Ficha Corrida

20/05/2015

Magna apologia da malta

Definição de malta: “conjunto ou reunião de pessoas de baixa extração social; escória, ralé.”

O elogio é uma forma antiga de homenagear personagem emblemáticos. A mais famosa é a Apologia de Sócrates. E não é uma, são duas. A de Platão e a de Xenofonte. Há também famosos elogios fúnebres, como aquele do Péricles a respeito dos atenienses caídos na guerra com Esparta.

No Brasil, há toda sorte de discurso fúnebre. Há o editorial da Rede Globo saudando a chegada da ditadura. Aliás, na Globo, o mais fúnebre de todos os discursos foi o direito de reposta de Leonel Brizola lido por um âncora com cara de defunto, Cid Moreira. Há o editorial da Folha de São Paulo chamando a ditadura de ditabranda.

Mas o mais emblemático dos tempos atuais é a Apologia do Pó! Para rivalizar com o famoso elogio fúnebre de Aécio Neves, escrito por Mauro Chaves, agora aparece mais um bípede para fazer jus à homenagem feita por Kiko Nogueira. Magno Malta não poderia ter recebido um nome mais apropriado. O nome é Magno, mas o cérebro é Mícron. Malta é malta em qualquer circunstância.

Nunca houve antes na história deste país um político com a capacidade de dizer em curto espaço de tempo o maior número de asneiras de que se tem notícia.

Magno Malta é o exemplo a um tempo exacerbado quanto verdadeiro no que se transformou a direita hidrófoba. Ele faz questão de se dizer contra a pedofilia mas ao mesmo tempo quer a maioridade penal. Nem se precisa de Freud para entender o que se passa na cabeça de quem vive falando em pedofilia e por isso quer ver menor preso…

O discurso de Magno Malta fez-me lembrar da única frase que pode resumir seu caráter: “Se não trepa e come merda, de que a hiena ri?”

Taí ó, o discurso de Magno Malta se inscreve no que se pode resumir numa Apologia do Bestiário!

Malta é a anomalia que quer combater

A Aécio: “V. Excia não perdeu a eleição. Recebeu um livramento…”

O Conversa Afiada reproduz artigo do Kiko Nogueira no DCM:

Magno Malta é ele mesmo a “anomalia” que quer combater

por Kiko Nogueira
O senador Magno Malta contém, em si mesmo, todas as interpretações possíveis do termo picareta. Na noite em que o plenário do Senado aprovou o nome de Luiz Edson Fachin para o STF por um placar de 52 a 27, Malta pediu a palavra.
Citando a Bíblia e a expressão “profissão de fé” a cada 30 segundos, pôs-se a justificar seu voto numa confissão de ignorância e maldade de dar gosto a Belzebu.
Ele tinha “dificuldade de votar” porque, na sabatina, Fachin só respondeu com “‘rolando lero’ jurídico”. O indicado de Dilma teve “escorregões jurídicos” ao escrever, por exemplo, o prefácio de um livro sobre poligamia.
Do púlpito, agitando os braços, detonou a marcha da maconha e a posição de Fachin sobre ela, segundo ele, favorável à liberdade de expressão. E se os pedófilos quiserem marchar, perguntava, apoplético.
“Se você não aplaude o homossexualismo, é homofóbico. Somos todos homofóbicos, então”, gritou. E a chave de ouro que não poderia faltar a um evangélico fundamentalista: “Fui eleito pelos que acreditam em família nos moldes de Deus, macho e fêmea. Fora isso é anomalia.”
MM já havia chamado de “anomalia” a PL 122, que incentiva, diz ele, a criação de um “império homossexual”.
Seu currículo de imbecilidades já havia sido alçado a um novo patamar em janeiro, quando enterrou o nariz no saco de Aécio Neves em seu retorno ao Senado depois da derrota na campanha presidencial. “Vossa Excelência não perdeu as eleições. Vossa Excelência recebeu um livramento da parte de Deus”, falou, num aparte antológico.
O medo e a raiva dos gays é parte do que Freud chamava de “formação reativa”, o conflito contra os símbolos externos de um sentimento que está sendo sufocado internamente.
Em seu teatro sobre Luiz Fachin, Malta foi sincero num ato falho. “Diziam ‘amanhã ele vira ministro do Supremo, caí um processo seu na mão dele e você estará arrebentado’”.
É esse seu receio, é essa a razão de toda sua conversa baseada no ódio e no preconceito: que seja julgado por Fachin no Supremo. Malta é a anomalia de que tanto fala. Onde está Deus que não opera um livramento onde é necessário?

https://www.youtube-nocookie.com/embed/GUBL3tOQig4?feature=player_embedded

Malta é a anomalia que quer combater | Conversa Afiada

23/03/2013

Veja o Papa e depois vomite

Filed under: Papa Francisco,Veja — Gilmar Crestani @ 9:51 am
Tags:

 

Veja já apela até para o papa argentino Francisco I

Foto: Roberto Stuckert Filho/PR: Encontro com Sua Santidade, Papa Francisco - 02
Presidenta Dilma Rousseff durante encontro com Sua Santidade, Papa Francisco no Palácio Apostólico - Vaticano. (Roma - Itália, 20/03/2013)

Depois de uma pesquisa Datafolha que aponta a presidente Dilma Rousseff com 58% da preferência nacional e de um Ibope que lhe dá um potencial de até 76% dos votos, a revista Veja roga ao Vaticano; capa desta semana pede que o papa exerça influência política sobre a América Latina e ajude a conter governos "populistas"; na imagem de capa, Dilma e Cristina Kirchner aparecem à "sombra do papa"; será que Francisco I disputará eleições?

Brasil 24/7

Vade retro: para VEJA, pedofilia e conluio com ditadores são bênção

Filed under: Energúmenos,Golpismo,Imbecilidade,Veja — Gilmar Crestani @ 9:32 am
Tags: , ,

O simples fato de o Jorge Bergoglio ganhar a capa da Veja já é por si só prova de sua inutilidade. As intenções políticas são por demais evidentes, e o braço da Opus Dei começa avançar para dentro da Veja. Só falta agora a Veja abraçar a bandeira política de José Serra e perseguir os Conselho Regionais de Medicina por conta da aprovação do aborto. E faz sentido. Se houvesse aborto, talvez não teríamos Bergoglio, nem Veja, nem Serra… Usando das própria palavras da igreja católica, vade retro satanás! Dispenso carisma de comparsas de ditadores!

A capa da revista Veja!

Enviado por implacavel, sab, 23/03/2013 – 01:07

Autor: Blog do Implacavel

A capa da revista Veja! | Brasilianas.Org

01/11/2010

Imagem da Campanha

Filed under: Isto é PSDB!,PIG — Gilmar Crestani @ 10:12 pm
Tags: , , ,

Todos os que de alguma forma participaram desta campanha hão de ter uma imagem que levarão pelo resto dos dias. Como ex-seminarista, o assunto que mais me achou a atenção, negativamente, foi a pauta religiosa imposta pela Opus Dei e fervorosamente abraçada por José Serra. No difícil papel de reverter o quadro eleitoral, a onda Serra foi recolhendo pelo caminho, sem tapar o nariz, dejetos de todos os tipos.

Para um país tão diversificado, laico e pacífico, trazer a disputa religiosa no mais baixo nível após a Inquisição, foi importante para trazer à luz uma ala da Igreja Católica que atua nos recônditos mais profundos da estupidez humana. E do que é capaz a direita brasileira em busca do poder.

No dia 29/10/2010, o jornal Folha de São Paulo registrou para a posteridade toda hipocrisia dos grupos que estiveram ao lado de José Serra: a velha mídia, o Cansei, os monarquistas, a Opus Dei, os sinistros do SNI, a TFP, o Instituto Millenium. Na capa do citado jornal aparece o candidato da direita beijando uma estátua de Nossa Senhora Aparecida… na boca. Nenhum religioso, de qualquer linha da Igreja Católica, a não ser os pedófilos, beijariam uma estátua de uma virgem nos lábios. Serra o faz sob o beneplácito do jornal. Não é de estranhar que o ex-militante da juventude Hitlerista, Ratzinguer, tenha silienciado sobre a pedofilia da igreja na Itália e tenha se metido na política no Brasil.

 

Serra BeijaNSAparecida na boca cp29102010

18/10/2010

Aborto ou Pedofilia?

Filed under: PIG — Gilmar Crestani @ 11:02 am
Tags: , ,
pedofilia

Questão relevante.

Descobriu-se, afinal, a verdade por trás (epa!) da investida da ultra direita católica contra o aborto. Parece que a verdadeira razão porque alguns religiosos da extrema direita, ligados à Opus Dei e TRP, são contra o aborto, é menos nobre do que parece.

Como os mesmos personagens não se manifestam contra a pedofilia na Igreja, fica subentendido que o aborto diminui a incidência da pedofilia… Portanto, os pedófilos são contra o aborto por uma questão de mercado ou de interesse próprio.

Aliás, a rapidez com que a  Igreja Católica no Brasil condena o aborto, dietralmente oposta no que concerne à pedofilia, diz tudo o que se precisa saber a respeito de hipocrisia.

O resto é coisa de Partico Sem Decência nem Bondade!

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: