Ficha Corrida

24/09/2014

O n’Ovo na Política

Filed under: Beto Albuquerque,Jatinho,Marina Mala Faia,Marina Silva — Gilmar Crestani @ 9:35 am
Tags:

A fêmea (an)Alfa & o macho Beto são o n’Ovo na Política?!

Marina voou 10 vezes no jato do caixa dois

:

Uso do Cessna PR-AFA por Marina Silva vai de encontro com a estratégia do PSB de tentar desvincular polêmica à sua campanha à Presidência; até então, partido jogara a responsabilidade pelo avião fantasma nas costas de Eduardo Campos, que morreu no dia 13 de agosto, em acidente em Santos, trocando o CNPJ da coordenação jurídica do comitê que ex-senadora herdou; no entanto, para o especialista em Direito Eleitoral Arthur Rollo, “chapa é única e indivisível” e irregularidades podem atingir Marina

24 de Setembro de 2014 às 05:15

247 – Naufraga a estratégia do PSB para tentar desvincular Marina Silva da polêmica do avião fantasma que caiu em Santos com a equipe do então presidenciável Eduardo Campos. Reportagem do Globo aponta que a atual candidata voou dez vezes no Cessna PR-AFA, que é investigado pela Polícia Federal.

Os gastos com o uso do jato não foram declarados à Justiça Eleitoral pelo partido. Além disso, descobriu-se que a aeronave estava irregular no momento do acidente, já que os empresários que teriam emprestado o equipamento para o PSB, João Carlos Lyra e Apolo Santana Vieira, não constavam com os proprietários em registros da ANAC. A transação de venda com o grupo sucroalcooleiro paulista, AF Andrade, também é suspeita, já que envolve mais de dez depósitos diferentes, incluindo empresas laranjas.

Até então, o partido jogara a responsabilidade pelo avião fantasma nas costas de Eduardo Campos. A sigla trocou, inclusive, CNPJ da coordenação jurídica do comitê que ex-senadora herdou.

No entanto, para o especialista em Direito Eleitoral, Arthur Rollo, “chapa é única e indivisível” e irregularidades podem atingir Marina. “A Marina era vice quando o avião caiu. Qualquer problema com a cabeça da chapa também afeta o vice. Se houver processo, não será contra a chapa atual, mas a anterior”, diz.

Marina voou 10 vezes no jato do caixa dois | Brasil 24/7

22/09/2014

Luto em público ou churrasquinho de marido?

Filed under: Caixa 2,Caixa de Pandora,Caixa preta,Eduardo Campos,Jatinho,Renata Campos — Gilmar Crestani @ 6:48 am
Tags:

E sobre o jatinho irregular, comprado com caixa 2, e suas vítimas de Santos, nenhuma lágrima…

CrocodilonEm gravação, viúva de Campos se emociona

Renata filmou para programa do PSB-PE

DO RECIFE

Viúva de Eduardo Campos, Renata Campos, 47, se emocionou ao gravar depoimentos, no sábado (20), para o programa eleitoral de Paulo Câmara (PSB), candidato ao governo de Pernambuco.

É a primeira vez que ela participa de programas de TV na campanha –mas um discurso seu, feito em ato do PSB um dia após o sepultamento de Campos, já foi usado.

A Folha apurou que a ex-primeira-dama gravou ao menos dois depoimentos –escritos por ela mesma, para que tivessem um tom mais pessoal–, para Câmara e para Fernando Bezerra (PSB-PE), que tenta o Senado na chapa.

A campanha ainda não definiu se o trecho em que a viúva se emociona será usado, por temer que as peças fiquem apelativas. Poucas pessoas acompanharam as gravações, feitas na sala e na varanda da casa onde Renata e os cinco filhos do casal vivem.

Os primeiros programas de Câmara exploraram muito a morte de Campos e a relação que o candidato tinha com o ex-governador, morto em um acidente aéreo em agosto.

Câmara, que foi secretário de Administração, Turismo e Fazenda nos governos de Campos, se diz seu "herdeiro" e "sucessor".

Segundo o Datafolha, Câmara saltou de 13%, em agosto, para 39%nas pesquisas de intenção de voto –ultrapassou o senador Armando Monteiro Neto (PTB), que tem 33%. Na disputa ao Senado, Bezerra tem 25%, atrás de João Paulo (PT), com 34%.

23/08/2014

Beto Albuquerque: eu “játinha” um Eduardo Campos

Filed under: Beto Albuquerque,Eduardo Campos,Jatinho,Marina Silva — Gilmar Crestani @ 10:07 am
Tags:

Como disse a Luciana Genro, o PS(d)B é linha auxiliar do PSDB. A única diferença entre Marina e Aécio, é que enquanto este é um bunda mole, aquela é uma sem bunda. Onde um senta, sai um aeroporto; onde ela senta, morrem mosquitos. Estes são os botes salva-vidas de que dispõe a direita e seus amigos dos grupos mafiomidiáticos. Se nem os velhos parceiros confiam neles, porque alguém medianamente informado confiaria.

Esses são os “novos na política” que o Instituto Millenium tenta vender via ANJ e Friboi

A campanha dos jatinhos

23 de agosto de 2014 | 09:52 Autor: Miguel do Rosário

(Na foto, Campos e Guedes)

(Na foto, Campos e Guedes)

Daqui a alguns anos, quando alguém for estudar a história da campanha presidencial de 2014, poderá sentir-se inclinado a denominá-la de “a campanha dos jatinhos malditos”.

O candidato Aécio Neves até hoje não consegue responder aos eleitores porque cargas d’água construiu um aeroporto na fazenda de seu tio, a seis quilômetros de sua própria fazenda, e entregou as chaves a seus parentes. Por que manteve o aeroporto fechado durante todos esses anos, tratando-o apenas como propriedade privada, já que ele admite que o usou por “algumas poucas vezes”.

E agora temos os jatinhos de Campos. Um deles foi talvez responsável por uma das piores tragédias políticas da nossa história, a morte de um candidato a uma semana antes do início do programa eleitoral na TV, um fato que provocou uma grande reviravolta no quadro eleitoral.

O Fernando já iniciou uma série de matérias sobre a existência de um segundo jatinho, e sobre a empresa que emprestou um outro jatinho para Campos.

E hoje, mais uma novidade. Segundo o Estadão, a Polícia Federal investiga se o jatinho acidentado pertencia ao sócio de Campos, Aldo Guedes. Os dois são sócios na Fazenda Esperança, de 210 hectares, e na Agropecuária Nossa Senhora de Nazaré, em Brejão (PE). Guedes também é casado com uma prima de Campos.

Agentes da PF disseram à reportagem ter informações de que Guedes intermediou a compra feita em nome de três empresários pernambucanos (da Bandeirantes Pneus) e cuidou da contratação dos pilotos.

Nomeado por Campos em 2007, Guedes é o atual presidente da Companhia Pernambucana de Gás (Copergás). Antes, Guedes trabalhou no Ministério da Ciência e Tecnologia, ocupando o cargo de “coordenador-geral de captação de recursos”.

Ora, segundo apurado por este blog, João Paulo Lyra Pessoa de Melo, o filho ou o pai, um dos sócios da Bandeirantes, também ocupou o cargo de assessor no Ministério.

A história está se complicando. E, a julgar pelo editorial do Estadão de hoje, “A candidata impõem medo”, a grande mídia  – que é organicamente tucana – não dará trégua ao PSB.

A campanha dos jatinhos | TIJOLAÇO | “A política, sem polêmica, é a arma das elites.”

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: