Ficha Corrida

09/06/2014

Zeitgeist

Filed under: Manipulação,PT,Zeitgeist — Gilmar Crestani @ 9:51 am
Tags:

intolerancia

Há quem pense que vivemos momentos de radicalidade. Não. Não vimemos momento de radicalidade. Vivemos radicalidade.

Se meu partido está no governo, tudo vai bem. Se não está, tudo vai mal. Poderia ser assim. Acontece que, na minha visão, há, simplesmente, diferença de tratamento. Não digo da parte das pessoas, porque elas, com seu coração, não tem a obrigação da imparcialidade. São parciais. E nisso nada há de anormal.

Para mim, a radicalidade está na velha mídia que ainda não aprendeu a viver e conviver na democracia. Esteve muito bem, viveu bons momentos na ditadura. Refestelou-se, cresceu, engordou. Não tinha divergência, tinha parceiros.

Minha discordância reside na forma de tratamento na democracia. Quando prendem um Hildebrando Paschoal, não há condenação de todos o seus correligionários. Quando Cássio Cunha Lima é cassado, ninguém condena o seu partido. Quando um presidente compra a reeleição, ninguém condena nem o Presidente, nem seu partido. E não sou eu quem está dizendo isso, é gente da direita, como Ives Gandra e Cláudio Lembo.

Os costumes políticos importados do PSDB pelo PT mereceu a condenação deste e a absolvição daquele no STF. São fatos.

No RS vivemos isso no governo Olívio Dutra. Houve condenação maciça do PT e do governador. A montanha engravidada pela RBS pariu um rato. Chegou haver, por um curto espaço de tempo, uma espécie de “mea culpa” em relação ao Olívio. Tudo porque Olívio havia condenado seus correligionários da Ação 470. Bastou Olívio ser sufragado candidato a Senador pelo PT que tudo voltou ao que era antes. E o motivo também mora na RBS. Lasier Martins é, mais uma vez, o cavalo do comissário.

A Justiça eleitoral vem  condenando políticos de todos os matizes. Quem condena partido é velha mídia. Por que? Por que há uma classe média, que acredita e se alimenta da mídia tradicional, que por ser média não passaria para outra classe, que, tendo conseguido alguma coisa, foi convencida que a ascensão dos de baixo lhe tira espaço e poder. Não retira, divide, compartilha.Se é natural que quem tem queira conservar, também é verdadeiro que quem não tenha lute por conseguir. O fiel da balança é o poder dos que tem voz. Assombrada pela parcas espalhadas pela velha mídia, a Classe Média foi a grande avalista do golpe militar de 1964. Viu nas armas seu melhor argumento. Hoje, vê na mídia.

Dizem que são contra todo tipo de corrupção, mas jamais falam dos líderes dos outros partidos.

José Genoíno foi condenado simplesmente porque era Presidente do PT. Não há nada, nenhuma linha, que o ligue ao crime. Se ser Presidente da agremiação que tem alguns de seus membros condenados é motivo suficiente para condena-lo, porque não fazemos o mesmo com as famílias Mesquita e Sirotsky. Todo mundo sabe que Pimenta Neves era Diretor de Redação do Estadão quando assassinou pelas constas a colega de trabalho Sandra Gomide. O assassinato foi o ápice de assédios moral e sexual ocorridos dentro do Estadão. Havia outros ingredientes que aconteciam sob as barbas dos Mesquitas. Por que ninguém condena a família Mesquita por não ter tomado nenhuma providência a respeito do que acontecia sob seus olhos, na linha direta de comando na empresa?

Um rebento da família Sirotsky esteve envolvido num caso de estupro em Santa Catarina. Por que nunca mais ouvimos falar sobre o assunto? Seria porque a pessoa que havia denunciado, divulgando o caso, acabou morto? Por que ninguém condena a família onde o rebento foi plantado, regado e florescido e, por fim, acobertado? José Genoíno tem culpa, as famílias Mesquita e Sirotsky, não…

Há um dado concreto a respeito do papel da velha mídia na criação do ódio contra o PT. Basta observar que todo aquele que diz condenar o PT pelo envolvimento de corrupção de alguns de seus membros nunca disseram ou publicaram um linha a respeito da participação da Rede Globo em parceria com notórios corruptos. Nem mesmo quando a Globo foi protagonista do Escândalo Proconsult. Ou do envolvimento da Rede Globo com o ditador João Batista Figueiredo. Ou do envolvimento da Rede Globo com João Havelange, Ricardo Teixeira e José Maria Marin. Nem mesmo uma linha a respeito da sonegação milionária na Copa de 2002. Nenhum dos impolutos que levantam a voz para condenar Lula escrevem uma linha, nem mesmo uma simples exclamação, para falar da manipulação do debate entre Lula e Collor, nas eleições de 1989.

Ranking CorrupçãoO que estes que repetem ad nauseam a criminalização do PT disseram ou dizem a respeito de Joaquim Barbosa. Lembremos. José Genoíno foi condenado porque presidia um partido que tinha membros denunciados por corrupção. Quando Joaquim Barbosa foi a Costa Rica levando a tira-colo uma jornalista Globo com despesas pagas pelos cofres públicos não disseram um ai. Sim, porque se for jornalista da Globo, temos jurisprudência, não é?! Por que não vimos, ouvimos ou lemos a respeito do caso do presidente FHC com a jornalista da Globo Miriam Dutra? Será que a Globo não sabia por isso não falava?

Peraí, mas não foi a Globo que escondeu a funcionária na Espanha enquanto FHC brincava de leiloar o patrimônio nacional? São os mesmos que se fizeram de franciscanos para condenarem Orlando Silva pelas tapiocas pagas com cartão corporativo… mas fazem um silêncio religioso, consternado, quando um helicóptero é pego com 450 kg de cocaína.

Sim, pagar uma tapioca com cartão corporativo é um pecado capital para um político. Abastecer um helicóptero com dinheiro público, ter um piloto de helicóptero pago com dinheiro público não diz nada. O helicóptero, a fazenda, o piloto ganharam autonomia, vida própria, a partir do momento em que o caso poderia derivar para envolver notório político “carreirista” mineiro…. O mesmo que não vê nenhum problema em dirigir bêbado e sem carteira…

Por que o partido do dono do Helicoca não é criminalizado?! Aliás, a bem da verdade, não é só o partido que não é criminalizado como também o meliante é endeusado… E os impolutos defensores da moral e dos bons costumes da classe média nada têm a dizer! Afinal, a Veja já disse, ou vai dizer, tudo o que eles teriam pra dizer, não é mesmo?! Engraçado, né.

O Genoíno é condenado porque, sendo Presidente do Partido, deveria saber do que  acontecia com alguns membros do Partido. Já os Perrella, pai e filho, não sabiam de nada do que acontecia com o piloto, o helicóptero e a fazenda… Mesmo que o piloto seja um funcionário com cargo de confiança dos ditos cujos na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Aliás, diante da falta de informação de tudo o que acontece em Minas Gerais, não é de admirar que o ET tenha escolhido Varginha para passar uma temporada. Em Minas tudo é possível, se a mídia estiver faturando a sua parte.

Temos de lembrar também a frase emblemática que resume e fecha com chave de ouro a atuação midiática de Joaquim Barbosa diante da interpelação de seu colega, Ministro Barroso: Foi feito pra isso, sim! Nenhum dos homens honestos, moralistas severos, censores dos bons costumes dos outros, viram a necessidade de publicar uma linha a respeito do mau caratismo e da cara de pau de um homem mau que não se envergonha de ter manipulado o julgamento com o fito de incriminar. Às favas com os escrúpulos, não é mesmo. Por que?

E aí chegamos em outro caso que causa comoção na Suíça. As empresas Alstom e Siemens já foram julgadas e condenadas respectivamente pelas justiças alemã e suíça. Mas no Brasil, os milhões desviados não ganham repercussão. E os que condenam o PT por fatos de menor monta não conseguem publicar uma única frase com sujeito, verbo e predicado. Volto ao tema. Genoíno foi condenado por ser presidente de um partido cujos membros estavam sendo julgados. Onde foi parar a condenação ao partido que nomeou Robson Marinho ao Tribunal de Contas do Estado de São Paulo?

1 Comentário »

  1. […] Há quem pense que vivemos momentos de radicalidade. Não. Não vimemos momento de radicalidade. Vivemos radicalidade. Se meu partido está no governo, tudo vai bem. Se não está, tudo vai mal. Poderia ser assim.  […]

    Pingback por Zeitgeist | BOCA NO TROMBONE! | Scoop.it — 10/06/2014 @ 8:13 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: