Ficha Corrida

11/08/2014

Flamengo e suas ligações perigosas

Filed under: Flamengo,Goleiro Bruno,Patrícia Amorin — Gilmar Crestani @ 11:49 pm
Tags:
bruno

Jogador de futebol ligado a milícia do Rio atua no Flamengo, diz delegado

Clube diz que vai esperar conclusão da investigação para se pronunciar.
Luiz Antonio é suspeito de presentear miliciano com carro e será ouvido.

Do G1 Rio

Luiz Antonio está há quatro anos entre os profissionais do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Luiz Antonio está há quatro anos entre os
profissionais do Flamengo (Foto: Gilvan de
Souza / Flamengo)

O jogador de futebol citado por um ex-integrante da principal milícia do Rio por ligação com os chefes da quadrilha joga no Flamengo, como mostrou o RJTV. Segundo o delegado da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), Alexandre Capote, o atleta é Luiz Antonio e será chamado para prestar depoimento. O clube informou, em nota, que vai esperar pela conclusão da investigação para se pronunciar.

A polícia chegou até o jogador, que atua no meio de campo do time da Gávea, após depoimento de um ex-integrante da milícia que atuava na Zona Oeste da cidade e teve mais de 20 presos na quinta-feira (7). As declarações foram exibidas no Fantástico deste domingo (10). Entre outras revelações, o criminoso contou que um jogador de futebol frequentava churrascos realizados nos fins de semana, com direito a "muita mulher" e "cerveja".

Segundo a polícia, Luiz Antonio, que atuou como titular na vitória do Flamengo contra o Sport neste domingo, teria dado um carro de luxo a um dos chefes da milícia. Após o presente,  ele teria registrado o roubo do veículo em uma delegacia para poder receber o dinheiro de seguro. Segundo os investigadores, o jogador teria cometido estelionato.

"Já foi instaurada uma investigação", disse o delegado da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco), Alexandre Capote. “Ele presenteou o miliciano para ficar bem com ele e, ao mesmo tempo, cometeu um estelionato, uma fraude com fim de receber o valor do seguro desse carro. Foi um familiar do jogador que comunicou falsamente o roubo desse carro”, acrescenta o delegado.
Policiais foram até o apartamento do jogador Luiz Antônio para entregar a intimação, porém ele não foi encontrado em casa. Pessoas no local informaram que ele não mora mais no endereço na Zona Oeste do Rio há, pelo menos, oito dias.

saiba mais

‘Ninguém vê o corpo’, diz ex-miliciano
O ex-integrante da milícia diz que artistas famosos também frequentam os churrascos, realizados às sextas-feiras e aos sábados. O depoimento revela ainda que o grupo possui um forte arsenal e os homicídios recorrentes. “Muitas mortes. Passa fogo e acabou. Some com eles dali e ninguém vê o corpo, ninguém vê nada”, contou.

Segundo a polícia, a maior e mais violenta milícia do Rio foi desarticulada com as recentes prisões. O grupo cobra taxas dos comerciantes, das vans de transporte alternativo, cobrava por segurança, pela TV a cabo, pelo gás e até pela cesta básica. “Quem não paga, pode comprar a passagem pro além. Entendeu? Tem que pagar. É assim que funciona”, conta o ex-integrante, que ajudou a polícia do Rio a identificar os criminosos.

Ele diz conhecer como ninguém o funcionamento da quadrilha, que explorava moradores da Zona Oeste da cidade havia mais de dez anos. “Eu sou um ex-componente da firma. Eu era um braço-direito deles”, conta.

Líderes presos há mais de 6 anos
A milícia foi criada pelos irmãos Jerônimo, ex-vereador, e Natalino Guimarães, e ex-deputado estadual do Rio. Eles estão presos há mais de seis anos em um presídio federal de segurança máxima, em Porto Velho, Rondônia, condenados por formação de quadrilha armada. O grupo criminoso é formado, principalmente, por quem deveria estar do lado da lei.

“A maioria é ex-policiais. Ex-policiais e policiais da ativa. A maioria, por isso que tem essa força. A firma é milionária”, revela o criminoso.

Segundo o delegado Alexandre Capote, o lucro era milionário. “Nós constatamos que eles movimentavam cerca de R$ 1 milhão por mês”, conta.

A área de atuação da milícia chegou até condomínios do programa "Minha casa, minha vida", do Governo Federal. Em abril passado, o Fantástico denunciou que essa quadrilha cobrava taxas e serviços dos moradores e expulsava de lá quem não colaborava.

“Centenas de trabalhadores que conquistaram o direito de ter um imóvel, e de uma hora pra outra se viram no meio da rua, expulsos, torturados, ameaçados só porque esses milicianos queriam esses imóveis para vender”, diz o delegado.

Cartaz com rosto de Gão agora já tem a faixa de "capturado" (Foto: Disque-Denúncia / Divulgação)Cartaz com rosto de Gão agora já tem a faixa de
"capturado" (Foto: Disque-Denúncia / Divulgação)

Prisões
Nesta semana foi a vez de os milicianos mudarem de endereço. Na terça-feira (5), a Divisão de Homicídios prendeu um dos chefes: o ex-PM Marcos José de Lima Gomes, conhecido como Gão. Ele trocava de casa frequentemente e vivia cercado de proteção.

“Desde o início da rua onde ele mora, tinham pessoas e câmeras que faziam toda a vigilância pra que ele efetivamente não fosse alcançado”, diz o delegado da Divisão de Homicídios, Rivaldo Barbosa.

“É uma pessoa extremamente perigosa, audaciosa, e que controlava, dividia a liderança da milícia com mão de ferro”, acrescenta Capote.

Dois dias depois da captura de Gão, a equipe da delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas prendeu mais 22 integrantes do grupo, entre eles João Henrique Barreto, o Cachorrão. “Ele era ainda policial militar, um suboficial, e lotado no Batalhão de Campo Grande, que é a área de atuação dessa milícia”, destaca Capote.

Segundo o ex-integrante da milícia, a quadrilha tem armamento pesado. “Hoje, tem 168 fuzis. A arma que chega, eles pagam, eles compram. Isso é brinquedo pra eles”, conta.

Além do poder de fogo, os comparsas gostam de mostrar poder, de ostentar. “Sexta e sábado sempre tem um churrasco. Chope à vontade, mulher à vontade. E de vez em quando aparece um cantor famoso, um jogador de futebol de um time grande do Brasil para prestigiar”, conta o ex-miliciano.

Além da ligação com o jogador de futebol, a polícia também vai investigar os papéis apreendidos com os milicianos que foram presos. “Nós apreendemos contabilidade, que causa perplexidade, por dois motivos. Primeiro, pela organização. Está tudo planilhado, bem como outros documentos, por exemplo, as cartas que mostram que existe uma vinculação entre as pessoas que estão presas e quem está aqui fora”, diz o delegado Rivaldo.

G1 – Jogador de futebol ligado a milícia do Rio atua no Flamengo, diz delegado – notícias em Rio de Janeiro

31/05/2012

Início do fim

Filed under: Flamengo,Patrícia Amorin — Gilmar Crestani @ 9:59 pm

Um clube comandado por uma patricinha, tendo por advogado um cara com sobrenome Piro, e que apoia o ator da bolinha de papel não pode ir longe. Com mais dois mandatos, Patrícia Amorin enterra o Flamengo no Bangú, vira vice de Serra e vai atuar na Organizações Globo, como papel …higiênico. Igual à Patrícia, só Paulo Odono do Grêmio. Desastre pouco é bobagem. Flamengo é useiro e vezeiro em contratar e não pagar. Bem feito pro Ronaldinho. E o Grêmio ainda queria pagar por esta naba.

"O Flamengo é maior do que qualquer pessoa"

Foto: Vipcomm

Presidente do clube, Patricia Amorim, se diz surpresa com decisão da Justiça que autoriza a rescisão do contrato do atacante Ronaldinho Gaúcho; comunicado oficial contesta os R$ 40 milhões; vice-presidente jurídico diz que pode usar indisciplina no processo trabalhista

31 de Maio de 2012 às 18:26

Stephania Mello_247 – A diretoria do Flamengo vai cuidar do caso Ronaldinho Gaúcho. Por meio do departamento Jurídico, o clube rubro-negro vai responder à ação trabalhista impetrada pela advogada do jogador. O advogado e vice-presidente jurídico do Flamengo, Rafael De Piro, disse na tarde desta quinta (31) que o clube tem conhecimento da ação judicial e que contesta o valor de R$ 40 milhões pedido pelo jogador. Disse ainda que direitos de imagem não são salários e vai apresentar a defesa do Clube na esfera competente. Em entrevista à Rádio BandNews Fluminense, veiculada pouco depois das 16h30 desta quinta, falou que poderá usar os relatórios dos treinos para apresentar provas da indisciplina do atacante. Ronaldinho não é mais jogador do Flamengo, após obter medida liminar na Justiça Trabalhista do Rio para rescindir o contrato com o clube da Gávea.

Leia notícia publicada no site oficial do Flamengo:

O Flamengo tomou ciência nesta quinta-feira (31.05) sobre o processo movido por Ronaldinho Gaúcho, cobrando uma possível dívida e se desligando oficialmente do clube. O jogador tomou a atitude após se ausentar dos treinamentos por quatro dias e, agora, o caso está entregue ao Departamento Jurídico rubro-negro.

A presidente Patricia Amorim lamentou o fato do caso ter chegado à esfera judicial, mas ressaltou que o Flamengo é maior do que qualquer pessoa. "Sempre tratamos os assuntos relacionados ao Ronaldinho em alto nível e internamente. Não esperávamos uma atitude como essa. Agora, o caso está nas mãos de nosso departamento jurídico, que irá tomar todas as medidas legais para proteger os interesses do Flamengo. O clube é maior do que qualquer pessoa e vai ser assim para sempre", afirmou Patricia Amorim.
Vice-presidente jurídico rubro-negro, Rafael De Piro, explicou que existe uma grande diferença entre o valor pedido pelo jogador na Justiça, já divulgado por alguns veículos de comunicação, e a dívida que o Flamengo tem com ele.
"Esse valor divulgado é absurdo. Vamos nos interar do processo e vamos nos posicionar melhor. Assim como disse a presidente, o Flamengo é maior que tudo e vai continuar assim. Só fica aqui quem quer jogar, quem quer vestir a nossa camisa. Relevamos durante todo esse tempo em que o Ronaldinho esteve aqui seus atos de indisciplina e nunca tivemos uma contrapartida desse ato. Sem dúvida, o Flamengo ficará melhor daqui para a frente", encerrou De Piro.

"O Flamengo é maior do que qualquer pessoa" | Brasil 247

12/04/2012

Deu, aos 45, e tomou!!

Filed under: Flamengo,Patrícia Amorin — Gilmar Crestani @ 10:34 pm

Fla venceu Lanus por 3 x 0, mas os erros da Patricinha Amorin enterrou a urubuzada.

Aos 45 (ah! ah! ah!) do segundo tempo os jogadores do Flamengo já comemoravam a classificação para a Libertadores quando o EMELEC virou o jogo para cima do Olímpia do Paraguai (2 x 3). Aí entrou em campo uma bolinha de papel e e o R10 murchou…

31/10/2011

O Globo torce e distorce…até no futebol

Eliakim AraujoAncorou o primeiro canal de notícias em língua portuguesa, a CBS Brasil. Foi âncora dos jornais da Globo, Manchete e do SBT e na Rádio JB foi Coordenador e titular de "O Jornal do Brasil Informa". Mora em Pembroke Pines, perto de Miami. Em parceria com Leila Cordeiro, possui uma produtora de vídeos jornalísticos e institucionais.

O Globo torce e distorce…até no futebol

 

O tempo passa, o tempo voa e as organizações Globo  não perdem o vício da parcialidade em seu noticiário, agravado pela informação deturpada.  Até nas páginas  esportivas encontramos tal deformação.

Quer ver um exemplo?   Na última quinta-feira, um dia depois dos jogos das equipes cariocas na Copa Sul-Americana, que eliminou da competição Flamengo e Botafogo, e classificou o Vasco,  mandava o jornalismo honesto e imparcial que se desse o devido destaque à vitória do Vasco, único vencedor e o último time do Rio na competição, sobretudo porque reverteu um placar negativo de 3 a 1, quando enfrentou o Aurora,  na Bolivia,  no primeiro jogo, para uma vitória por 8 a 3, no jogo de volta, em São Januário.

Só o fato de uma vitória por placar dessa magnitude já mereceria o devido registro, mas o Globo Online ignorou solenemente e optou por destacar em manchete que  a Copa Sul-Americana não desperta interesse, e o subtítulo em letras pequeninas: “Vasco é o único brasileiro ainda na competição”.

Quando você clica para ler a matéria, a nova manchete é ainda mais perversa: “Eliminação de Fla e Botafogo com reservas em campo mostra que Sul-Americana ainda não pegou no Brasil”.

Perceberam a má-fé?  Bastou o Flamengo, time sabidamente do coração do fundador do jornal, Roberto Marinho, e dos herdeiros do império, para que a competição fosse relegada ao lixo, algo de somenos importância.

Além de maldosa, a manchete induz o leitor a acreditar que o Flamengo foi eliminado porque escalou uma equipe reserva, o que é no mínimo uma meia verdade.  Qualquer torcedor que acompanha o noticiário esportivo sabe que o Flamengo tomou uma lavada de quatro a zero, do Universidad do Chile, jogando em casa, com seu principal jogador em campo, Ronaldinho, o famoso R10 das baladas cariocas.

Ora, tendo levado uma surra em casa do Universidad do Chile, o time nem em sonhos teria como reverter esse placar lá em Santiago.  Daí a opção pela escalação de jogadores reservas.   Estratégia, aliás,  utilizada por todas as equipes, inclusive o vitorioso Vasco, fato que passou despercebido pelos autores da matéria.

A matéria  tenta desavergonhadamente justificar a eliminação do Flamengo com argumentos e informações deturpadas.  Além disso, usa a tática traiçoeira de desqualificar a competição, como na história da raposa e as uvas.  E já determinou que ela  não interessa aos clubes brasileiros, como se vê pelo tom afirmativo da pergunta que submete à opinião dos leitores: “por que a Copa Sul-Americana ainda não pegou entre os clubes brasileiros?”.

Não pegou porque o Flamengo foi eliminado, responderam centenas de leitores nos comentários sobre a matéria, que não estão mais disponíveis na página online do jornal. Claro, o torcedor não é trouxa e odeia esse partidarismo clubístico do jornal dos Marinho.

Está certo que se queira criticar o calendário da Copa Sul-Americana, cujos jogos coincidem com a reta final do Brasileirão, mas tentar justificar a eliminação do “time da casa” e desmerecer a vitória de outro desqualificando a competição não é um jornalismo ético… nem honesto.

E aí a gente fica sempre com aquela dúvida:  se no noticiário esportivo, o Globo torce e distorce informações, de acordo com seu interesse,   o que será que ocorre no noticiário político e econômico?   Respostas para a seção de cartas do jornal.

PS. Não encontrei ilustração ligando o Globo ao Flamengo, só a com o logotipo da TV Globo. Mas acho que o leitor entenderá que não faz diferença.

O Globo torce e distorce…até no futebol | Direto da Redação – 10 anos

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: