Ficha Corrida

29/07/2015

Entenda porque os eleitores do Tiririca da Serra, amestrados pela RBS, odeiam Tarso e o PT

rbs (2)

Eta povinho besta. Os midiotas acreditam na RBS, aquela pega na Operação Zelotes, consomem lei com detergente, queijo com amido de milho, iogurte com soda cáustica e cantam “sirvam nossas façanhas de modelo a toda terra”. O PP gaúcho, pego por inteiro na Lava Jato, comanda a manada amestrada pela RBS no ódio aos movimentos sociais. Para cada Luis Carlos Prates da RBS há um Luis Carlos Heinze no PP. Para cada Ana Amélia Lemos na RBS, há um Augusto Nardes no TCU. Por que a RBS não condena o PMDB do Eduardo CUnha? Ora, porque precisa deles para se safar da Zelotes…

Os idiotas gaúchos adoram a política de segurança do Governo Sartori porque ela é feita com dinheiro retirado das diárias dos policiais para ser investido em propaganda. A RBS, como fiel filial da Rede Globo, também adota a Lei Rubens Ricúpero: esconde o que é ruim para Sartori e tenta impingir porcaria como se fosse coisa boa.

E o Tiririca da Serra, no mesmo diapasão do Geraldo Alckmin, sempre consegue uma boquinha para o Farid Germano Filho na TVE e assim consegue mais amestrado para sua plateia de imbecis. A Política de Segurança é a mesma do governo Yeda Crusius, que por sua vez foi importada de São Paulo, via PCC. Vide Operação Rodin! Mas o Tiririca da Serra é capaz de confundir PCC com PVC e mandar procurar segurança na Tumeleiro.

Agora no RS, como em São Paulo e Paraná, é mais fácil os governadores sentarem com o PCC do que com os professores ou com os policiais. E a manada abestalhada come capim, até porque o salário dos funcionários vem parcelado. Mas o dele e do marketing, em dia!

“O Tribunal de Contas do Estado aprovou por unanimidade as contas do nosso governo e fez um excelente diagnóstico da situação financeira do RS. Reproduzo aqui a fala do conselheiro/relator, Algir Lorenzon, sobre a nossa gestão das finanças:
“Ele sacou bastante do Caixa Único? Sacou, é verdade! Mas ele aplicou mais do que qualquer outro, em qualquer período do estado do Rio Grande do Sul na Educação, na Saúde, no pagamento de precatórios, no reajuste de servidores públicos, no pagamento em dias destes servidores e na reposição de pessoal nas áreas da segurança, saúde e educação.
Se formos confrontar toda a situação, mostrando que não há nenhuma incompatibilidade ou irregularidade na contabilização dos gastos, aquilo que hoje a imprensa nacional vem chamando de pedaladas, observamos que no Rio Grande não teve nada disso. Tudo foi às claras, está tudo contabilizado.
É um quadro ruim? É! Mas no ano passado era também, no governo passado também foi, no anterior também foi. Quando eu disse que estou examinando pelo vigésimo sexto ano consecutivo contas de governador, me recordo, pela memória que ainda tenho, de que o quadro também era ruim em 1990.
Se o governador Tarso Genro tivesse agido com dolo, com ma fé, com atos de corrupção, com qualquer coisa desse tipo, nós estaríamos propondo o voto desfavorável. Mas nada disso ocorreu.
Ele retirou recursos do Caixa Único e aplicou em Saúde, Educação e Segurança atingindo os melhores índices, de todos os tempos, no quadro do Estado.”

Praia de Xangri-Lá

06/03/2015

Fundo do poço: assassinos e estupradores da ditadura agora cobram moralidade

Filed under: Aracely,Clube Militar,Ditadura,Energúmenos,Estupro,Gorilas — Gilmar Crestani @ 8:28 am
Tags:

ditadura aracelyCORRUPÇÃO

Clube Militar lançará campanha pela ‘moralidade nacional’

DO RIO – O Clube Militar, no Rio, lança no próximo dia 19 uma campanha pela "moralidade nacional". A intenção é realizar debates e divulgar textos na internet com o combate à corrupção como tema principal.

O clube divulgou uma lista com 31 nomes, entre militares da reserva, jornalistas e políticos que, de acordo com a associação, aderiram à ideia.

Em uma carta, o grupo diz que a iniciativa surgiu "com a constatação de que valores da sociedade apresentam diversas distorções". "Os direitos de minorias prevalecendo sobre os da maioria" seriam uma delas, segundo o clube.

A informação surpreendeu o jornalista Fernando Gabeira, que aparece como signatário."Autorizei a utilização de meus textos no site. sobre esta questão não estou sabendo de nada. Não li o documento."

Para o general Gilberto Pimentel, presidente do clube, a pretensão é que a iniciativa "seja de todos que amam, verdadeiramente, o Brasil".

11/04/2014

Paulo Juelho ViRo Mário

Filed under: Coerência,Paulo Coelho,Política,Romário — Gilmar Crestani @ 10:25 pm
Tags:

E depois os políticos não fazem o que prometem. Prometem qualquer coisa. Desmentem o que disseram ontem. São uns vira-casacas… Então, o que dizer do Paulo Coelho e do Romário? Parodiando o próprio, Romário calado é um poeta… Parecem a Globo. Saudaram a chegada dos ditadores. Confraternizou com eles, enriqueceu e agora vem dar lição de comportamento democrático. Tudo bem, a Globo até admitiu o erro, mas não pediu perdão nem devolveu o que roubo. Por pressão da Globo, tanto Paulo Coelho como Romário tentam descantar o verso. Mas  internet não perdoa. A gente sabe o que vocês disseram à “Época”…

O diário de um mago

WandNews – 35ª edição

Jornalismo Wando

O beijo no coração dessa semana vai para o escritor brasileiro mais famoso do mundo, o nosso mago Paulo Coelho. Essa semana o escritor expressou toda sua revolta contra a realização da Copa do Mundo no Brasil e, segundo a revista Época, "está decepcionado com o governo, a FIFA e os escritores nacionais”.

"Não vou à Copa, embora tenha ingressos. Eu não posso estar dentro do estádio sabendo o que se passa lá fora com os hospitais, a educação e tudo o que o clientelismo do PT tem renegado muito”.

O curioso foi relembrar do entusiasmo do nosso mago em 2007, quando foi integrante da delegação brasileira na disputa do país sede para a Copa desse ano.

Na ocasião, Coelho chegou a chamar o presidente da FIFA, Joseph Blatter, de "cher ami" ("querido amigo") e deu fortes declarações em favor da candidatura brasileira.

Sacramentada a vitória do Brasil, o escritor comemorou:

A partir de hoje, começa uma vitória que durará sete anos. O que vemos na Seleção, vemos no povo. O trabalho árduo, a capacidade de sonhar e sua criatividade. Honraremos como povo brasileiro essa possibilidade”.

Nessa época nossas escolas e hospitais não eram padrão-Fifa, Blatter não era exemplo de honestidade e a política do PT não era tão diferente da atual. Isso pra não dizer que o Romário ainda não era deputado.

O que de fato aconteceu pro mago ter mudado de opinião? Será que foi porque o governo não levou seus amigos escritores pra Feira de Frankfurt no ano passado? Ou é apenas a tal metamorfose ambulante?

SQN

03/08/2013

Filhos dos outros

Filed under: FHC,Lula,Lulinha,Miriam Dutra — Gilmar Crestani @ 11:23 am
Tags: , ,

Segundo os que não têm cérebro, tudo o que diz respeito ao filho de Lula é grandioso. Donde concluo que Lulinha não é filho do Lula, é filho de Itú! Estes que vivem fazendo e divulgando montagens de Lulinha esquecem de outro filho. Quando FHC era Presidente, uma jornalista da Globo, Miriam Dutra, dizia ter engravidado do marido de Ruth Cardoso. Com esta estratégia, a Globo capturou o sociólogo dos desocupados e escondeu a moça na Espanha. Nenhum dos parceiros da verdade e da liberdade de expressão publicou uma linha sobre o fato. Quando a mulher de FHC, Ruth Cardoso, morreu, os filhos pediram exame de DNA e assim conseguiram provar que o filho que FHC havia assumido como seu era só filho da mãe. Por que não falam sobre o filho que FHC pensava que era seu, registrou no seu nome, mas que restou provado que não era? E se algo parecido tivesse acontecido com Lula, o que diriam Folha, Estadão,Veja, Rede Globo e tantos imbecis espalhados pelo Brasil?

Os coxinhas e o mundo luxuoso e milionário do Lulinha

Davis Sena Filho

DAVIS SENA FILHO 2 de Agosto de 2013 às 15:41

Já que os coxinhas acreditam em tudo que leem e veem na imprensa de mercado, resolvi também informá-los sobre o patrimônio do filho do ex-presidente, o Lulinha

Os coxinhas, a classe media reacionária e preconceituosa, acreditam em tudo, principalmente no que é publicado e veiculado na imprensa de negócios privados, aquela que sonega impostos, aposta e participa de golpes de estado, que combate sistematicamente governantes trabalhistas, que ouve e apoia apenas um lado e que demite seus empregados, porque não têm competência para se estabelecer, a exemplo da Bradesco Esportes, da Band News, da Rádio Bandeirantes, do Estadão, de O Dia, da Folha de S. Paulo e da Editora Abril, que fechou quatro revistas e demitiu 150 jornalistas, muitos deles defensores do status quo, do establishment e que neste mês amargam o desemprego e a humilhação de ter de sair porta afora.

Já que os coxinhas acreditam em tudo que leem e veem na imprensa de mercado e não dão qualquer sinal de discernimento, sensatez e o mínimo de inteligência para ponderar sobre quaisquer coisas, acontecimentos e realidades, afinal eles se autodenominam "apolíticos" e "apartidários", resolvi também informar os coxinhas — veteranos e jovens — sobre o filho do ex-presidente trabalhista, Luiz Inácio Lula da Silva (Lula), conhecido como Lulinha.

Como se sabe, os boatos sobre o Lulinha infestam a internet desde que o mais importante e prestigiado político da América Latina e do Brasil, em termos mundiais, assumiu a Presidência da República em 2003. Contudo, eu, a exercer a profissão de jornalista profissional há cerca de 30 anos, nunca escrevi nada sobre o Lulinha e muito menos teci comentários sobre o cidadão em questão, sejam tais ilações negativas ou positivas.

Para cooperar com a blogosfera e bem informar os coxinhas ou qualquer pessoa que seja, resolvi publicar no Blog Palavra Livre, por intermédio de fotos, as posses, ou seja, o patrimônio pessoal do Lulinha, ao tempo em que me antecipo em minhas desculpas se eu tiver esquecido ou fui relapso ao denunciar algum outro patrimônio que, porventura, o filho do Lula tenha escondido para sonegar o fisco e eu fui condescendente ou não percebi.

Veja abaixo o patrimônio do Lulinha

O carro do filho do Lula:

O iate do filho do Lula:

A casa do filho do Lula:

O avião do filho do Lula:

O terno do filho do Lula:

A churrasqueira do filho do Lula:

A escarradeira do filho do Lula:

A bola de futebol do filho do Lula:

O hambúrguer do filho do Lula:

O palito de dentes do filho do Lula:

Enfim, a partir de agora o que estiver ao meu alcance sobre as excepcionais condições de vida do Lulinha, o filho do Lula, eu não mais vacilarei em denunciá-las ao público coxinha, reacionário em sua essência e preconceituoso por ideologia. Lulinha tem de ser combatido, pois se tornou um perigo para a imprensa comercial e privada (privada nos dois sentidos, tá?) e para a classe média brasileira "apolítica" e "apartidária", bem como para os seus ferozes filhos coxinhas, que, colonizados e portadores de um incomensurável complexo de vira-lata, sonham a vida inteira com a cidade de Orlando para abraçar o Mickey e fazer a vez do Pateta. É isso aí.

*Montagem das fotos de Jorge Stolfi

Os coxinhas e o mundo luxuoso e milionário do Lulinha | Brasil 24/7

16/05/2013

O PMDB não é uma moeda, são trinta dinheiros

Filed under: PMDB,Vira-latas — Gilmar Crestani @ 7:40 am
Tags:

Sob pressão, governo recua e altera projeto de reforma dos portos

Planalto aceita emenda patrocinada pelo PMDB, mas votação na Câmara entra pela madrugada sem conclusão

Medida, considerada prioritária por Dilma, perderá a validade caso não seja aprovada pelo Senado hoje

DE BRASÍLIA

O governo recuou e fez concessões ontem ao PMDB em uma tentativa de aprovar no Congresso a medida que reformula o sistema portuário brasileiro.

Após dois dias de sessões e mais de 30 horas de discussão, o Planalto ainda não havia conseguido até o início da madrugada de hoje votar a medida provisória na Câmara.

O texto, que ainda precisa ser analisado pelo Senado, perde a validade na noite de hoje caso não seja aprovado.

O governo foi obrigado a recuar para ceder parcialmente ao líder da bancada do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), um dos principais opositores ao texto do governo.

Foi aprovada uma emenda que permite, desde que sejam feitos investimentos em modernização, a renovação de contratos de concessão de terminais em portos públicos firmados depois de 1993 e que ainda não venceram.

A ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil) disse ontem que, se a Câmara aprovar mudanças com as quais o Planalto não concorde, a presidente Dilma Rousseff irá vetar.

"A presidente pode usar de sua prerrogativa de veto, isto será analisado pelo governo", afirmou Gleisi.

PATINHAS

A mudança aprovada ontem vinha sendo rejeitada pelo Planalto e foi chamada pelo líder do PR, Anthony Garotinho (RJ), de "emenda Tio Patinhas".

De acordo com o deputado, seus defensores estariam agindo em prol de empresas privadas que atuam hoje nos portos públicos.

Nos últimos dias, o governo mobilizou aliados, negociou liberação de emendas parlamentares, prometeu acelerar a nomeação de indicações em estatais com o objetivo de derrotar o Cunha.

O peemedebista era considerado o principal entrave ao texto e teve anteontem suas sugestões de mudanças derrubadas. Com isso, adotou comportamento de oposicionista, dificultando o andamento das votações e forçando o Planalto a reabrir as negociações.

A situação do governo ficou ainda mais complicada ontem quando a oposição apresentou cinco novas sugestões de modificações no texto, elevando o total para 17 emendas, o que prometia estender a sessão pela madruga, com risco de ser derrubada por falta de quórum.

No final da noite, vários parlamentares abandonaram o plenário e foram se refugiar no anexo conhecido como "cafezinho". Lá se serviram de galinhada e arroz carreteiro Muitos aproveitaram para assistir à eliminação do Corinthians da Libertadores.

INTERESSES

A medida provisória que, abre o setor portuário e cria competição entre portos públicos e privados, gerou uma guerra entre operadores de portos públicos, como Santos Brasil e Libra, e grupos empresariais interessados em portos privados, como o de Eike Batista e a Odebrecht.

Mesmo que consiga concluir a etapa da Câmara, o governo deve enfrentar problemas no Senado, onde também não há consenso sobre a medida.

O clima entre os senadores também não é de consenso. Ontem, alguns governistas, entre eles do PDT e do PTB, se reuniram com deputados para tentar montar uma operação para derrubar o texto no Senado.

Em conversa com o vice-presidente Michel Temer (PMDB) e à ministra Gleisi, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), mantinha um discurso otimista.

Renan prometeu fazer uma votação-relâmpago na Casa. Mas a oposição diz que vai entrar com ação no Supremo Tribunal Federal para tentar evitar a realização da sessão.

03/04/2013

2030: o Brasil pós-Globo

Filed under: Rede Globo de Corrupção — Gilmar Crestani @ 9:43 am
Tags:

Paulo Nogueira3 de abril de 201362

Uma utopia possível e até provável.

No futuro, você não verá este tipo de jornalismo

No futuro, você não verá este tipo de jornalismo

Me pedem que analise um texto de um colunista que eu não conhecia, Rodrigo Constantino.

Li.

A não ser que aconteça uma desgraça, não voltarei a lê-lo jamais.

É um cruzamento de Olavo Carvalho, Reinaldo Azevedo e Ali Kamel.

Muito para mim.

Sobre o texto, é uma distopia. O Brasil, no futuro, terá a moeda comum do continente, o bolívar, e o Bolsa Família, “esmola”, será universal entre nós.

É mais ou menos isso.

Ofereço uma visão alternativa de futuro. Fixemos o ano de 2030.

Em 2030, o Brasil já não terá mais a Rede Globo. Ela foi definhando em audiência, o que já está ocorrendo aliás há alguns anos.  Eram 50%, depois 40%, depois 30%, depois 20%, e afinal o zero se aproximava.

Chegou uma hora em que ela era vista apenas pela família Marinho, e não na totalidade, e parte dos funcionários da Globo.

O golpe baixo com o qual ela segura a receita publicitária – o infame BV, que mantém as agências acorrentadas à empresa – foi finalmente enquadrado pelo governo como prática monopolista e desleal.

O governo também apertou o cerco sobre expedientes fiscais imorais, como a proliferação de PJs. O caso icônico de Carlos Dornelles deflagrou uma ação da Receita Federal que pôs fim à mamata.

E a internet foi cobrando o seu preço, segundo a segundo.

No futuro que ofereço ao exame de vocês, os brasileiros ao se livrar da Globo se livrarão também de: a) novelas que deseducam; b) programas como o BBB, que também deseducam; c) horários abjetos de jogo de futebol apenas para que as novelas não sejam interrompidas.

É fácil montar um abecedário aí.

Os brasileiros também estarão libertados de noticiários desonestos e manipuladores, e de colunistas que combatem tenazmente pela manutenção dos privilégios dos Marinhos, de Jabor a Merval.

Não mais Jô, não mais Galvão, não mais Waack. Não mais Faustão, não mais Fantástico, não mais Ana Maria Braga.

Não mais Bonner. Não mais Bial.
Talvez bebamos menos cerveja, e levemos portanto uma vida mais saudável, porque sumirão os merchans das novelas que estimulam os espectadores a achar qualquer motivo para abrir uma lata ou uma garrafa de qualquer marca.

Isso porque o anunciante é a Ambev, dona de quase todas as marcas, a começar por Brahma e Antarctica, e então não faz diferença que cerveja seja consumida.

Os Marinhos deixarão de figurar na lista dos bilionários da Fortune, e parte de sua fortuna irá construir casas, escolas e hospitais nas favelas cariocas, que aliás deixarão de ser favelas.

Numa autocrítica imperiosa, a prefeitura de São Paulo rebatizará a avenida Roberto Marinho como avenida Vladimir Herzog.

Já não lembro os detalhes do futuro de Constantino, mas prefiro me ater a este, que de resto considero bem mais realista.

Quanto a ele próprio, Constantino, em 2030 ele está casado com Yoani, e os dois vivem numa tent city em Miami. O padrinho do casamento foi o cubano exilado em Miami Carlos Alberto Montanez, o Perfeito Idiota Latino-americano.

^Topo

TAGS » dcm, Globo, Rodrigo Constantino

Postado em » Mídia

Sobre o autor: Paulo Nogueira Veja todos os posts do autor Paulo Nogueira

O jornalista Paulo Nogueira, baseado em Londres, é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mundo.

Diário do Centro do Mundo 2030: o Brasil pós-Globo – Diário do Centro do Mundo

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: