Ficha Corrida

05/07/2015

Se o governo não age, os bandidos reagem

A complacência do governo em relação aos bandidos que querem dar um golpe de estado como tática de chamar ladrão para fugir, deixa a bandidagem ainda mais ouriçada e com mais espaço nos insufladores mafiomidiáticos. De repente, pelo andar da carruagem, o PCC pode virar o partido mais poderoso de São Paulo e postular o governo do país. Narcotraficantes, ao exemplo do que aconteceu com o helipóptero, terão direito de comandar a logística dos Correios.

Se golpistas podem ter concessão pública, como o é a Rede Globo, qualquer outro bandido, como Fernandinho Beira-Mar poderá se achar no direito de cobrar um lugar ao sol. A inoperância do governo deixa margem para que o golpe paraguaio avance em passos rápidos.

Depoimento de dono da UTC expõe PSDB e partidos da oposição

dom, 05/07/2015 – 10:13

Atualizado em 05/07/2015 – 10:14

Sugerido por Webster Franklin

Jornal GGN – Ricardo Pessoa, dono da UTC/Constran, pode atrapalhar os planos dos partidos de oposição de levar adiante uma manobra para conseguir o impeachment da presidente Dilma. Durante uma gravação de depoimentos, realizados após aceitar acordo de delação premiada, Pessoa apontou 15 partidos que teriam recebido doações da empreiteira com recursos ilícitos, incluindo PSDB e DEM.

Brasil 247

Pessoa delata PSDB, que quer usá-lo para o golpe

A estratégia delineada pelo senador Aécio Neves (PSDB-MG) para derrubar à força a presidente Dilma Rousseff agora tem um complicador; os depoimentos de Ricardo Pessoa, dono da UTC/Constran, em sua delação premiada são bem mais amplos do que se imaginava; Pessoa implicou nada menos que 15 partidos ao falar de suas doações com recursos ilícitos, incluindo o PSDB, presidido por Aécio, e o DEM, de artífices do golpe, como os senadores Ronaldo Caiado (DEM/GO), denunciado por caixa dois pelo ex-companheiro Demóstenes Torres, e Agripino Maia (DEM/RN), investigado no Supremo Tribunal Federal pelo recebimento de propinas; para o PSDB, no entanto, apenas os trechos da delação que citam a campanha da presidente Dilma Rousseff merecem fé pública?; será que cola?

4 de Julho de 2015 às 00:38

247 – Ventríloquo de Aécio Neves (PSDB-MG), o senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB) marcou a data para o início da derrubada da presidente Dilma Rousseff: 14 de julho, quando Ricardo Pessoa, dono da UTC/Constran irá depor no Tribunal Superior Eleitoral sobre suas doações à campanha presidencial de 2014.

“Acreditamos firmemente que, já no próximo semestre, haverá o julgamento que poderá cassar o diploma da presidente Dilma Rousseff e o do vice-presidente Michel Temer. Assume, pelo comando constitucional, por três meses, o presidente da Câmara”, disse Cunha Lima, apostando que a investigação no TSE será a base para o impeachment (leia mais aqui).

No entanto, o projeto golpista tem um novo obstáculo. Nesta sexta-feira, o Jornal Nacional noticiou que a delação de Ricardo Pessoa é bem mais ampla do que se supunha. O dono da UTC/Constran implicou nada menos que 15 partidos ao falar de suas doações com recursos ilícitos, incluindo o PSDB, presidido por Aécio, e o DEM, de artífices do golpe, como os senadores Ronaldo Caiado (DEM/GO), denunciado por caixa dois pelo ex-companheiro Demóstenes Torres, e Agripino Maia (DEM/RN), investigado no Supremo Tribunal Federal pelo recebimento de propinas de R$ 1,1 milhão.

Embora tenha noticiado o caso, e citado PSDB e DEM, a imprensa familiar tem dado mais ênfase às falas de Pessoa que envolvem a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula (confira, por exemplo, a reportagem do Estado de S. Paulo).

No entanto, será muito difícil convencer juízes e ministros de tribunais superiores que a delação premiada de Ricardo Pessoa só merece fé pública quando atinge a presidente Dilma Rousseff e o PT, como desejam Aécio e seus parceiros no golpe.

Os depoimentos do empresário escancaram uma dura realidade: o financiamento empresarial de campanhas atinge todos os partidos e é um mal que deveria ser combatido por toda a sociedade. O discurso hipócrita e golpista de Cunha Lima, que já foi cassado por compra de votos, encontrou um duro obstáculo pela frente.

Depoimento de dono da UTC expõe PSDB e partidos da oposição | GGN

4 Comentários »

  1. […] Replied to a post on fichacorrida.wordpress.com : […]

    Pingback por IMPORTANTE! — 05/07/2015 @ 11:20 am | Responder

  2. […] Sourced through Scoop.it from: fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por Se o governo não age, os bandidos reagem | O LADO ESCURO DA LUA — 05/07/2015 @ 11:19 am | Responder

  3. Republicou isso em TEM CAROÇO NESSE ANGU….

    Comentário por anisioluiz2008 — 05/07/2015 @ 11:18 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: