Ficha Corrida

14/09/2015

Reação tardia aos fascistas, mas antes tarde do que nunca

Filed under: Fascismo — Gilmar Crestani @ 9:49 am
Tags:

 

Professores da Unicamp processarão vizinho antipetista que os agrediu

:

Walkiria e Rubem Leão Rego são professores aposentados da Unicamp. Ela é autora do livro Vozes do Bolsa Família – Autonomia, dinheiro e cidadania (editora Unesp). A obra versa sobre os impactos do programa Bolsa Família na vida de seus beneficiários, principalmente das mulheres, titulares do benefício; agredidos por um vizinho, eles relataram em vídeo o que ocorreu; confira reportagem de Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania

14 de Setembro de 2015 às 07:18

Por Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania

O casal Walkiria Domingues Leão Rego e Rubem Leão Rego foi objeto de matérias recentes na blogosfera política devido a agressão violenta de que foi alvo no último dia 11 de agosto. O agressor foi o vizinho do apartamento de baixo do deles no condomínio localizado no bairro paulistano de perdizes no qual o casal reside há 29 anos.

Walkiria e Rubem são professores aposentados da Unicamp. Ela é autora do livro Vozes do Bolsa Família – Autonomia, dinheiro e cidadania (editora Unesp). A obra versa sobre os impactos do programa Bolsa Família na vida de seus beneficiários, principalmente das mulheres, titulares do benefício.

casal 1

O Blog foi ouvir o casal de acadêmicos sobre o que vem acontecendo no local em que reside. Segundo essas pessoas, há cerca de um ano – desde as eleições de 2014 – o vizinho em questão vem fazendo agressões verbais e cometendo atos de retaliação por conta de suas opiniões políticas favoráveis ao governo Dilma Rousseff.

No último dia 11, porém, o tal vizinho cometeu um ato de descontrole que poderia ter resultado em uma tragédia.

Ao encontrar a filha do casal na garagem do condomínio, o agressor, após insultá-la pesadamente, entrou em seu veículo e deu ré em alta velocidade em direção a ela, assumindo o risco de atingi-la e/ou a alguém mais que estivesse passando pela calçada dentro ou em frente ao edifício.

O episódio foi captado pelas câmeras de segurança da garagem do condomínio e também foi testemunhado pelo porteiro que trabalhava naquele momento.

No último sábado, o Blog esteve na residência do casal e gravou um vídeo com o depoimento dele sobre o que ocorreu e também foi informado de que foi feita uma denúncia à delegacia de polícia do bairro e um advogado já se prepara para entrar com ações cível e criminal contra o agressor, pois além do ato de violência ele também vem insultando essas pessoas em público, chamando-as de “ladrões” e outros mimos por terem opinião política diferente da dele.

Walkiria e Rubem são pessoas extremamente intelectualizadas, tranquilas e de reputação acima de qualquer suspeita. Este blogueiro passou a tarde de sábado inteirinha com eles, almoçou com eles e pode conhecer bem suas ideias. São pessoas que não têm a menor tendência aparente para esse tipo de conflito.

Vale dizer que ambos afirmaram que não são filiados ao PT e que não têm qualquer tipo de negócios ou ligações com o governo. Têm, apenas, suas opiniões políticas e isso está lhes rendendo uma situação “insustentável”, pois o indivíduo que os agride, apesar de idoso (70 anos), tem porte físico avantajado e seria bastante truculento.

Essas pessoas parecem assustadas, pois acreditam que seriam “imprevisíveis” as atitudes que o agressor pode tomar em sua escalada de inconformismo com a opinião política alheia.

O Blog conversou com um dos porteiros do prédio e este relatou que o casal é tranquilo e jamais se envolveu em qualquer tipo de confronto com vizinhos ou qualquer outra pessoa que frequenta o local. Não quis opinar sobre o episódio, mas deu a entender que tudo ocorreu como foi relatado por Walkiria e Rubem.

Um fato interessante em todo esse caso é que quando o casal foi à delegacia fazer o Boletim de Ocorrência encontrou o agressor lá. Ele não fez nenhum tipo de queixa, mas reclamou da opinião política dos vizinhos para escrivã que estava de plantão, como se esperasse que pelo simples fato de eles serem “petistas” sua atitude tresloucada estaria justificada.

O casal foi questionado pelo blogueiro sobre o que pensa sobre esse tipo de agressão, que vem se repetindo com quem tem opinião política favorável ao governo ou que aparente ter – se as vítimas devem reagir ou “deixar para lá”. Rubem foi taxativo ao dizer que é preciso reagir: “Há que dar um basta!”.

Confira, abaixo, vídeo com trechos da conversa que o Blog manteve com Walkiria e Rubem.

Professores da Unicamp processarão vizinho antipetista que os agrediu | Brasil 24/7

2 Comentários »

  1. Esse vizinho truculento necessita tropeçar com alguém especializado em domesticar urubus que o fará enxergar o mundo como ele é!

    Comentário por pintobasto — 14/09/2015 @ 1:37 pm | Responder

  2. […] Sourced through Scoop.it from: fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por Reação tardia aos fascistas, mas antes tarde do que nunca | Q RIDÃO… — 14/09/2015 @ 12:04 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: