Ficha Corrida

30/05/2015

FBI 7 x 0 Polícia Federal & MP

Filed under: CBF,Corrupção,José Maria Marin,Os Intocáveis,Polícia Federal — Gilmar Crestani @ 2:52 pm
Tags:

Enquanto o narcotráfico progride livre, leve e solto e grandes empresas sonegam bilhões, a Polícia Federal se preocupa apenas em atuar politicamente. E não é só a Polícia Federal que se ocupa apenas de adversários ideológicos. Enquanto praticava tiro ao alvo na imagem da Dilma, Marin desfilava seu dinheiro sujo pelos barbas da ratazana.

Na verdade há um casamento com o Ministério Público sob as bênçãos de parcela do Poder Judiciário. Contam com o fato de que de um lado há os que agem desabridamente  e, de outro, o silêncio complacente dos que ficam prostrados de joelhos.

Enquanto o MP fazia pose na Folha, José Maria Marin, Ricardo Teixeira, Gerdau, RBS, e todos da Lista Falciani continuam, ele sim, intocáveis. A goleada do FBI para cima do amontoado do MP & PF foi mais desastroso do que o 7 X 1 para a Alemanha. A derrota para a Alemanha foi algo para se sentir vergonha, a de agora foi para sentir que temos que nos preocupar é com os nossos sem-vergonha.

Apesar de toda liberdade de atuação e em melhores condições materiais do que nunca antes tiveram, há uma clara inclinação da corporação por atuar em compadrio com a parcela mais corrupta da sociedade. É exatamente o segmento social que mais consome cocaína que impede que se revele os donos do narcotráfico.

Se por um lado a Polícia se mostra inepta, o Ministério Público que deveria dar o exemplo prefere tirar foto como Intocáveis de cinema. Trabalhar que é bom, necas pitibiriba, nadica de nada .

Por que a Polícia Federal se sentou em cima das fraudes da CBF nestes anos todos? Por Kiko Nogueira

Postado em 29 mai 2015 – por : Kiko Nogueira

Tiveram que se coçar

Tiveram que se coçar

Foi necessária a pressão no cangote da secretária de Justiça americana Loretta Lynch para a PF tomar uma atitude com relação à CBF. Um inquérito foi aberto no Rio. O ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, acha que há indícios de que os crimes apurados pelo FBI tenham sido cometidos aqui. Bidu.

Na noite anterior, quarta-feira, a PF deu uma geral em companhias do empresário Kleber Leite, ex-presidente do Flamengo ligado a J. Hawilla, delator do esquema da Fifa.

De acordo com as autoridades dos EUA, a investigação remonta a 24 anos de irregularidades. Nesse período, a CBF, que está no centro do caso, operou com gás total. Onde estava a PF nesse tempo todo? Onde as detenções barulhentas, as operações com nomes criativos?

Segundo a Folha, houve 13 sindicâncias em 15 anos contra a CBF. Nenhuma jamais deu em nada. Uma reportagem do Lance de quatro anos atrás oferece alguns motivos.

Em 2009, a CBF foi a principal patrocinadora do IV Congresso Nacional da Associação de Delegados Federais, em Fortaleza. A confederação teria desembolsado 300 mil reais. Ricardo Teixeira, presidente à época, foi convidado a participar de um painel sobre a Copa de 2014.

O superintendente da PF na ocasião, responsável pela investigação contra Teixeira, era o amigo Valdir Lemos de Oliveira. Os delegados ainda disputaram um torneio na Granja Comary, onde a seleção treina, cedida por Teixeira.

Um ano depois, a CBF bancou uma viagem de um coral de policiais federais aposentados para a Argentina. Uma nota oficial assegurava que o investimento foi “pontual”: “O patrocínio da CBF ao coro de vozes, realizado em 2010 para o evento Cantapueblo, na Argentina, foi única e exclusivamente de caráter cultural”.

Se isso não é conflito de interesses, o que é?

Nos últimos meses, a Polícia Federal tornou-se objeto de devoção de debiloides fascistas revoltados on line por causa de sua suposta cruzada moralizadora. Ninguém acha estranho, por exemplo, que todos os envolvidos no caso Helicoca, inclusive os traficantes apanhados em flagrante, estejam livres, leves e soltos.

Gente como Teixeira, Marin, Del Nero, Hawilla et caterva vem dizimando o futebol brasileiro há décadas, impunemente, enquanto se locupleta. Vamos ver se um agente da nossa valorosa PF tem a coragem de praticar tiro ao alvo com uma foto de Loretta Lynch, como fizeram com Dilma.

(Acompanhe as publicações do DCM no Facebook. Curta aqui).

Sobre o Autor

Diretor-adjunto do Diário do Centro do Mundo. Jornalista e músico. Foi fundador e diretor de redação da Revista Alfa; editor da Veja São Paulo; diretor de redação da Viagem e Turismo e do Guia Quatro Rodas.

Diário do Centro do Mundo » Por que a Polícia Federal se sentou em cima das fraudes da CBF nestes anos todos? Por Kiko Nogueira

3 Comentários »

  1. […] Source: fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por FBI 7 x 0 Polícia Federal & MP | O LADO ESCURO DA LUA — 30/05/2015 @ 5:49 pm | Responder

  2. Republicou isso em TEM CAROÇO NESSE ANGU….

    Comentário por anisioluiz2008 — 30/05/2015 @ 5:47 pm | Responder

  3. Republicou isso em florencio1.

    Comentário por florencio1 — 30/05/2015 @ 3:50 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: