Ficha Corrida

31/03/2015

Nunca antes neste país haveria uma operação para pegar a Rede Besouro Sonegador

OBScenas: Jorge Pozzobom & caeterva Sirotsky!

pozzobom y SirotskyHoje vou ouvir toda sorte de boçalidades do Wianey Carlet só para saber se ele terá culhão para chamar o patrão às falas. Ele que é sempre tão valentão. Metido a paladino da moralidade contra a corrupção, que destila toda sorte de impropérios contra os corruptos, terá a hombridade de tecer algum comentário a respeito do modus operandi da RBS?!

Desde que foi lançada a Operação Zelotes a fala do valentão de Viamão parece de gato cagando na chuva. Nem um pio a respeito de como funcionam as coisas no âmbito da RBS em relação aos impostos. Aliás, ele também nunca deu um pio a respeito do estuprador de Florianópolis.

Esses valentões são uns luluzinhos da Pomerânia em relação a quem aos seus patrões. São vira-bostas de última. Paus mandados, ventríloquos, magarefes da honestidade alheia, acocam no primeiro pau de vassoura quando o patrão dá um assobio. Volto a dizer, desde meus tempos de seminarista tenho para mim que os moralistas mais raivosos são os que vivem com uma estaca plantada no rabo.

Será que o Pedro Simon será entrevistado para falar a respeito da Operação Zelotes?! Será que Instituto Millenium, a ANJ vão se manifestar a respeito das peripécias do parceiro de caminhada?!

E os muitos funcionários espalhados pelos partidos (Britto/PMDB, Ana Amélia Lemos/PP gaúcho, Sérgio Zambiasi/PTB, Lasier Martins/PDT) farão a defesa do patrão? Eles sempre tão zelosos da honestidade alheia foram cair exatamente na Zelotes…

Será que o convívio com Jorge Pozzobom contaminou a família Sirotsky ou foi o contrário?! Será que eles pensam que continuam no governo do parceiro FHC, quando Geraldo Brindeiro engavetava tudo?!

Caso RBS é um dos mais graves da Operação Zelotes

:

Segundo o Ministério Público, rede de comunicação presidida por Eduardo Sirotsky está, ao lado do grupo Gerdau, entre os casos que há indícios mais fortes de eventuais irregularidades na Receita Federal; os 74 processos abertos na operação Zelotes somam R$ 19 bilhões; segundo a PF, "já foram, efetivamente, identificados prejuízos de quase R$ 6 bilhões"; RBS teria pago R$ 15 milhões para eliminar dívida de R$ 150 milhões

31 de Março de 2015 às 06:47

247 – O grupo RBS, presidido por Eduardo Sirotsky está, ao lado do grupo Gerdau, entre os casos que há indícios mais fortes de eventuais irregularidades na Receita Federal. É o que aponta o Ministério Público no âmbito da operação Zelotes, segundo reportagem de Natuza Nery.

Até agora, a Polícia Federal acredita que ao menos 12 empresas negociaram ou pagaram propina para reduzir débitos com a Receita. Os 74 processos abertos na operação somam R$ 19 bilhões. Segundo a PF, "já foram, efetivamente, identificados prejuízos de quase R$ 6 bilhões".

A quadrilha fazia um “levantamento” dos grandes processos no Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), procurava empresas com altos débitos junto ao Fisco e oferecia "facilidades", como anulação de multas. O esquema teria sido iniciado em 2005, mas começou a ser investigado pela PF em 2013.

Caso RBS é um dos mais graves da Operação Zelotes | Brasil 24/7

14/03/2015

Censura: Zero Hora e Correio do Povo escondem PP dos gaúchos

heinzeLuis Carlos Heinze, do PP gaúcho, ganhou o troféu "Racista do Ano"

– Herr, Heinze, aposto que não há na Lava Jato nenhum “quilombola, índio, gay ou lésbica”. Mas também é verdade que lá tem tudo o que não presta!

Curioso para saber no que o pessoal do PP gaúcho aplicou o dinheiro conseguido com muito trabalho na Petrobrás, via Paulo Roberto Costa, visito os portais dos que se dizem grupos de informação gaúchos. Pensava encontrar explicações para entender porque o PP gaúcho, cabresteado pela funcionária da RBS, se bandeou todo pro lado do Aécio Neves. Uma explicação que está internet mas que os RBS e CP se recusam a dar, é a que Dornelles, primo do Aécio, era quem sabia do dinheiro do PP, diz Ciro Nogueira. Ciro, o pequeno, é o Presidente do PP…

No Correio do Povo: Janot diz que Lava Jato é o maior esquema de corrupção do País. O Correio do Povo explica porque a Igreja Universal no RS é uma linha do PP para assuntos de exploração espiritual.

Já na RBS, as matérias em destaque são: Saiba como foi o último capítulo da novela Império e Saiba quem são os articuladores do protesto contra Dilma. A mesma estagiária em pedagogia fez as duas matérias. “Saiba” porquê! Sim, ela, a RBS e sua estagiária querem nos ensinar. Estão sempre querendo nos doutrinar. Por isso também escolheram dois adolescentes para dizer como devemos ser.

Para a RBS, tudo se resume em novela. Ela conta o enredo mas não entrega produtores nem diretores. Dá o tampa e esconde a mão. A RBS quer nos fazer crer que as manifestações que são articuladas para derrubar Dilma, e que não é de hoje, é obra de dois jovens nerds. A própria RBS, ao chama-los de caras pintadas, é uma das mãos que balança o berço. Até porque nem poderia ser diferente. A Globo já escalou o elenco desta novela, cujo enredo envolve espionagem, heliPÓpteros com 450 kg de cocaína, sistemas de contagem de votos, comemoração de vitórias antes de terminada a contagem dos votos.

Como na Lista Falciani, a Lista do PP gaúcho só tem gente branca de olhos azuis!

 

Traficantes de Informações

16606542039_8df3fb706d_bA única informação presente nos dois portais, Correio do Povo e RBS, é o estrondoso silêncio a respeito do partido gaúcho que está de corpo e alma envolvido naquilo que o Procurador Geral da República chamou de “maior esquema de corrupção”, o PP do Pratini de Moraes, Ana Amélia Lemos, e a famiglia Germano…

(Aqui um parentes para falar de Farid Germano Filho, primo do meliante mor do PP gaúcho. Este energúmeno, conhecedor das “proezas” do primo amado, ocupa o espaço esportivo para culpar, inclusive quando seu Grêmio perde, o Governo Federal. É este tipo de imbecil que, por suas relações familiares, é guindado a ocupar espaço nos grupos mafiomidiáticos). Farid Germano Filho não é muito diferente de Wianey Carlet. Ambos são filhos do jornalismo invertebrado, que impreca contra pobres para defender os patrões. São paus mandados!

A Operação Lava Jato só é maior, por enquanto, porque Janot ainda não começou apurar as fraudes no HSBC… O swissleaks é ainda maior, mas como pega os traficam informações, não será manchete nem movimentará os nerds de facebook.

Este é tipo de protesto que os jovens inocentes, os nerds de jornal, que a RBS ajuda a vender. Se aparecer um nerd sem toddynho e matar, a RBS poderá publicar em seus jornais: “Um mártir para o MST” Ou, Dilma já tem seu mártir

Quando será que o Instituto Millenium será enfrentado como grupo mafioso que é. A constatação de que estão todos com contas em paraísos fiscais, se não explica tudo, já é indício suficiente para provar onde estão e quem protege BANDidos.

 

SwissLeaks

hsbc swissleaks corrupção A glamourização dos protestos esconde as digitais da RBS e seu histórico de luta contra o MST. Você “sabia” que a RBS é obra da Ditadura, e, em parceria com a Rede Globo, fez a defesa dos ditadores em benefício próprio?! A RBS nasceu com a ditadura e está falindo com a democracia. Sua única chance de sobrevida é a derrubada de governos democráticos.

Militante tucana “contra a corrupção” é filha de envolvido no escândalo Swissleaks. Fernanda Mano de Almeida também mantinha conta no HSBC.

Essa não merece reportagem na RBS, muito menos é lembrada. O que interessa é glamourizar golpistas.

Só derrubando Dilma e entronizando alguém que derrame recursos, só assim a RBS terá uma sobrevida.

Eu ainda lembro quando FHC foi apeado do poder e no dia seguinte desembarcou em Porto Alegre Pedro Parente e Pérsio Arida. Uma mão do PSDB lavou a outra da RBS, e as duas limparam a bunda.

Os movimentos de derrubada de governos, na América Latina ou no Oriente Médio, mas sempre para derrubar grandes produtores de Petróleo. Coincidentemente, contam com grupos ventríloquos de mídia cumprirem o que determinam seus finanCIAdores ideológicos.

06/08/2013

Imagem de cadeira defecada na Arena do Grêmio era piada entre torcedores

Filed under: ARENA,Barriga,Grêmio,Merda,Wianey Carlet — Gilmar Crestani @ 11:03 pm
Tags: ,

Eu nem posso culpar os gremistas. Já foi demais terem de ficar sem estádio. E agora mais essa, resvalaram na própria merda. Os gremistas não reconhecem a própria merda e aí contratam o perito em merda, Wianey Carlet, da RBS, para diagnosticar. Depois de algumas lambidas, a acusação: É colorada! Depois que a Globo contratou o perito Molina para dizer que uma bolinha de papel era um objeto contundente, nada mais surpreende nesta putaria mafiomidiática. A RBS, depois que o Inter fechou o contrato com a Andrade Gutierres sem a participação dela, deram para buscar sempre desmerecer o campeão de tudo. Eles, sim, são uns campeões de merda!

Fezes em cadeira seriam brincadeira entre torcedores Foto: Reprodução Fezes em cadeira seriam brincadeira entre torcedores Foto: Reprodução

Tudo não passou de uma brincadeira. A imagem publicada na Internet por um torcedor do Internacional, supostamente após ter defecado em uma das cadeiras da Arena do Grêmio durante o clássico Gre-Nal, foi desmentida nesta terça-feira. O próprio rapaz que divulgou a imagem, creditando o ‘feito’ a um amigo, fez piada com a repercussão do episódio:

No perfil original do "acusado", que faz parte de uma torcida organizada do Internacional, algumas pessoas alteraram entre piadas, mensagens agressivas e até racistas, enquanto um grupo defendeu o rapaz.

​Outro fator confirma que a foto não aconteceu na Arena: nenhum dos encostos da cadeira do estádio tem o formato que aparece na foto. Procurados pela reportagem, um dos administradores da Arena Porto-Alegrense disse que não houve nenhum movimento suspeito durante o período no qual os 1, 5 mil torcedores do Inter estiveram nas arquibancadas, e as pessoas na limpeza não identificaram nenhum grande incidente.

Imagem de cadeira defecada na Arena do Grêmio era piada entre torcedores – Terra Brasil

21/06/2013

Aliança para o retrocesso

Filed under: Grupo RBS,Wianey Carlet — Gilmar Crestani @ 12:05 am
Tags:

Vira-bosta_thumb[3]Hoje, depois de ler todos os colunistas da RBS, fique encasquetado com a conclusão de um dos seus mais brilhantes estudiosos da democracia brasileira, o filósofo de estrebaria, Wianey Carlet, que não se conformava com o apartidarismo das manifestações: “Por que não apontam o dedo para Lula que encaminhou a gastança nas obras das Copas para satisfazer o seu desmedido ego?”  Fiat Lux! Taí, ó,  a culpa de todos os males, Lula. Como ninguém havia pensado nisso antes? Claro, acabem com Lula que todos nossos problemas estarão resolvidos. Como se sabe, antes de Lula não tínhamos tantos problemas. Tínhamos hospitais e leitos à beça, postos de saúde a cada 200 metros, educação e passagens de ônibus gratuitas. Ah, sim, os aeroportos também não tinham fila. Eureca, dizia a velha que comia meleca!

Não sei de onde sai a água que Wianey bebe, mas, convenhamos, alguém deve estar muito  fora da casinha para ousar botar no papel um asneira destas. Pode até não gostar do grande molusco, mas achar que foi o dedo de Lula sozinho que construiu os estádios da copa ou é muito ignorância ou é dar a Lula um poder que ninguém imagina que possa ter. Neste caso, só rindo. Ou só se for aquele dedo cortado no torno que saiu sozinho por aí fazendo licitações, fiscalizando em nome do TCU, investigando pelo Ministério Público e Polícia Federal. Pior que um asno publicar isso são as antas que tomam por verdadeiro esse samba do crioulo doido. Tanto é que uma parte dos manifestantes parece ter enlouquecido para botar as ideias do brilhante cavalgado em prática.

À noite, quando um dos tantos grupos de manifestantes se diria à sede da RBS, a brigada militar também lembrou da orientação do energúmeno da RBS e impediu que seguissem pela Ipiranga. Se era para quebrar o sigilo bancário do Lula, melhor fariam depredando o Banrisul. Lá dentro poderiam encontrar pistas do que dizia o magarefe das crônicas. E aí se explica também porque a Brigada conseguiu impedir que seguissem em frente pela Ipiranga, para não atrapalharem a fazeção da Zero Hora, mas não conseguiu impedir que os mesmos manifestantes depredassem escolas, lojas, bancos e shoppings na Azenha. Ao invés de protegerem o patrimônio público e privado o batalhão de choque deu proteção aos repórteres da Rádio Gaúcha que cobriam o grupelho “fiéis de Wianey”.

Eis se não quando me surge a dúvida quanto ao grau de promiscuidade entre Brigada Militar e RBS, e aí lembro que o Cel. Mendes, aquele mesmo que produziu a manchete da Zero Hora, “o MST já tem seu mártir”, esteve na Rádio Gaúcha esta semana pela manhã… E aí fico em dúvida se a RBS contrata Wianey Carlet por sua ignorância a preço vil, ou porque é apenas mais um capacho a ser descartado na próxima leva de cortes.

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: