Ficha Corrida

06/06/2016

Putsch no Chapeuzinho Vermelho

Lobo e CordeiroChegamos a um ponto em que a ignorância instrumental de uns e a safadeza institucional de outros torna possível que um grupo de cleptocratas assaltem o Planalto Central. Pior, que haja aceitação deste fato por muitas pessoas com formação universitária. Jogaram no lixo as lições de Montesquieu, Norberto Bobbio, Rui Barbosa e Raimundo Faoro. Só a literatura fantástica ou os contos de fada, tamanho o nonsense, poderão nos auxiliar a entender como se chegou ao ponto de deixar o mundo perplexo com nossa República das Bananas. A velha mídia, que deveria nos ajudar a entender o momento atual, é parte deste teatro do absurdo. Nem o Ubu Rei, do Alfred Jarry, com sua ‘Patafísica, "a ciência das soluções imaginárias", pode explicar!

Abaixo as táticas se Sun Tzu, Maquiavel ou Napoleão. Tudo aqui é muito rasteiro, rastaquera. A tal ponto que o único país a reconhecer o golpe, até agora, é o…. Paraguai! O inelegível conspira e destitui. Por isso, golpe paraguaio. O verniz da legalidade é dado por um bando de cleptocratas que não passa nem em teste para porteiro de inferninho. Para se ter uma ideia, um dos soldados do golpe se chama Eliseu Rima Rica. Para meio entendedor, a quantidade de envolvidos e malversação do dinheiro público, quadrilha é rima pobre.

As fábulas infantis usam animais, em formas antropomorfas, para passar lições. Sim, os animais dos contos infantis tem mais humanidade de, por exemplo, Ministro que se recusa aceitar aborto até de vítima de estupro. Ah, sim, o momento atual também diz que em caso de estupro a vítima sempre é a culpada. Não por acaso, confesso estuprador em rede nacional, é recebido com pompa e circunstância no… Ministério da Educação!

Como até a agora a versão do Lobo não deu certo, de-lhe por culpa na mulher. Não há desfaçatez maior do que por a culpa do próprio estupro na vítima. Como o rei dos golpismo estão nus, faz-se necessário descontruir Dilma. A destruição de Dilma aparece todos os dias nos jornais. Um dia a culpa recai porque seu vestido vermelho, outro porque estava pedalando sozinha. Se está solteira, por aí também se busca justificar o estupro.  Não é sem razão que o estupro coletivo de 30 homens tenha ainda quem bote a culpa na vítima. Os jornais, ao publicarem que ela fazia isso ou aquilo, que não tinha ficha limpa, busca fazer crer que a vítima buscou e fez por merecer o estupro. Dilma é culpada, e, diante dos lobos famintos por abstinência eleitoral, terá de expiar a culpa. Se não foi ela, foi sua família, seu partido, seu antepassado de lutadora contra a ditadura. Ela era guerrilheira, rosnam as hienas. E sabemos que a hienas riem. Talvez por ser um animal que come merda…

Veja-se o caso da Dilma. Todo mundo conhece, todo mundo sabe que o primeiro a ser comido é o Aécio, mas para a bandidagem instalada no PIG o que conta é que existe a possibilidade de que o cabeleireiro possa ter sido pago por formas não oficiais. Não importa 450 kg de cocaína, não importa quantas vezes o cara for delatado, não importam os paraísos de Liechtenstein. De que adianta saber dos relacionados nas Lista de Furnas, na Lista Falciani do HSBC, no Panama Papers, nas Operações Pavlova, Operação Ouro Verde (Portocred), Operação Zelotes. Dilma não está em nenhuma delas, mas todos os que estão nestas listas saem-se com a famosa frase do Lobo e do Cordeiro:

— Pois se não foi seu irmão, foi seu pai ou seu avô!

Os midiotas, e não há fato melhor para ilustrar este termo, do que o desejo de exorcizarem a cor vermelha. Ciclovias não podem ser pintadas de vermelho, mesmo que esse seja o padrão mundial. Bonito é o escudo da CBF nas camisas verde amarelas, símbolo do que há de mais podre neste país.

Não basta cortar os caminhos da Presidenta, também precisam lhe roubar a cesta de doces. Adeus programas sociais.

Depois da destituição do Presidente da EBC, em breve retorna a proibição do Chapeuzinho Vermelho, do Vermelho e o Negro. O Internacional, meu clube, só poderá entrar em campo com a cor branca.

Mas há algo ainda pior do que os lobos em pele de cordeiro. É o parasitismo do caçador, que espera o lobo matar o cordeiro para, sem nenhum esforço, ficar com a carcaça.

O golpe do lobo na chapeuzinho vermelho contou com a cumplicidade do caçador. Os dentes do lobo produziram, mas a ordem veio dos derrotados das últimas eleições!

O pré-sal é seu biscoito de amestrado!

27/09/2012

Dilma, a Chapeuzinho Vermelha, vai visitar a SIP, vovó do Instituto Millenium

Filed under: Chapeuzinho Vermelho,Dilma,Isto é PSDB!,SIP — Gilmar Crestani @ 11:17 pm

 

Dilma irá ao antro midiático da SIP ?

Por Altamiro Borges

De 12 a 16 de outubro, a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) realizará a sua 68ª Assembleia-Geral em São Paulo. O evento, que retorna ao Brasil após 11 anos, reunirá os principais barões da mídia do continente. Segundo a programação, 65 palestrantes tratarão de temas como novas mídias, sustentabilidade financeira e “liberdade de imprensa”. Entre os convidados brasileiros, o ex-presidente FHC, a ex-ministra Marina Silva e, pasmem, a presidenta Dilma Rousseff – a mesma que é atacada pela mídia diariamente.

Além das palestras, o convescote da máfia midiática prestará homenagens a conhecidos reacionários da região e aprovará as mesmas resoluções das assembleias anteriores. O advogado Cesar Ricaurte, da ONG Fundamedios, do Equador, receberá o “Grande Prêmio da Liberdade de Imprensa da SIP”. Ele é hoje um dos principais inimigos do presidente Rafael Correa e a sua “organização não governamental” é financiada pela Usaid, a agência estadunidense famosa por interferir nos assuntos internos de vários países da América Latina.

Cultura conservadora dos barões da mídia

Como já apontou Luciano Martins Costa, em artigo no Observatório da Imprensa, a 68ª Assembleia da SIP não acrescentará nada de novo ao debate sobre os desafios da mídia. “Deverão estar presentes os dirigentes de todos os principais veículos de comunicação e boa parte dos consultores que nos últimos vinte anos vêm conduzindo os negócios do jornalismo em direção ao passado… São muitos os desafios, mas o maior deles parece ser da própria cultura conservadora das empresas de comunicação”.

O principal debate deverá ser sobre o chamado “modelo sustentável do jornalismo”. “Afora a apropriação da palavra ‘sustentável’, a rigor nada mudou nas propostas de reflexão sobre o futuro da imprensa desde o primeiro debate setorial sobre o advento da internet, realizado em 1995. O maior entrave para a busca de um modelo sustentável de negócio parece estar no próprio sistema de organização das empresas, cuja direção é excessivamente centralizada e verticalizada”, fustiga Luciano Martins Costa.

Dilma vai reforçar o palanque dos golpistas?

Em síntese, como afirma o autor, a assembleia da SIP não serve para nada. “Quem viu o primeiro, viu todos”. Na prática, o convescote apenas confirmará a decadência do modelo de negócio dos barões da mídia, decorrente dos avanços tecnológicos e da própria crise de credibilidade de uma imprensa monopolizada e manipuladora. Como nas anteriores, a máfia midiática aproveitará o evento para fazer política – confirmando sua conversão em principal partido da direita. Daí a pergunta: o que Dilma vai fazer neste palanque da oposição golpista?

Altamiro Borges: Dilma irá ao antro midiático da SIP?

23/01/2012

Responsabilidade Social

Filed under: Chapeuzinho Vermelho,Responsabilidade Social — Gilmar Crestani @ 7:22 am

Fico pensando no conceito de “responsabilidade social” de uma empresa como a RBS. Qual é a responsabilidade social de quem ataca movimentos sociais e defende grupos mafiosos, como o da construção civil? Será que os entregadores do jornal Zero Hora e os funcionários do telemarketing da Net, com o que ganham, acreditam na Responsabilidade Social de quem se beneficia dos produtos que vendem?

Responsabilidad Social Corporativa (RSC): ¿buenas prácticas o solo un cuento?

Por: Isidoro Merino

Little Red Riding Hood Cover

Entre las cosas curiosas que se pudieron ver en Fitur 2012, la feria internacional de turismo que finalizó ayer en Madrid, estaban los viajes solidarios por África que desde hace cinco años promueve, en colaboración con agencias de viaje alternativas, un banco español. También había aviones verdes, hoteles súper sostenibles y rutas muy, muy responsables con la naturaleza y los nativos.
El turismo responsable  y la Responsabilidad Social Corporativa (RSC), un conjunto de buenas prácticas que asumen voluntariamente las empresas,  están muy bien. Pero yo cada vez que oigo las palabras ecológico, verde, sostenible o comercio justo me pongo en guardia: como Caperucita cuando el lobo le dice que si quiere que le lleve la cesta a casa de la abuelita.

Redhood
Estoy seguro de que hay empresas que realizan una importante labor social o medioambiental; que miman a sus empleados, invierten en investigación, no contaminan, pagan sueldos justos… pero me cuesta creer que a los mismos bancos que regalan desahucios a manos llenas les haya salido una vena amorosa por los negritos. ¿No será que nos quieren vender algo?
Por cierto, abuelita, qué orejas más grandes tienes.
Bedwolf

El Viajero Astuto >> Blogs EL PAÍS

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: