Ficha Corrida

22/10/2014

Quem são os sócios da empresa que compra apoios para Aécio Neves?

O que a Folha não diz pode estar por traz de outra empresa, fundada por membros do Instituto Millenium, a Geo Eventos… A relação da Geo Eventos com a compra de apoio das celebridades americanas foi revelada pelo site Pragmatismo Político. A prática se constitui em infração eleitoral. Gostaria de saber o que fará a respeito o Ministério Público Eleitoral.

A foto abaixo ilustra a criação da empresa Geo Eventos, na incubadora do Instituto Millenium, e foi revelada pela Agência Dinheiro Vivo.

nelsonsirotsky_robertoirineumarinho_joserobertomarinho_eduardosirotskymelzer_joaorobertomarinho

Apoio de atriz a tucano foi ação de marketing

Empresa especializada diz ter agido por conta própria por postagens de celebridades na web

YGOR SALLESEDITOR-ADJUNTO DE MÍDIAS SOCIAISALEXANDRE ARAGÃODE SÃO PAULO

O apoio de duas celebridades americanas, a modelo Naomi Campbell e a atriz Lindsay Lohan, ao presidenciável Aécio Neves (PSDB) foi parte de uma ação de marketing planejada por uma empresa brasileira especializada nesse tipo de abordagem.

A companhia que fez a ponte com Lindsay e Naomi se chama Hollywood TV. Ela tem uma filial brasileira desde o ano passado, fundada por quatro sócios. Seu principal negócio é intermediar a relação entre marcas e celebridades –que, após receberem uma quantia, fazem postagens favoráveis ao cliente em alguma rede social.

Usuários do Twitter apontaram que a empresa estava por trás da ação porque o post de Lindsay Lohan, posteriormente apagado, continha a hashtag #htvbr. A própria empresa não escondeu o fato, já que divulgou a ação em seu site e nas redes sociais.

No entanto, um dos sócios da Hollywood TV nega que tenha recebido dinheiro pela publicidade. "Eu vou votar no Aécio, então usei a minha influência para conseguir os posts", diz Jairo Silva Soares.

O empresário explica que precisou apenas fazer alguns telefonemas. "A gente tem acesso [a celebridades], pedi a pessoas próximas", conclui.

A Justiça Eleitoral impede que partidos e candidatos paguem por publicidade na internet. Nas prestações de contas divulgadas pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) não constam pagamentos ou doações em nome da Hollywood TV e de seus sócios.

06/08/2013

Com a Engage Eventos, o Inter acoca para RBS

Filed under: Engage Eventos,GEO EVENTOS,Inter — Gilmar Crestani @ 11:12 pm
Tags: ,

Com a Globo, a RBS tem a Geoeventos, para lucrar com o Inter, a Engage Eventos. Se o Inter recusasse teria mais boicotes, como foi o caso do contrato com a Andrade Gutierrez? Sei, não, das duas, uma: ou o Inter foi capturado pela RBS ou foi chantageado. Estes caras não brincam em serviço e tem faro para meter o bedelho onde o lucro é certo. Se a RBS começar a mandar no Inter como mandou no Grêmio de Odono, correremos o risco da segunda divisão. Luigi, ainda é tempo, bota estes meliantes a correr. Se a Engage Eventos estiver lá, eu não vou! Vou, sim, cancelar minha mensalidade de sócio!

Definido o evento da abertura oficial do Novo Beira-Rio

Da esq. para dir.: Gelson Pires (secretário geral do Inter), Eduardo Smith (vice-presidente do Grupo RBS), Giovanni Luigi (presidente do Inter), Marcelo Flores (presidente da Brio), Edson Erdmann (sócio-diretor da Histórias Incríveis) e Flavio Steiner no encontro que marcou o anúncio da empresa que fará festa oficial de abertura do Novo Beira-Rio

A Comissão Novo Beira-Rio formada por dirigentes e conselheiros do Clube definiu por unanimidade a empresa que irá realizar o evento que marcará a reabertura do estádio colorado. A Comissão analisou as propostas por dois meses levou em conta a qualidade do espetáculo e a viabilidade financeira para chegar à sua escolha.

A vencedora é o consórcio formado pelas empresas Histórias Incríveis e Engage Eventos, que venceu concorrência com outras empresas que apresentaram propostas. A grande festa será criada e dirigida pelo diretor artístico gaúcho e colorado Edson Erdmann. O torcedor colorado irá receber um evento grandioso, digno dos melhores espetáculos do mundo, ao mesmo tempo em que o Clube não terá custos. Em breve, todos os detalhes da grande festa serão apresentados para os sócios e torcedores.
“Será uma festa inesquecível e motivo de orgulho para todos os colorados. Nomeamos uma comissão que ficou meses estudando e avaliando todas as propostas. Foi uma decisão tomada de forma unânime. Uma festa que não será apenas inesquecível para o Inter, mas para o mundo, tal a envergadura e qualidades técnicas das pessoas envolvidas”, afirmou o presidente do Internacional, Giovanni Luigi.
“As empresas apresentaram ótimas propostas, mas a vencedora conseguiu apresentar a melhor relação espetáculo/condições financeiras. O Inter vai ter o gerenciamento do evento, não precisará ter gastos nem riscos e ainda poderá obter lucro. Com isso, seguimos com a nossa política de direcionar os recursos para a nossa atividade fim: o futebol. Tenho a convicção que será uma festa inesquecível, digna do Sport Club Internacional”, disse o coordenador geral da Comissão, Gelson Pires.

“Estamos muito felizes pelo jeito que foi conduzido o processo de seleção. O trabalho do comitê foi muito nobre e chegamos a essa conclusão, que envolve os melhores profissionais e de coração colorado”, disse o presidente da Brio, Marcelo Flores.
“Vamos fazer uma festa extremamente emocionante e nunca mais vamos esquecer. Não posso revelar os segredos, mas terá momentos que veremos nossa vida inteira no Beira-Rio, além de projetar o futuro. A gente vai rir, chorar, se emocionar… Preparem seus corações”, projetou o Sócio-diretor da Histórias Incríveis, Edson Erdmann.

Presidente Giovanni Luigi (C) e integrantes da Comissão Novo Beira-Rio

O Novo Beira-Rio

A partir da parceria entre Internacional e a Brio, as obras para a remodelação do Gigante da Beira-Rio, conduzidas pela Construtora Andrade Gutierrez, estão em pleno curso, para transformar o estádio colorado em um dos mais modernos do mundo. O projeto vai deixar o estádio muito mais confortável e seguro para o grande patrimônio do Clube, o torcedor colorado.

O clube se adaptará às mais recentes exigências e padrões internacionais do futebol, pronto para sediar qualquer jogo ou evento nacional ou internacional, com um complexo esportivo sustentável. O estádio sediará cinco jogos da Copa do Mundo de 2014 e continuará sendo motivo de orgulho para todos os colorados e para todo o Brasil, que passará a contar com um dos mais modernos e belos complexos esportivos do mundo.
Maior conforto, melhoria da acessibilidade, mais segurança e novos serviços disponíveis. Possibilidade de desenvolver novos empreendimentos, dentro e no entorno do estádio. A aproximação da arquibancada ao gramado possibilitará maior sinergia com o time. Outra herança positiva será a relação do Clube com a manutenção do seu patrimônio, estádio, encarando como fonte geradora de receitas que necessita de intervenções contínuas. Por fim, a nova compreensão da importância e alcance do dia do jogo, tornando um momento onde a família possa desfrutar do antes-durante-depois do jogo.

O Beira-Rio é e seguirá sendo único. Poucos são os estádios dentro de parques e também são poucos aqueles à margem de rios. À margem de rio e dentro de parque somente o Gigante, casa do Campeão de Tudo. Beira-Rio ontem, hoje e sempre.
Sobre a Histórias Incríveis

Histórias Incríveis é uma produtora cultural e audiovisual, especializada em conteúdos artísticos, jornalísticos, publicitários e educacionais para os mercados de televisão, cinema, internet, mobile, universidades, espetáculos e mega eventos. Em oito anos de atuação seus sócios, Edson Erdmann e Valéria Chalegre já dirigiram e produziram mais de 30 projetos, entre eles a exposição do i9, dentro da Embaixada brasileira, em Londres, para os Jogos Olímpicos, Criança Esperança, Show da Virada, 450 Anos de São Paulo, Carnaval Globeleza, 40 anos da TV Globo e a novela Eterna Magia. Recentemente produziu e dirigiu o principal palco que recebeu o Papa no Brasil para Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro.

Sobre a Engage Eventos

Em três anos de atuação, a empresa contabiliza mais de 200 eventos em seu portfólio e se consolida como a maior empresa de eventos do sul do Brasil. Com sedes em Porto Alegre, Florianópolis e São Paulo, a empresa tem como foco o desenvolvimento de projetos diferenciados, aliando a experiência na operação de iniciativas já existentes e o know-how em propor novas ações. Entre os eventos já assinados estão Paul McCartney, Pop Music Festival com Shakira, Eric Clapton, Justin Bieber, Elton John, Jogo Contra a Pobreza, Estação Gramado, Floripa Tem, DreamValley Festival, Maratona de Porto Alegre e muitos outros. Além disso, produz e organiza eventos de sucesso como o festival Planeta Atlântida e Garota Verão.

18/07/2013

Vendendo terreno no céu

Saiba mais sobre a GEOEVENTOS AQUI!

‘É business’, diz pastor Malafaia sobre feira evangélica da Globo

ANNA VIRGINIA BALLOUSSIERDE SÃO PAULO

"Para nos adaptar pro padrão Globo vai ser difícil… Igual a Dilma com o padrão Fifa", diz Jabes Alencar, líder da Assembleia de Deus Bom Retiro e presidente do Conselho de Pastores de São Paulo.

"Plim-plim!", alguém imita o bordão da rede, numa plateia só de pastores, no Expo Center Norte, em São Paulo. Começava a FIC (Feira Internacional Cristã), a primeira feira de negócios evangélica produzida pelas Organizações Globo, por meio da empresa Geo Eventos.

A expectativa é reunir 100 mil visitantes até sábado.

"Aqui não tem negócio de amiguinho, é business, um mercado de 50 milhões de pessoas. Eles são uma empresa, estão de olho nisso", diz à Folha o pastor Silas Malafaia.

Ele comentou a visita de evangélicas como a bispa Sônia Hernandes (Renascer) e Mara Maravilha (Universal) ao Planalto, para encontro com Dilma: "A gente só não ora pelo diabo porque não tem conserto pra ele".

Malafaia e Alencar são alguns dos líderes a quem a Globo recorreu para fazer a ponte com o segmento gospel –o bispo Robson Rodovalho (Sara Nossa Terra) e o apóstolo Estevam Hernandes (Renascer) estão nessa lista.

A FIC traz cardápio bem servido de produtos –de "saias cristãs" a corretoras de investimento (Rico.com.vc).

Na editora Mundo Cristão, um livro dedicado a Marina Silva e "As 25 Leis Bíblicas do Sucesso" –com prefácio de Eike Batista ensinando como obter "sucesso profissional".

04/10/2011

Rede Globo de Corrupção & RB$

Filed under: Corruptores,Cosa Nostra,GEO EVENTOS,RBS,Rede Globo de Corrupção — Gilmar Crestani @ 7:22 am
Tags:

 

Gasto com dinheiro público para evento de um dia da Copa de 2014 no Rio de Janeiro chegou a R$ 30 milhões

Por Herivelto Quaresma em 02/10/2011

Entre outros gastos, aluguel do espaço na Marina da Glória foi de R$ 3,7 milhões. Os R$ 30 milhões foram destinados à Geo Eventos, empresa que pertence às Organizações Globo e ao Grupo RBS. Tudo sem licitação.

Gastos com dinheiro público para evento de um dia da Copa de 2014 no Rio de Janeiro chegou a R$ 30 milhões

No dia 30 de julho de 2011, houve um ato político de propaganda e lançamento dos grupos eliminatórios da Copa do Mundo, no salão de festas da Marina da Glória, no Rio de Janeiro.

O ato durou aproximadamente três horas, teve ampla cobertura do Jornal Nacional e da grande mídia brasileira. Participaram dele a Presidenta Dilma Rousseff, o presidente da FIFA, o governador do Rio de Janeiro Sergio Cabral, o prefeito Eduardo Paes, o Ministro dos Esportes, o todo poderoso presidente da CBF Ricardo Teixeira e artistas globais que se revesavam entre chefes de cerimônia e apresentadores culturais.

Tudo isso para anunciar os grupos da Copa. Apenas isso.

Custo do evento: 30 milhões de reais. Quem pagou? 15 milhões foram pagos pela Prefeitura do Rio de Janeiro e 15 milhões de reais pelo Governo do Estado do Rio de janeiro. Ou seja, tudo pago com dinheiro do contribuinte.

Vejam alguns gastos que foram feitos com esses recursos, em tão pouco tempo:

  • Aluguel do espaço na Marina da Glória, por um dia: 3,7 milhões de reais.
  • Aluguel de 70 cadeiras com braço, que não havia no local: 204 reais por cadeira, pelo tempo de meio dia.
  • A diretora que coordenou e planejou o evento recebeu 54 mil reais.
  • Os artistas e convidados cobraram para ir 416 mil reais.
  • O assistente geral da coordenadora recebeu 6 mil reais.
  • Uma arquiteta júnior (não se sabe para que grande obra) recebeu 22,5 mil reais.
  • O “supervisor de chegadas e partidas” levou 4 mil reais.
  • O diretor de TV, imprensa e assessoria jurídica cobrou 162 mil reais.
  • Cenografia do local: 2,24 milhões.
  • Transportes dos artistas, de suas casas e hotéis até o local: 112 mil reais.
  • Custo da produção do evento (?): 1,716 milhões.
  • O motorista, coitado, recebeu apenas 3,5 mil por um dia de trabalho.

Tudo isso pago com dinheiro público e sem nenhuma licitação, pois o evento era sui generis, excepcional e poucas pessoas teriam capacidade no Brasil para organizá-lo… A justificativa: seria transmitido para todo mundo.

Mas isso não é a parte mais “interessante”. Qual foi a empresa prestadora de serviços que recebeu os trinta milhões de reais, de dinheiro público, e aplicou desta maneira? A GEO EVENTOS. Proprietários da empresa: Organizações Globo e Grupo RBS (associado da Globo no Rio Grande do Sul).

Por meio de nota, a empresa GEO EVENTOS explicou ao jornalista: “(…) os valores do serviço foram estabelecidos na proposta, que previu uma remuneração padrão, dentro de preços de mercado, e foram correspondentes ao prazo e complexidade das operações de produção. A apresentação de documentação e prestação de contas ocorreu dentro do modelo dos eventos patrocinados pela Prefeitura e Governo do Estado do Rio de Janeiro”.

Ou seja: foi uma roubalheira generalizada, mas com o crivo do Estado e, portanto, oficial.

Por tudo isso, a Rede Globo se cala diante dos descalabros do Ricardo Teixeira, que será investigado pela Polícia Federal por remessa de dinheiro ilegalmente para o Brasil e lavagem de dinheiro.

O dinheiro supostamente enviado para o Brasil teria sido recebido por Teixeira como suborno por parte da empresa de marketing ISL, para garantir que ela tivesse o direito de transmissão de TV de algumas copas. Quem fez a denúncia foi o jornalista Andrew Jennings, da BBC de Londres. Ainda segundo o jornalista, o suborno pago a dirigentes da FIFA chega a US$ 200 milhões, que foram pagos através de empresas fantasmas sediadas no paraíso fiscal de Liechtenstein. A determinação para investigar Teixeira também atinge João Havelange, ex-presidente da FIFA, e partiu do Ministério Pública, após as denúncias da mídia.

Qual a moral da Globo para ficar exigindo rigor no uso dinheiro público? E ficar cobrindo passeatas da classe média com vassouras que nunca usaram, clamando contra a corrupção? Corrupção de quem?

A saber: o custo de alfabetização de um adulto, segundo o MEC, é de 500 reais. Ou seja, com esses 30 milhões o Estado do Rio de janeiro poderia ter alfabetizado 60 mil trabalhadores adultos.

(Com informações de matéria publicada no jornal ‘Estado de são Paulo’ de 30 de setembro de 2011, assinada pelo jornalista Tiago Rogero, da sucursal do Rio de Janeiro. Clique aqui para acessar a versão online parcial da reportagem.)

Gasto com dinheiro público para evento de um dia da Copa de 2014 no Rio de Janeiro chegou a R$ 30 milhões | Revista ConsciênciaNet: acesse a sua.

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: