Ficha Corrida

19/07/2013

Este sanguessuga é um escândalo

Filed under: José Serra,Médicos Cubanos — Gilmar Crestani @ 8:46 pm
Tags: ,

Os médicos cubanos e o tiro de canhão de Serra no próprio pé

Kiko Nogueira 19 de julho de 2013

serra cubaEm 1999, ele defendeu a vinda de profissionais de Cuba, medida que chama hoje de “absurda”.

Serra é um mestre na arte de se superar. Em visita ao Senado na terça, convocada por ele mesmo, desceu a lenha no programa “Mais Médicos”, que pretende ampliar a presença de profissionais estrangeiros no Brasil.

“É um tiro no pé. Um tiro de canhão porque é uma medida absurda, inclusive para enfraquecer o próprio governo”, disse. “A ideia é não fazer nada, é fazer propaganda e publicidade. A questão é fazer o efeito de passar para a opinião pública que está preocupado com a saúde”.

Grande estrategista político, ao menos segundo ele mesmo, Serra deu mais um tiro de canhão no próprio pé. Em 1999, quando ministro da Saúde, falando sobre a dificuldade de levar profissionais para o interior do país, defendeu a vinda de médicos cubanos. De acordo com o Jornal de Brasília daquele ano, afirmou que apresentaria “uma solução jurídica que vai permitir a permanência dos médicos cubanos no Brasil”.

Num jantar na casa do então senador Ney Suassun, ele voltaria ao tema. “Serra defendeu também a permanência de médicos cubanos no país, que, ao contrário de colegas brasileiros, seriam menos resistentes à idéia de trabalhar no interior do Brasil”.

Em 2000, seu ministério redigiria um decreto para regulamentar o trabalho dos estrangeiros, especialmente de Cuba, que atuavam na região Norte.

Na época, naturalmente, não houve um pio de jornais e revistas contra a importação de médicos.

Sobre o autor: Kiko Nogueira Veja todos os posts do autor Kiko Nogueira

Diretor-adjunto do Diário do Centro do Mundo. Jornalista e músico. Foi fundador e diretor de redação da Revista Alfa; editor da Veja São Paulo; diretor de redação da Viagem e Turismo e do Guia Quatro Rodas.

Os médicos cubanos e o tiro de canhão de Serra no próprio pé | Diário do Centro do Mundo

27/06/2011

O Globo sai em defesa de José Serra

Havia um dossiê com as falcatruas (Máfia das Ambulâncias) de José Serra no Ministério da Saúde, no (des)governo do prof. Cardoso. O PT iria pagar uma nota preta para fazer chegar ao público as informações, pois os a$$oCIAdos do Instituto Millenium blindavam o candidato do PSDB, José Serra. Até hoje o PIG fala nos aloprados que tentaram comprar o dossiê mas nunca falam no conteúdo. As fraudes não interessava ao PIG. Para quem transformou um bolinha de papel em em Míssil Excet, esconder falcatruas de correligionários é o de regra… 

Mercadante sai em defesa de Ideli

Ministro nega suposta ligação da colega com escândalo dos aloprados

Gerson Camarotti, O Globo

Na antevéspera de seu depoimento na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, onde irá amanhã para rebater a acusação de participação no chamado escândalo dos aloprados, o ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, saiu em defesa da ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvati. Ao GLOBO, ele afirmou ontem que há uma tentativa de atingir a nova ministra e o governo Dilma Rousseff.

Em reportagem no fim de semana, a revista "Veja" afirma que, em 4 de setembro de 2006, a então senadora petista Ideli Salvati participou das negociações para a compra de um dossiê falso contra o ex-governador tucano José Serra, que disputava e venceu a eleição contra Mercadante.

Segundo a revista, Ideli ficou com a tarefa, após essa reunião, de divulgar o falso dossiê que mostraria ligações de Serra com empresários envolvidos em fraudes na saúde.

O Globo

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: