Ficha Corrida

15/08/2015

Mais Presuntos: PSDB apresenta seu método para acabar com a pobreza

Filed under: Assassinato,Instituto Millenium,PCC,PSDB,Violência — Gilmar Crestani @ 8:20 am
Tags:

violencia-policialPIGLatuffOnde o PSDB ganha eleição, o PCC governa. A prova está nos métodos. É a mesma lógica em ação. E não adianta vir com conversa mole de que se trata de fato isolado. Foi assim com Cássio Cunha Lima na Paraíba, com Aécio Neves em Minas, com Yeda Crusius aqui no RS, com Beto Richa no Paraná e com José Serra e Geraldo Alckmin em São Paulo. O método foi inaugurado por Almir Gabriel, do PSDB do Pará, no famoso Massacre do Eldorado do Carajás.

A polícia faz o que seu comandante ordena. E como nossa mídia festeja a violência contra os quatro “P’’ (preto, puta, pobre e petista), o resultado é inevitável. Quando da passagem do Cel. Mendes pelo comando no RS, um sem-terra foi assassinado, pelas costas, à queima roupa, e a RBS, no velho e conhecido método Rubens Ricúpero, conseguiu perpetrar outro crime, este jornalístico: “Um mártir para o MST”. E ainda doura a pílula do assassino transformando o crime em “ação desastrada”.

A violência e o ódio de classe são frutos dessas cinco árvores acumpliciadas com a bandidagem (Marinho, Frias, Civita, Mesquita & Sirotsky). O que diriam os vira-bostas se na próxima marcha dos zumbis a polícia federal assassinasse pelas costas um dos fascistas?!

 

Policiais são suspeitos de 18 mortes em série em SP

Assassinatos ocorreram na noite de quinta, nas cidades de Osasco e Barueri

Ataque seria retaliação à morte de PM; crimes ocorreram em intervalo de quase três horas, num raio de 10 km

DE SÃO PAULO

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) suspeita que policiais militares estejam envolvidos nos ataques em série que deixaram 18 mortos e seis feridos na noite de quinta-feira (13) nas cidades de Osasco e Barueri, na Grande SP.

Os crimes ocorreram em um intervalo de quase três horas, num raio de 10 km, em nove pontos diferentes. Só seis dos mortos tinham alguma passagem pela polícia.

A principal linha de investigação aponta para crime de vingança –um PM foi morto na semana passada em Osasco em um assalto a um posto de combustíveis, e os suspeitos continuam foragidos.

Um guarda civil metropolitano também foi morto durante outro assalto –na quarta-feira (12), em Barueri.

Com base em depoimentos de testemunhas, análise de imagens de câmeras e cápsulas de armas achadas, a polícia acredita que as mortes de Osasco estejam relacionadas.

Não sabe ainda, porém, se esse grupo atuou em conjunto com assassinos de Barueri.

As ações foram semelhantes. Homens encapuzados estacionaram um carro, desembarcaram e dispararam vários tiros. Em alguns locais, testemunhas disseram que os assassinos perguntaram por antecedentes criminais para definir quem morreria.

Só em um bar de Osasco, oito morreram. Do lado de fora, um dos peritos da Polícia Civil disse: "Nunca vi uma noite com tantos mortos".

A participação de policiais em mortes em série tem sido comum. Nas cinco principais chacinas na capital paulista desde 2013, onde morreram 42 pessoas, em todas existe a suspeita de participação de policiais militares ou civis.

O caso mais recente é de um policial militar e um ex-PM presos em maio como suspeitos de participar da morte de oito pessoas em uma festa na sede da torcida corintiana Pavilhão 9, na zona oeste.

A suposta participação de policiais nos assassinatos desta quinta colocou o comando das corporações sob alerta. Os efetivos foram reforçados, principalmente na região, para reagir a eventuais retaliações de criminosos em carros ou bases policiais nas próximas noites.

A Corregedoria da PM também entrou no caso, para que tudo seja esclarecido logo, como cobrou o governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O secretário estadual da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, está acompanhando diretamente o caso. Segundo ele, a atuação de policiais é apenas uma das linhas de investigação.

Colaboraram ANDRÉ MONTEIRO, AVENER PRADO, EDUARDO GERAQUE, FABRÍCIO LOBEL, LAURA LEWER, MARTHA ALVES, RICARDO GALLO, ROGÉRIO PAGNAN E THIAGO AMÂNCIO

1 Comentário »

  1. Republicou isso em O LADO ESCURO DA LUA.

    Comentário por anisioluiz2008 — 15/08/2015 @ 8:24 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: