Ficha Corrida

18/08/2015

Proconsult II: versão digital

O golpe paraguaio vem aí!

Como na fábula da rã e do escorpião, o golpismo é da natureza da Globo. A parceira com a ditadura foi umbilical. Boicotou a democracia e as eleições Diretas enquanto pode. Buscou fraudar as eleições de Leonel Brizola no famoso Escândalo da Proconsult. Manipulou debates de Lula e Collor. Ajudou a derrubar Collor porque este ousou criar uma rede nacional, a CNT, do Martinez, para competir com ela, Globo.

Com FHC deitou e rolou a ponto de um introduzir uma cláusula pétrea, pelas “mãos” de Carlos, vejam só, Monforte, com a Lei Rubens Ricúpero. Esta lei foi promulgada a partir do momento em que a funcionária da Globo, Miriam Dutra, aceitou o papel de amante grávida. Capturado o governo, a isca foi depositada na Espanha, onde, com o compadrio das empresas que participaram da privataria, viveu seu ostracismo sustentável. O financiamento da Globopar pelo BNDES foi apenas um dos grandes benefícios que a Globo auferiu. O finanCIAmento cruzado foi incomensurável.

A criação do Instituto Millenium, gerido sob os auspícios da Rede Globo, é finanCIAdos pelos interesses, a partir da descoberta do pré-sal, que trazem arapongas da NSA, revelados por Edward Snowden, para detonar com a Petrobrás. A parceria da CIA, NSA, DEA e tantas outras agências na condução de uma manada vestida com as cores da CBF não é diferente daqueles movimentos inflados que percorreram as ruas do Egito, Líbia, Síria, Ucrânia e Venezuela. Coincidentemente, todos países produtores de petróleo.

As sucessivas tentativas de tirar a legitimidade do governo Lula, os contínuos ataques a todos os setores da administração dos governos Lula e Dilma, e a todos os governos de esquerda, ganharam o compadrio de uma parcela do Poder Judiciário que não engoliu a declaração do Lula de que faltava abrir a caixa preta do poder judiciário. Desde então o Rede Globo intensificou a distribuição de estatuetas a quem lhe possa ser útil no Poder Judiciário. Criou até mesmo um instituto com este fito, o Instituto Innovare, cuja inovação, em reação a outros institutos finanCIAdos pelos EUA, é o doble “n”. A filosofia do Innovare, pelo menos da boca pra fora, parece ser uma espécie de tributo à declaração do Lula. E assim se explica porque todos os escândalos, inclusive em relação aos milhões sonegados, a presença na Lista Falciani, a Operação Zelotes, não recebem o mesmo tratamento das questões que servem para incriminar Lula. Portanto, um golpe com matiz de legalidade, testa e aprovado no Paraguai, está sendo friamente preparado.

Globo aponta todos os seus canhões contra Lula

:

Charge de Caruso, editorial de João Roberto Marinho e coluna de Merval Pereira sinalizam que os Marinho, a família midiática mais poderosa do mundo, desejam que a alegoria usada nos protestos, com um ex-presidente Lula vestido de presidiário, se torne realidade; enquanto Caruso aponta que a delação de Nestor Cerveró poderá atingir Lula, editorial fala em "alegadas palestras" a empreiteiras e Merval comemora a "dessacralização" do ex-presidente; boneco usado nos protestos custou R$ 12 mil e, segundo os responsáveis, fará um tour pelo Brasil nas próximas semanas, acompanhado de uma cela; Lula deixou o Palácio do Planalto como o presidente mais popular da história do País, mas é forte a pressão para que seja colocado atrás das grades

18 de Agosto de 2015 às 07:28

247 – O jornal O Globo utilizou nesta terça-feira três instrumentos – a charge de Caruso, o editorial de João Roberto Marinho e a coluna de Merval Pereira – para sugerir que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve ser preso na Operação Lava Jato.

Na charge, Caruso sugere que Lula será citado por Nestor Cerveró em sua possível delação premiada. Condenado ontem por corrupção e lavagem de dinheiro, Cerveró estaria estudando delatar um suposto esquema de corrupção na contratação do sondas do grupo Schahin, que teria sido usado para quitar dívidas de campanha do PT.

Em sua coluna, Merval Pereira comemora a "dessacralização" de Lula. "O boneco inflável do ex-presidente como presidiário que surgiu em Brasília, e que hoje está em todos os lugares do mundo graças à criatividade liberada pela internet, marca o fim de uma era, quebra um mito, faz a ligação direta entre a corrupção e o chefe do grupo, responsável, na visão popular, pelos esquemas corruptos, e por ter colocado Dilma no Planalto".

Por fim, o editorial "O ajuste de foco nas manifestações" segue na mesma trilha. "É como se o ex-presidente fosse retirado do altar de ‘líder popular’, do qual pôde observar de altura segura todo o desenrolar do escândalo do mensalão, até o julgamento e a condenação de petistas ilustres e próximos a ele. Isso mudou com a Lava-Jato e as evidências de sua extrema proximidade de empreiteiras envolvidas no petrolão, junto às quais abiscoitou alguns milhões em alegadas palestras", diz o texto.

Em nota divulgada ontem, o Instituto Lula comentou, a pedido do Jornal Nacional, a manifestação com o boneco. "Lula foi preso na ditadura porque defendia a liberdade de expressão e organização política. O povo brasileiro sabe que ele só pode ser acusado de ter promovido a melhora das condições de vida e acabado com a fome de milhões de brasileiros, o que para alguns parece ser um crime político intolerável. Lula jamais cometeu qualquer ilegalidade antes, durante ou depois de seus dois governos", afirmou o Instituto Lula.

Segundo O Globo, os organizadores do protestos com o boneco de Lula, que custou R$ 12 mil, estão preparando um tour pelo Brasil com a peça, que será, nas próximas manifestações, acompanhadas de uma cela. O desejo dos manifestantes, assim como dos Marinho, parece ser a prisão do ex-presidente que saiu do Palácio do Planalto com os maiores índices de popularidade e aprovação da história do País.

Globo aponta todos os seus canhões contra Lula | Brasil 24/7

18/09/2014

Pimenta no cu da Globo é refresco que Brizola não teve

Garotinhoa poderia ter refrescado a memória da Globo outras participações da Globo em notórias falcatruas. São tantos, mas vamos lá pra alguns que ainda tenho na memória. Um dos mais notórios em termos de manipulação política foi a manipulação do debate entre Lula e Collor. Ah, não lembra deste. Então vamos a outro. O Escândalo da Proconsult. Está bem, são antigos. Então vamos para um mais recente. Vai dizer que não lembra do Escândalo da Parabólica, quando Rubens Ricúpero foi pego em conluio com a Globo para manipular informações e assim eleger o amante da funcionária da Globo, Miriam Dutra. Ah, deste não lembra? Pois é, a Globo usou uma funcionária para capturar FHC. A moça disse que tinha um filho com FHC. A Globo então escondeu ela na Espanha. Recentemente os filhos d. Ruth pediram exame de DNA e descobriram o filho era só da mãe… Acho que está bom por hoje. O editorial saudando a chegada da ditadura é a prova pronta e acabada de que se há um mal que sobrevive ao mal este mal é a Rede Globo.

Ao vivo, na Globo, Garotinho detona a Globo

:

Ao ser questionado sobre denúncias de corrupção pela jornalista Mariana Gross, do RJTV 1ª Edição, o candidato Anthony Garotinho (PR), que lidera as pesquisas para o governo do Rio, passou para a ofensiva; disse que a Globo responde a processos bilionários por sonegação; "eu não sei se a Globo é culpada, eu até acho que é", disse Garotinho; "deputado, o tema aqui não é a TV Globo, a Globo não sonegou nada", respondeu a repórter; mais adiante, Garotinho tocou em outro ponto fraco da emissora dos Marinho, o apoio à ditadura; candidato lembrou então governador Leonel Brizola, que em 1994 fez Roberto Marinho engolir direito de resposta no Jornal Nacional na voz de Cid Moreira; assista

18 de Setembro de 2014 às 16:49

247 – O candidato do governo do Rio pelo PR, Anthony Garotinho, trouxe à tona hoje, ao vivo, durante entrevista ao RJTV 1ª Edição, o processo que acusa a emissora de ter sonegado bilhões de reais em impostos. "Eu não sei se a Globo é culpada, eu até acho que é, mas é opinião minha, quem vai dizer isso é o juiz. Disseram que a Globo sonegou bilhões", disse Garotinho à jornalista Mariana Gross (assista aqui à integra).

A declaração foi feita depois de a entrevistadora ter questionado o deputado sobre denúncias de corrupção que envolvem seu nome. "Sou vítima de muitas perseguições. O sistema brasileiro é: acusação, que cabe ao promotor, você está falando de acusações, a defensoria pública ou o advogado defende e o juiz julga. Ou seja, acusação todo mundo tem, agora mesmo acusaram a Globo de estar envolvida em um desvio bilionário com laranjas e paraísos fiscais", respondeu Garotinho.

Depois de Garotinho dizer que considerava a Globo culpada, Mariana Gross interrompeu o candidato: "candidato, o tema aqui não é a TV Globo". "Eu sei", respondeu Garotinho. "Mas eu só estou dizendo a você como as injustiças acontecem", completou. "Candidato, a Globo não sonegou nada, candidato. Deixo claro para o senhor", defendeu ainda a jornalista. "Quem está dizendo isso é o inquérito aberto da Polícia Federal", rebateu o deputado, convidado em seguida a mudar de assunto. "Vamos para o IPVA?", questionou a apresentadora.

Em outro momento da entrevista, o deputado tocou em mais um ponto frágil da emissora: o apoio à ditadura. Questionado se não há "incoerência" em ações que não foram colocadas em prática quando Garotinho foi governador e estão sendo prometidas agora, o candidato disse: "quantas coisas às vezes na vida a gente faz autocrítica, por exemplo, a Globo apoiou a ditadura. Depois passou um tempo, fez uma autocrítica reconheceu que não devia ter apoiado a ditadura". O candidato é líder nas pesquisas para o governo do Rio e deve enfrentar no segundo turno o atual governador, Luiz Fernando Pezão (PMDB).

O DIA EM QUE BRIZOLA HUMILHOU A GLOBO – O gesto de Garotinho lembrou uma sova aplicada na Globo, em seus próprios estúdios, dada pelo então governador Leonel Brizola. Mais precisamente, em 15 de março, quando Cid Moreira, locutor do Jornal Nacional, leu um direito de resposta de 3 minutos.

– Não reconheço autoridade moral na TV Globo para falar sobre liberdade de imprensa, subserviente que foi ao regime militar, desferiu Brizola, na voz e imagem do então principal âncora do Brasil.

– Tudo é tendencioso, tudo é por dinheiro, insistiu a nota assinada por Brizola.

Por um momento, ao rebater com lembranças sobre a atual acusação de sonegação fiscal da Globo, Garotinho lembrou seu antigo líder político.

Ao vivo, na Globo, Garotinho detona a Globo | Brasil 24/7

13/03/2014

Rede Globo, desde a Proconsult, programada para fraudar

 

Globonews reprisa "A arte da fraude"

Globonews

Realidade

SQN

05/05/2012

Proconsult II

Filed under: Brizola Neto,Proconsult,Rede Globo de Corrupção — Gilmar Crestani @ 10:21 am
Globo ‘comemora’ 30 anos de Proconsult cortando a posse de Brizola Neto

Obviamente o título acima é ironia, mas os fatos são 100% reais.
30 anos depois do escândalo Proconsult, cuja TV Globo esteve no epicentro da fraude contra o avô do ministro Brizola Neto, a Globonews estava cobrindo a posse no ministério do Trabalho, quando cortou abruptamente, para colocar no ar uma repórter que ainda nem sabia que estava ao vivo, e ficou se arrumando e conversando com a equipe de produção diante das câmaras.
O escândalo Proconsult
Há 30 anos, nas eleições de 1982, um grupo de arapongas do SNI montaram a empresa de informática (Proconsult) para apurar, ou melhor, fraudar as eleições do Rio de Janeiro, impedindo Leonel Brizola de virar governador.
A TV Globo cabia o papel de divulgar o resultado fraudado com a pompa de sempre, e vinha cumprindo o papel delegado pelo SNI com louvor, divulgando os números fraudados da Proconsult.
Fazendo uma analogia seria como se a Proconsult fosse uma empresa do Carlinhos Cachoeira e a Globo fosse a revista Veja de hoje, ou melhor, e a Globo fosse a Globo mesmo.
Leonel Brizola e a Rádio Jornal do Brasil montaram um sistema de apuração paralelo, e o líder pedetista convocou a imprensa internacional para acompanhar a apuração. Aí danou-se tudo. A Proconsult virou caso de polícia, o TRE-RJ teve que totalizar os boletins de urna à parte da empresa fraudadora, o que deu a vitória a Brizola, e deixou a Globo com um dos maiores vexames da história.

Os Amigos do Presidente Lula

20/09/2011

O líder do movimento da Globo contra a corrupção é Chester

Filed under: Proconsult,Rede Globo — Gilmar Crestani @ 7:10 am
Tags:

PROCONSULT 2 vem aí

Como se vê, é um movimento espontâneo, silencioso como o das placas tectônicas. O movimento já conta com quatro participantes, todos abençoados no Jardim Botânico, lavados pela Globo e repaginados em Jacarepaguá. A motivação de Chester, como ficou dito, era porque ele estava cansado de parada gay. Leia aqui.

Confira aqui a lista dos mais novos celetistas da Rede Globo: Cristine Maza, Chester Martins, Marcelo Medeiros e João Carlos Lima. Tudo gente com um histórico de compromisso com a verdade e com o futuro do Brasil. Mas que se só souberam se indignar lendo Juan Árias, do El País. Por quê?

Ato no Rio espera reunir 30 mil contra corrupção

O Globo

Organizadores não querem exclusividade pelo movimento e esperam mais protestos pelo país

Mais de 30 mil pessoas são esperadas no ato contra a corrupção marcado pelo Facebook para hoje, às 17 horas, na Cinelândia. Os organizadores do protesto, Cristine Maza, Chester Martins, Marcelo Medeiros e João Carlos Lima, participaram ontem de um debate sobre o tema na sede do GLOBO, transmitido ao vivo pelo Twitter.

Segundo eles, a manifestação surgiu de maneira espontânea:

— O que mais revolta é esse binômio da corrupção com a impunidade. E efetivamente surgiu essa revolta natural. Nós, espontaneamente, temos este sentimento, e, em conversa com meia dúzia de amigos, resolvemos descruzar os braços e partir para a luta — disse Lima.

Os organizadores afirmam que a mobilização não pode parar, e, uma próxima manifestação já está agendada para 12 de outubro, no Rio. Quanto à participação de outras cidades, Chester Martins foi categórico:

— Sabemos que nesta terça-feira outras manifestações estarão acontecendo ao mesmo tempo em outras cidades do Brasil. O nome do movimento é Todos Juntos Contra a Corrupção, portanto, é um movimento de toda a sociedade. Não é e nem queremos que seja exclusividade nossa.

Blog de Ricardo Noblat: colunista do jornal O Globo com notícias sobre política direto de Brasília – Ricardo Noblat: O Globo

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: