Ficha Corrida

15/07/2014

Veja como funciona o “cheque de gestão” do PSDB

E os eleitos não tem feio feio ao partido. Desde Cássio Cunha Lima, cassado na Paraíba, Mário Covas, FHC, José Serra, Geraldo Alckmin, Yeda Crusius, Aécio Neves. Por onde passam as sete pragas, tudo soçobra…

psdbSecretário de SP intermediou doações eleitorais, diz e-mail

Mensagem indica que Tejofran deu R$ 50 mil ao PSDB a pedido de Marcos Penido

Assessor de Alckmin afirma que não pediu dinheiro a empresa acusada de participação no cartel dos trens

FLÁVIO FERREIRAMARIO CESAR CARVALHODE SÃO PAULO

O secretário de Habitação do governador Geraldo Alckmin (PSDB), Marcos Rodrigues Penido, intermediou duas doações eleitorais da empresa Tejofran para o PSDB, indica e-mail encontrado por autoridades federais em buscas feitas em computadores da companhia.

A Tejofran é acusada de integrar o cartel de trens que fraudou licitações em São Paulo entre 1998 e 2008, em sucessivos governos tucanos.

As duas contribuições de R$ 25 mil para o PSDB citadas na mensagem foram feitas durante a campanha para prefeitos e vereadores de 2012, quando Penido era diretor-técnico da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano).

Penido foi promovido a secretário em abril deste ano, após ter sido secretário-adjunto de Silvio Torres (PSDB).

À época das doações, a CDHU mantinha contrato com um consórcio do qual a Tejofran fazia parte. Logo após as eleições de 2012, o consórcio conseguiu um aditivo de R$ 3 milhões com a estatal paulista.

Conforme a legislação eleitoral, diretores de empresas públicas são proibidos de arrecadar para o partido. A função cabe só aos tesoureiros.

O e-mail que menciona a doação foi escrito por Henriqueta Giolito Porto, gerente da Tejofran, em 2 de agosto de 2012 e enviado a seu irmão, o engenheiro Telmo Giolito Porto, diretor do grupo.

A mensagem cita um outro executivo que teve negócios com a CDHU, o engenheiro João Razaboni, que disse à Folha ser prestador de serviços para empresas do setor.

Na mensagem, Henriqueta diz que recebeu uma ligação de Razaboni passando informações de Penido –os dados bancários do PSDB para que o depósito fosse feito.

A gerente da Tejofran frisa que se trata de uma "contribuição oficial" e que Penido pediu um comprovante do depósito, que teria de ser feito "o mais breve possível".

Penido diz que nunca pediu doação. A Tejofran diz que fez as doações legalmente e ressalva que a mensagem não comprova contato com o ex-diretor da CDHU.

Na eleição de 2012, o ex-governador José Serra era o candidato tucano à Prefeitura de São Paulo e foi derrotado pelo petista Fernando Haddad.

Mesmo sendo comumente descrito como um funcionário de perfil técnico, Penido tem ligações com diversos setores do PSDB paulista.

Segundo tucanos, o servidor de carreira da CDHU tem bom trânsito na família do governador Mário Covas (1930-2001) e desfrutava da confiança do antecessor na secretaria, Torres, que o nomeou adjunto e diretor da CDHU.

Na companhia estatal, sua principal função era contornar os embates entre Torres e o deputado Paulo Maluf, chefe do PP no Estado, sigla que comandava o órgão. O atual secretário de Alckmin não é filiado ao PSDB.

O fundador do grupo Tejofran, Antonio Dias Felipe, era amigo do governador Mário Covas e foi padrinho de casamento de seu filho, Mário Covas Neto, o Zuzinha.

Ele emprestou um escritório a Covas e chegou a alugar uma casa para o governador paulista por valor simbólico.

A executiva da Tejofran que escreveu a mensagem sobre a doação, Henriqueta Porto, já ocupou cargos de confiança em empresas do governo paulista.

Ela foi chefe de gabinete do Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) de 2007 a 2009, no governo de José Serra, e ocupou a mesmo posição na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), de 2003 a 2006, na gestão de Geraldo Alckmin.

Colaborou DANIELA LIMA, de São Paulo

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: