Ficha Corrida

22/01/2015

O PSDB e a lógica da privatização

PrivatizarHá um ditado nascido das práticas tucanas sob FHC que atende pelo seguinte: “o PSDB não deixou nenhuma obra que vá cimento e tijolos”. Todas as mudanças, nem digo contribuições, do PSDB, tem cunho de filosofia política, a do neoliberalismo. Em outras palavras, a crença fundamentalista no deus mercado, segundo a qual a demanda regula a produção e vice-versa. Aqui abro um parêntesis para dizer que, neste particular, concordo com os fundamentalistas do PSDB numa única situação, indigesta para próceres do PSDB: o consumo de cocaína cria o mercado traficante…

Feito o parêntesis, repito o que venho dizendo desde as privatizações do Antonio Britto sob a chancela da RBS. A privatização no Brasil foi uma confissão de quem a fez de que não sabia administrar. A desculpa era de que precisava de capital privado. Mas como entender isso, se era o BNDES que dava aos empresários o dinheiro que eles precisavam para pagar o que estavam comprando? Pior, a parte de telefonia e energia foi, num primeiro momento, entregue não às iniciativas privadas, mas para empresas PÚBLICAS da Espanha, Portugal e Itália. Portanto, era uma confissão de incapacidade administrativa de quem estava ocupando a administração pública. O bundalêlê da privatização fez pelo menos um grande bem ao Brasil, retirou FHC de circulação e mostrou um PSDB repleto de fundamentalistas bêbados e cocainômanos. Retire as relações públicas do PSDB, esse pessoal que finanCIA o Instituto Millenium, o partido vira um extemporâneo clube de carpideiras viajando num tepetão voador.

Veja-se o caso desta matéria da Folha de hoje. Depois de entregarem a Eletropaulo à norte-americana AES, ainda querem que os norte-americanos pensem primeiro no público e só depois no lucro… Tão de brincadagem!

É o mesmo caso da SABESP, privatizada na Bolsa de Nova Yorque, querem que ela pense primeiro em abastecimento antes de pensar no lucro. Ou o PSDB não entende de iniciativa privada, o que seria ruim, ou entende mas, por isso entrega à ela, o que seria péssimo, por que aí entraria o mau caratismo de sujeitos mal intencionados.

Não há como não lembrar São Paulo / Cidade que me seduz / De dia falta água / E de noite falta luz

Eletropaulo cortou equipes técnicas, diz gestão Alckmin

Empresa afirma ter número suficiente de funcionários para emergências

Chuvas fortes e queda de árvores deixaram milhares de pessoas sem luz, em alguns casos por dias seguidos

ARTUR RODRIGUESDE SÃO PAULO

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) acusou a AES Eletropaulo de diminuir as equipes técnicas, que seriam insuficientes para restabelecer a energia rapidamente em caso de incidentes.

As críticas partiram do secretário estadual de Energia, João Carlos de Souza Meirelles, que afirmou que o governo está "decepcionado" e "preocupado" com o atendimento feito pela empresa.

Nas últimas semanas, com fortes chuvas e quedas de árvore, milhares de pessoas ficaram sem luz, em alguns casos por vários dias seguidos.

A entrevista foi sobre relatório entregue pela Eletropaulo a respeito desses problemas. Para Meirelles, as respostas foram insuficientes.

"O número de equipes vem sendo reduzido com a desculpa de que são mais técnicas, são melhores, mas isso não tem sentido", disse.

Meirelles também afirmou que a Eletropaulo deveria ter feito a poda das árvores antes do período de chuvas.

"Não há a menor justificativa para esperar o momento de chuvas intensas, que todos os anos são absolutamente normais, para então estarmos tomando providências para poda de árvores. Isso tem que ser feito como programa anual, preventivo", afirmou Meirelles.

OUTRO LADO

A direção da Eletropaulo disse ter "estranhado" as críticas. O vice-presidente de operações da companhia, Sidney Simonaggio, afirmou que as 307 equipes são suficientes para o atendimento em condições normais. Esse número pode subir para 800 em situações de emergência.

Ele afirmou também que a empresa fará em até 90 dias 200 mil podas de árvores afetadas pelas ventanias. A empresa fez 140 mil podas em 2014, segundo ele.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: