritariamente entre os mais pobres.

A asserção de Cunha, além de preconceituosa e ofensiva, é mentirosa.

A maioria dos consumidores de drogas pesadas não vota no PT.

Olha que eu considerei as drogas que, na minha opinião, são as mais pesadas: Globo e Veja.

Ah, o Cafezinho é a favor da liberação das drogas, ou seja, defendemos que as pessoas tenham liberdade de ler Globo quando quiserem.

Mas defendemos também que o Estado deveria ampliar suas campanhas para alertar as pessoas sobre os perigos que correm ao consumir drogas tão pesadas.

***

Cunha ironiza o PT: ‘Começa na maconha, vai para cocaína e vota no PT’

Na entrevista, Cunha também criticou a política externa do atual governo e disse que a coalizão mantida pela base aliada à presidente Dilma foi para o CTI – Centro de Tratamento Intensivo

POR CONGRESSO EM FOCO | 26/06/2015 18:30

Em entrevista a jornalistas estrangeiros, o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), alfinetou mais uma vez ao PT e insinuou que seus eleitores eram viciados em drogas.

Ao falar sobre a sua opinião contra a legalização das drogas, Cunha citou um vídeo satírico contra o PT. “O vídeo diz o seguinte: [o viciado] começa na maconha, passa para a cocaína e acaba votando no PT”, disse Cunha no evento destinado aos jornalistas estrangeiros. A coletiva foi concedida no hotel Windsor Guanabara, no Rio de Janeiro.

“Temos uma elite que quer a droga, mas não quer o traficante, e as duas coisas são insociáveis. O consumo de drogas é o fator gerador da venda. É óbvio que a liberação das drogas vai aumentar o consumo e estimular maior violência associada ao consumo”, defendeu Cunha.

O presidente da Câmara também disse que, com a sua gestão, o Poder Legislativo ganhou “autonomia”. “Nós mudamos esse paradigma de que a pauta tem que ser única e exclusivamente a pauta do Executivo”, declarou ele. “A oposição abriu mão de obstruir e passar a discutir e votar os temas. Esse é o conceito que estamos introduzindo. O Parlamento conseguiu mais de 30 votações de emendas constitucionais em duas semanas. Essas trinta votações são inéditas. Nunca houve, mesmo em um ano, 30 votações de emendas constitucionais”, complementou.

Na entrevista, Cunha também criticou a política externa do atual governo e disse que a coalizão mantida pela base aliada à presidente Dilma foi para o CTI [Centro de Tratamento Intensivo]. ”Não temos um presidencialismo de coalizão. Temos um presidencialismo de cooptação”, disse. “Esse parlamentar que votava para o governo, única e exclusivamente, para garantir sua emenda, não apenas nesse governo, mas em qualquer governo, hoje ele vota pela sua consciência”, complementou.

O presidente da Câmara também ratificou que dificilmente o PMDB manterá a aliança com o PT nas eleições de 2018. Conforme informou o Congresso em Foco nesta semana, a intenção do partido é lançar candidato próprio.

Alem disso, Cunha informou que a Comissão Especial do Pacto Federativo concluirá os trabalhos na semana que vem, e a primeira proposta de emenda à Constituição deve ser votada no próximo semestre. Segundo Cunha, “a emenda proíbe transmitir encargos para estados e municípios, sem os respectivos recursos. Esse é o primeiro sinal para acabar com o processo que existe hoje, de transferência de obrigações sem dar capacidade aos entes federados de sobreviverem”.

Ao afirmar que estados e municípios estão no caminho da falência, o deputado garantiu que se esforçará para que o pacto represente um reequilíbrio de forças entre os entes federados. “Ninguém pode gastar aquilo que não tem condições de fazê-lo, nem obrigação que não tenha como financiar. Claro que no tempo, a União, obviamente, terá que pagar alguma coisa. Hoje, no momento de crise, não dá para achar que vai resolver o problema de todos tirando da União. Mas, programadamente essas coisas podem ser corrigidas”, salientou.

Cunha também afirmou que a Câmara pretende realizar uma reforma tributária que, de acordo com ele, fará o país alcançar um orçamento realista. “Precisamos efetivamente saber que tributos teremos para financiar despesas. Há uma inversão de valores no Brasil. Aqui o orçamento é votado no último dia do ano, de forma que ninguém conhece, e não tem a mínima seriedade, porque ninguém o aplica. Essa forma de fazer política é errada”, na sua avaliação.

Com informações da Agência Brasil

http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/cunha-alfineta-pt-e-classifica-eleitores-como-viciados-em-drogas/

Cunha ofende 54 milhões de eleitores de Michel Temer | TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”

1 Comentário »

  1. Cunha é o retrato da bandalheira que se formou no Brasil com a intenção de derrubar D.Dilma e o PT do Governo, não se entendendo porque o partido não empreendeu uma ação para desacreditar e defenestrar esse escroque muito criminoso. O Povo ainda tem a capacidade de entender o que serve para o Brasil e o Cunha está fazendo piorar tudo!

    Comentário por Marcos Pinto Basto — 28/06/2015 @ 3:06 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: