Ficha Corrida

17/11/2015

A obsessão doentia explica caça ao Lula Gigante

Filed under: Golpe Paraguaio,Golpismo,Golpistas,Lula Seja Louvado,Obsessão,Perseguição — Gilmar Crestani @ 7:49 am
Tags:

Lula GiganteDesde que Lula tomou posse, todo santo dia há alguma insinuação em algum dos veículos das cinco irmãs (Globo, Veja, Estadão, Folha & RBS). E até hoje não conseguiram apresentar um fiapo de prova sequer. Nas redes sociais, seres anencefálicos, com QI inferior ao de amebas, elencam itens que criminalizam Lula. O primeiro da lista, por entenderem ser o mais gravoso, é chama-lo de Brahma. Sim, na cabeça de pessoas doentes consumir uma bebida de péssima qualidade é algo que depõe contra alguém que ousa ser o melhor Presidente que este país já teve. Coincidência ou não, os mesmos que buscam impingir-lhe o comportamento de bêbado silenciam sobre a campanha de FHC pela liberação da maconha. Aliás, são os mesmos que não ousam falar no heliPÓptero apreendido com 450 kg de cocaína. Só seres abjetos, rastejantes podem sugerir que consumir Brahma é mais nocivo que alimentar o narcotráfico.

Neste quesito das drogas o efeito nocivo sobre a massa encefálica pode ser evidenciado pela ilogicidade dos argumentos. Primeiro porque não há nenhuma ilegalidade, quando se tem mais de 18 anos, em se consumir produtos alcoólicos. Segundo, que o consumo de drogas mais pesadas, como a cocaína, é moeda corrente entre os derrotados do Lula. Afinal, não foi nenhum petista mas José Serra que teria pedido ao Mauro Chaves o antológico artigo “Pó pará, governador”. As várias insinuações a respeito dos costumes heterodoxos do presidente do PSDB não partiram do PT. O primeiro,perpetrado pelo Mauro Chaves, deve-se à disputa intestina do PSDB pelo direito de concorrer a Presidente da República pelo PSDB. Cabe nesta seara também o que publicou Juca Kfouri e, pelo que se saiba, jamais contestado pelo Napoleão das Alterosas. Aliás, até a revista norte-americana TMZ publicou a respeito do farinha mineira… Para terminar, imagine o que diriam os a$$oCIAdos do Instituto Millenium se um amigo do Lula tivesse seu helicóptero apreendido com 450 kg de cocaína. Todo dia, até evaporar a última molécula do pó, haveria manchete com bonecos infláveis insinuando que o consumo de drogas pelo Lula.

Como Lula ousou fazer um governo a anos luz distante da mediocridade que se viu até hoje, os setores que flertam com o nazi-fascismo institucional vasam continuamente para se auto alimentaram insinuações de toda sorte para buscarem denegrir a imagem de Lula e assim inviabiliza-lo para uma nova disputa. Ouço diariamente reclamações pelo fato de agora pessoas mais pobres também terem carro, de modo que afeta um mundo maravilhoso onde não havia congestionamento no trânsito, e viajar de avião era uma aventura na qual não havia possibilidade de encontrar o filho do porteiro. A política de cotas, alimentada por uma mídia jihadista (Não somos racistas), horripilou a classe média que agora vê seu filho bem nascido e freguês de boas escolas tendo de competir com filhos de agricultores, quilombolas e índios.

Ouso com alguma frequência que não é justo ter investido uma grana federal no ensino particular para que na hora de obter o ensino gratuito ele tenha de competir com as vagas do ENEM. São os mesmos que reclamam da carga de impostos que odeiam terem de competir pelo ensino gratuito. São os mesmos que na hora de comprar um apartamento buscam financiamento da CAIXA, jamais do Bradesco, Santander ou Itaú. Tudo o que é público não presta, se não estiver à sua disposição. O caso mais emblemático é o da própria Rede Globo que, ao invés de buscar ajuda nos bancos particulares foi buscar no BNDES a transfusão de recursos públicos para dar uma sobrevida à sua Globopar.

Está simplesmente impossível de consumir qualquer produtos veiculado pela Rede Globo, Folha de São Paulo, Estadão, Veja & RBS. A carga de veneno totalmente desproporcional a qualquer razoabilidade intoxica o ar. Nem a Madre Teresa de Calcutá teria tanta paciência diante da contínua e grosseira manipulação das informações.

Até por não consumir nenhum produto que os alimente, tenho Fernandinho Beira-Mar e Marcola pessoas como menos pernicioso à nossa sociedade do que o comportamento dos grupos mafiomidiáticos. A desonestidade pode se medida por dois fatos bem atuais: ao mesmo tempo que investem contra a lei que pune a falta de ética a imprensa, jogam no olho da rua o jornalista que ousa questionar os métodos mafiosos de seus patrões.

Por último, como nada conseguem diretamente nada contra Lula, passaram a perseguir membros da família. Por que a PolíCIA Federal não investiga quem e de forma foi sustentado o ostracismo da amente e filho de FHC na Espanha? Por que não investigam o genro de FHC, Benjamin Steinbruch, que pode participar nas privatidoações do sogro?! Por que nunca houve perseguição a FHC pela forma nada repúblicana com que sua filha Luciana Cardoso repousou por tantos anos, sem trabalhar, no gabinete do Heráclito Fortes? E a troco de quê?

O problema não é a investigação de Lula e sua família. O que se espera de órgão públicos são comportamentos republicanos, usando os mesmos pesos e medidas para qualquer cidadão. Infelizmente, o ódio compartilhado pelos setores mais retrógrados da nossa sociedade deixa setores do MPF, PF e Judiciário obsecados pela caça ao Lula Gigante. Talvez seja puro diversionismo, pois enquanto isso a corrupção de seus parceiros ideológicos campeia desenfreada, como se está vendo na Operação Zelotes, na Lista Falciani do HSBC e até na tentativa de beatificar um Lúcifer, que é Eduardo CUnha. Aliás, a permanência em liberdade de Eduardo Cunha, apesar de tudo o que já se sabe, põe por terra a bandeira anti-corrupção do MPF. O MPF virou a longa manus das máfias corporativas.

2 Comentários »

  1. […] Sourced through Scoop.it from: fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por A obsessão doentia explica caça ao Lula Gigante | Q RIDÃO... — 17/11/2015 @ 10:49 am | Responder

  2. Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUA.

    Comentário por anisioluiz2008 — 17/11/2015 @ 8:48 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: