Ficha Corrida

21/03/2019

Laurício

Filed under: Futebol,PIG — Gilmar Crestani @ 5:09 pm

Conheço Laurício Apolônio Pinto Brandão desde 1989, quando nos tornamos colegas de trabalho.

Após perambular como atleta, Laurício fez concurso para Justiça Federal onde ingressou em 1980.

Aposentado desde 1998, por força da natureza do meu trabalho, vejo-o com certa frequência, mas a cada ano que passa, cada vez menos. E toda vez que nos encontramos, sempre faço recordar seus tempos de Inter.

Laurício - 1990

Laurício – 1990

Nascido em Campos dos Goytacazes, em 09/02/1943, se destacou no futebol carioca, primeiro pelo Madureira e depois, com muito sucesso, pelo Fluminense, de onde saiu para vir jogar no Inter.

Lateral de direito de muita marcação, se vangloria de ter sido um grande adversário do Grêmio, tanto que atribui a sua saída a intrigas que teriam sido arquitetadas por gremistas.

Jogou na lateral direita de 1966 a 1970. Passou pelos Eucaliptos e inaugurou o Beira-Rio.

Lauricio 1972

Lauricio 1972

Quando lembra do time, abre um largo sorriso para falar do Escurinho:

– O negão me deu muitos bichos…

Os “bichos” a que se refere não são animais de estimação, mas o prêmio pelas vitórias.

Escurinho “deu” bichos ao Laurício e me tornou colorado. Mas esta é outra história….

Na inauguração do Beira-Rio, contra o Benfica, Daltro Menezes escalou o Inter com Gainete no gol, Laurício, Scala, Pontes e Sadi; Tovar e Dorinho; Valdomiro (Urruzmendi), Bráulio (Sérgio), Claudiomiro e Gilson Porto.

Foi uma grande vitória, 2 X1, que selou a sorte da nova casa.

Só não gosta de falar da saída, que teria sido provocada por uma intriga arrumada por gremistas, mas joga toda responsabilidade nas costas do Daltro Menezes, que preferiu ir atrás de intrigas do que confiar na sua palavra. Prova que quem bate esquece mas quem apanha, não…

Depois do Inter, só jogou, por apenas um ano, no Londrina.

Voltou pra Porto Alegre onde fixou residência definitiva.

Com Laurício, em março de 2019

Com Laurício, em março de 2019

Fico ainda mais feliz pelo atleta ao saber que Laurício tinha como sonho, se não fosse jogador de futebol, se tornar militar. Sonhava em se tornar general. E foi. Felizmente, na zaga do Inter…

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: