Ficha Corrida

26/02/2014

É que no Brasil, segundo a Globo, não há racismo…

racismo do ali kamelSe um ator da Globo fica duas semanas preso injustamente, imagine um pedreiro da Rocinha. E se tivesse sido linchado, como querem os “homens de bens” toda vez que um pobre é preso? O diretor de jornalismo da Rede Globo, Ali Kamel, escreveu um livro para provar que no Brasil não existe racismo. Tanto não tem que a Globo não moveu uma palha para defender seu funcionário. E se tivesse sido um ator branco?

Ator fica duas semanas preso no Rio após ser acusado por engano

Segundo polícia, vítima de roubo recuou na identificação de jovem após ‘meditar’ sobre assunto

Copeira teve bolsa roubada e disse que não retirou queixa antes por falta de dinheiro para ir à delegacia

DIANA BRITOBRUNO CALIXTODO RIO

O ator Vinícius Romão de Souza, 27, permaneceu preso por mais de duas semanas sob a acusação de roubo após ter sido identificado por engano pela vítima do crime, segundo a Polícia Civil do Rio.

Formado em psicologia, Souza fez parte do elenco da novela "Lado a Lado", da TV Globo, e trabalhava como vendedor em um shopping da zona norte da cidade.

O reconhecimento do erro pela polícia ocorreu após pressão de amigos do ator contra a prisão, já que nenhum objeto da vítima foi encontrado com ele –que é negro e usa cabelo black power.

Ontem, a copeira Dalva da Costa, vítima do crime e que havia identificado Souza, voltou atrás em novo depoimento. No roubo, foram levados a bolsa dela, com celular, documentos, cartões de banco, R$ 10 e um bilhete único.

Ela declarou que cogitou recuar da identificação já no dia seguinte ao crime, mas que não tinha dinheiro da passagem para ir à delegacia.

O delegado Niandro Lima disse que a prisão por roubo foi um "equívoco", mas que não houve "má fé" da vítima.

Ele afirma que a ação foi rápida, violenta e à noite, levando a copeira a se confundir na identificação do rapaz.

Preso no dia 10 deste mês, na Casa de Detenção Patrícia Acioli, em São Gonçalo (região metropolitana do Rio), Souza, que não tem antecedentes criminais, ainda aguardava para ser solto até a conclusão desta edição.

O Tribunal de Justiça concedeu a liberdade provisória após a polícia reconhecer a falha –e em resposta a um pedido protocolado pelo advogado três dias após a prisão.

O procedimento policial contra Souza foi encerrado, mas ele ainda terá que responder à Justiça. Pela decisão do TJ, deverá se apresentar para informar e justificar suas atividades, não podendo se ausentar do Rio sem aviso.

O assaltante, segundo as testemunhas, atacou a vítima num ponto de ônibus no Engenho de Dentro, zona norte.

O policial civil Waldemiro Junior correu para ajudar a copeira e também fez a identificação do ator. Foi aberta sindicância na Corregedoria da Polícia Civil para apurar a ação. Ele percorreu ruas do bairro com a copeira até ela reconhecer Souza.

A vítima afirmou que a área do assalto era escura e viu rapidamente o rosto do homem. Após identificá-lo, disse que passou a ter dúvidas e a "meditar" sobre o assunto –depois de lembrar da negativa do ator ao ser preso sob a acusação de roubo.

BERMUDA

Segundo Rubens Nogueira de Abreu, advogado do ator, vídeos gravados por câmeras no trecho do assalto mostram que o ladrão vestia só uma bermuda, enquanto o ator usava calça e camisa pretas.

O delegado diz que não usou as imagens porque nelas não havia registro da ação.

Jair Romão, pai do ator, afirmou ao UOL não sentir mágoa da vítima. "Qualquer um pode se confundir, ela foi assaltada, estava sob forte estresse emocional", disse.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: