Ficha Corrida

22/11/2014

Se fosse petista, estaria na capa dos maiores jornais

Filed under: Alfredo Kaefer,Grupos Mafiomidiáticos,PSDB — Gilmar Crestani @ 5:00 pm
Tags:

Como é do PSDB, está só nas páginas policiais e nos anais da bandidagem. Cadê a indignação dos coxinhas? Por onde anda o moralismo seletivo e sectário dos golpistas de plantão. Se isto estivesse acontecendo com algum deputado de esquerda, haveria chamada nos maiores jornais e alguns minutos no Jornal Nacional. É em episódios como este que a lei Rubens Ricúpero se revela com mais clareza: o que é bom para seus parceiros do PSDB, a velha mídia mostra; se é ruim, os assoCIAdos do Instituto Millenium escondem… Estas notícias não sem nos grupos mafiomidiáticos.

Poderia parecer apenas coincidência, mas não é. O sujeito é da terra do Álvaro Dias, do Youssef, do Beto Richa, da Operação Lava Jato…

Deputado tucano com patrimônio de R$ 108,5 milhões diz que é pobre e pede justiça gratuita

Deputado ‘mais rico do Brasil’ diz ser pobre e pede para não pagar R$ 910

rico

Justiça negou o pedido de benefício de assistência judiciária integral.
‘Seria falta de bom senso acreditar nisso’, escreveu juíza na decisão.

A Justiça negou o pedido de benefício de assistência judiciária integral e gratuita feito pelo deputado federal Alfredo Kaefer (PSDB). O deputado estava respondendo a um processo judicial, foi condenado, e deve arcar com todos os custos do processo que inclui, por exemplo, o pagamento de honorários dos advogados das partes envolvidas. Contudo, Kaefer, o deputado federal mais rico eleito em 2014, disse à Justiça que não tem como pagar as custas, no valor de R$ 910.

De acordo com a decisão publicada na quarta-feira (19), o deputado não se manifestou dentro do prazo estabelecido e também não comprovou que o pagamento das custas causaria desequilíbrio financeiro ou atingiria a manutenção das necessidades da família.

A juíza da 1ª Vara Cível de Cascavel, no oeste do Paraná, Gabrielle Britto de Oliveira, indeferiu o pedido afirmando que Kaefer usou de má fé, já que ele é um dos proprietários de uma empresa frigorífica com filiais em vários estados. “Não é crível que o embargante [Alfredo Kaefer], compatrimônio declarado de mais de 100 milhões de reais, teria sua situação financeira abalada pelo pagamento das custas do processo. Seria, no mínimo, total falta de bom senso acreditar nisso”, escreveu.

Na decisão, a juíza aponta que “a fim de justificar o requerimento para concessão do benefício, o embargante alega que, na condição de avalista dos contratos de sua empresa, vem sofrendo diversas cobranças judiciais tendo que arcar com muitas custas processuais. Aduz, ainda, que a única renda que obtém é a do cargo público que ocupa e que o pagamento destas custas importaria em um desiquilíbrio financeiro que atingiria a manutenção das necessidades da família”. De acordo com a Câmara dos Deputados, a remuneração mensal bruta dos deputados federais é de R$ 26.723,13.

(G1)

Deputado tucano com patrimônio de R$ 108,5 milhões diz que é pobre e pede justiça gratuita « Poços10 – Poder e Política

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: