Ficha Corrida

20/08/2016

MBL comprova que movimento apartidário é como escola sem partido, só bandidos

Filed under: DEMo,Eduardo Cunha,Golpe,Golpe Paraguaio,Golpismo,Golpistas,Kim Kataguiri,MBL — Gilmar Crestani @ 11:32 am
Tags:

O MBL é uma destas ongs que recebem dinheiro não contabilizado para tirar a ideologia das instituições. São promotores e promovedores do combate à corrupção dos outros. Tanto que este movimento apartidário recebia dinheiro do PSDB e do DEM para arrebanhar e adestrar os anencefálicos com camisas verde-amarelas com escudo da CBF, padrão FIFA. As camisas amarelas repetiram, em método e ideologia, as “Camicia Nera” do fascismo. E agora as práticas das SS. Foram tão bem adestrados que portavam cartazes escritos na escolas sem partido “Somos Todos CUnha”.

Para não me sujar falando em merda, há um velho ditado que diz: ”Diga-me com quem andas que direi quem és”. O MBL anda com Aécio Neves, FHC, Renan Calheiros, José Tarja Preta Serra, Alexandre Frota, Kim Kataguiri, Romero Jucá, Eduardo CUnha, Michel Temer, Janaina Paschoal, Jair Bolsonaro, Marco Feliciano, Eliseu Rima Rica et caeterva.

O movimento que convenceu idiotas de que era apartidário tem seu líder candidato a vereador em São Paulo. Pelo DEMo! 

Líder do MBL é preso depois de dar baixaria na Câmara Municipal de SP

Postado em 19 de agosto de 2016 às 6:41 pm

Do repórter PEDRO ZAMBARDA:

O ativista Fernando Holiday, candidato a vereador pelo DEM e um dos dirigentes do Movimento Brasil Livre (MBL) de Kim Kataguiri, foi preso em flagrante na tarde desta sexta-feira (19).

Na companhia de um coleguinha, ele tentou agredir os presentes numa sessão de homenagem aos 90 anos de Fidel Castro na Câmara Municipal de São Paulo.

Holiday interveio no discurso do vereador Jamil Murad (PCdoB), gritando que era “membro do DEM” e “abaixo a ditadura castrista”.

Depois, tentou arrancar um banner. Houve confusão. A segurança da Câmara levou a dupla para a delegacia, onde Holiday fez um vídeo se orgulhando de alguma coisa que ninguém sabe muito bem o que é. Foram pedidos depoimentos por acusação de agressão e desrespeito de uma atividade oficial da cidade.

Não é a primeira vez que os membros do MBL se envolvem em baixarias públicas. Kim Kataguiri invadiu a festa de aniversário da deputada Maria do Rosário no final de 2015, em Porto Alegre, depois de uma caminhada de São Paulo até Brasília para tirar selfies com Jair Bolsonaro e Eduardo Cunha.

Diário do Centro do Mundo Líder do MBL é preso depois de dar baixaria na Câmara Municipal de SP

1 Comentário »

  1. […] via MBL comprova que movimento apartidário é como escola sem partido, só bandidos — Ficha Corrida d… […]

    Pingback por MBL comprova que movimento apartidário é como escola sem partido, só bandidos — Ficha Corrida do GOLPE | O LADO ESCURO DA LUA — 20/08/2016 @ 11:35 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: