Ficha Corrida

30/05/2016

Meritocracia à moda plutocrática

Filed under: Cleptocracia,Golpismo,Golpistas,Meritocracia,Michel Temer,Michelzinho,Plutocracia — Gilmar Crestani @ 9:57 am
Tags:

OBScena: dois flagrantes de meritocracia

meriotocracia made in banqueirosQuando vierem te falar sobre meritocracia, lembre-se deste exemplo. A meritocracia é uma tentativa de convencer porque os privilégios estão sempre com quem já os têm. Serve também construir a narrativa de que as vítimas são também culpadas da sua condição. Veja-se que o caso do estupro da menina de 16 anos encontra justificativa em membros do Congresso Nacional. Aliás, Alexandre Frota, que confessou estupro em rede nacional, entregou propostas para a educação Ministro da Educação dos Cleptocratas. A Meritocracia vem sempre acompanhada de outra palavra mágica dos cleptocratas: choque de gestão. De fato, a gente sempre fica chocada quando se descobre que foi usado dinheiro público para construir aeroportos em terras de familiares. Aliás, só com vazamento se fica sabendo o que, na plutocracia, todos sabem, porque, a não ser que apareça um Gilmar Mendes, será o primeiro a ser comido

Durante anos os a$$oCIAdos do Instituto Millenium vêm divulgado que Lula é ladrão e que sua família é milionária. Agora fica fácil de entender esta narrativa. Basta que se interprete a perseguição a Lula como uma cortina de fumaça.

Enquanto acusam os filhos e caçam Lula, Michelzinho vira milionário, simples assim. E não é nenhum petista quem está dizendo, mas o Estadão, um dos principais perseguidores de Lula. Enquanto isso as contas suíças de Eduardo CUnha continuam rendendo tanto quanto aquelas da mãe do Aécio em Liechenstein.

Todos os defensores da meritocracia aparecem nas listas que rolam por aí. Lista Falciani do HSBC, Lista de Furnas, Lista Odebrecht, Panama Papers. Veja bem, nenhum dos defensores das políticas de inclusão social estão nessas listas aí. Não está Dilma, não está Lula. Isso ajuda a explicar ódio visceral, a obsessiva perseguição a quem ousa implantar políticas sociais.

Se Michelzinho já tem dois milhões só em imóveis, quanto terá na Suíça?!

Toda vez que ouço falar em meritocracia lembro de uma velha máxima jurídica que o STF faz questão de manter atual: “Dar a cada um o que é seu; a riqueza aos ricos, pobreza aos pobres”. Da mesma forma que a vítima de estupro é sempre a primeira culpada.

Esta matéria do Estadão é suficientemente clara para entender a narrativa da Rede Globo encima dos pedalinhos dos netos do Lula. É que Cleptocracia julga os outros tomando a si por parâmetro.

Filho de 7 anos de Temer tem R$ 2 milhões em imóveis

José Roberto de Toledo e Daniel Bramatti – O Estado de S. Paulo

30 Maio 2016 | 05h 00 – Atualizado: 30 Maio 2016 | 05h 02

Caçula de presidente em exercício, Michelzinho é dono de conjunto de escritórios no Itaim-Bibi; pai diz ter feito ‘doação’ como forma de ‘antecipar herança’

Aos 7 anos de idade, completados em 2 de maio, Michel Miguel Elias Temer Lulia Filho, mais conhecido como Michelzinho, é proprietário de pelo menos dois imóveis cujos valores somados superam R$ 2 milhões. O pai, Michel Miguel Elias Temer Lulia, de 75 anos, presidente em exercício da República, passou para o nome do único herdeiro do seu casamento com Marcela Temer dois conjuntos comerciais que abrigam seu escritório político em São Paulo.

Localizados no Edifício Lugano, no Itaim-Bibi, zona sul da capital paulista, cada conjunto tem 196 m² e valor venal de R$ 1.024.802, segundo a Prefeitura de São Paulo – os dados são públicos e podem ser consultados na internet. O valor de mercado costuma ser de 20% a 40% mais alto do que o valor de referência usado pela Prefeitura para calcular o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Mesmo assim, na declaração de bens que Temer apresentou à Justiça Eleitoral em 2014, cada conjunto é avaliado em apenas R$ 190 mil. Isso é comum nas declarações de políticos, pois os imóveis costumam ser declarados pelo valor de quando foram comprados. A legislação não obriga a atualização do valor.

Prédio na zona sul de São Paulo onde Temer tem escritóriosPrédio na zona sul de São Paulo onde Temer tem escritórios

Doação. A assessoria de imprensa de Temer informou que a transferência foi feita como doação, uma espécie de antecipação da herança, e que as filhas do presidente em exercício também já receberam imóveis em outros momentos. A assessoria não esclareceu quais imóveis foram doados para as filhas, nem em que data isso ocorreu.

Luciana, Maristela e Clarissa, fruto do primeiro casamento de Temer, são proprietárias de imóveis residenciais na zona oeste de São Paulo, segundo a Prefeitura. A primeira também é dona de um escritório no mesmo prédio onde ficam os imóveis transferidos para seu irmão.

Outros bens. No caso da declaração de bens de Temer apresentada quando foi candidato a vice-presidente na chapa de Dilma Rousseff, a casa que possui na zona oeste de São Paulo também está subavaliada. Em 2014, o presidente em exercício declarou a residência de 415 m² no Alto de Pinheiros, comprada em 1998, por R$ 722.977,41. Na Prefeitura, o valor venal é de R$ 2.875,109. Sobre esse valor incide a cobrança de IPTU.

Se a casa e os dois conjuntos do Itaim-Bibi tivessem seu valor corrigido para pelo menos o valor venal, o patrimônio declarado de Temer aumentaria em pelo menos R$ 3,6 milhões e chegaria a um total de mais de R$ 11 milhões. Isso não inclui outra casa, de R$ 1.434.558, no bairro do Pacaembu, pela qual ele responde a uma ação por não pagamento de IPTU, e que Temer diz ter vendido.

O patrimônio do presidente interino cresceu rapidamente desde 2006. Naquele ano, Temer foi candidato a deputado federal e declarou bens no valor de R$ 2.293.645,53. Se corrigido pelo IGP-M da Fundação Getúlio Vargas, eles corresponderiam, em 2014, a R$ 3.678.526,22. Porém, seu patrimônio declarado à Justiça Eleitoral em 2014 já havia crescido para R$ 7.521.799,27. Ou seja, mais do que dobrou acima da inflação entre duas eleições – e isso sem levar em conta a valorização dos imóveis.

Filho de 7 anos de Temer tem R$ 2 milhões em imóveis – Política – Estadão

1 Comentário »

  1. […] Fonte: Meritocracia à moda plutocrática | Ficha Corrida […]

    Pingback por Meritocracia à moda plutocrática | Ficha Corrida | BRASIL S.A — 30/05/2016 @ 12:45 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: