Ficha Corrida

29/10/2013

Como FHC vendeu a Segurança Nacional

Só um bobo dá a telefonia a estrangeiros. Ele deu.

Amigo navegante carnavalesco enviou o seguinte e-mail:

PH,
Muito, mas muito boa mesmo a matéria sobre o livro branco da defesa.
Cedo ou tarde a questão do poder militar brasileiro como política econômica e garantia defensiva das próprias políticas sociais (que vão depender muito do pré-sal, do xisto do Amapá e por aí vai) tem que ser recuperada pelos progressistas.
A matéria foi estigmatizada pela associação de capacidade atômica e nuclear ao imperialismo americano (década de 50, campanha pelo desarmamento mundial etc).
O FHC assinou o Tratado de Não—Proliferação Atômica.
Para mim, traição nacional, traição mesmo, convicta, essa foi, seguramente.
O resto foi entreguismo barato.
Quero ver como os socialistas históricos do PSB vão se ver com o Atlântico às escuras da Marina que o Miguel do Rosário sublinhou.
A leitura do CAf pela manhã foi um banho de leite de cabra enquanto aguardo realizar uns exames médicos. Sem preocupação, sairei no carnaval fantasiado de Pré-Sal.
Grande abraço

Navalha

O Príncipe da Privataria cometeu alguns atos de traição.

Pode-se dizer que ele vendeu, deliberadamente, a Segurança Nacional.

Em junho de 1993, ele vendeu à estrangeira Bunge a Ultrafértil, que produzia 42% dos fertilizantes do país.

Junto foi a Petrofértil, que produzia – e só ela – o combustível pesado para acionar os foguetes que saem de Alcântara.

Foguetes demandam combustíveis líquidos e sólidos.

Os sólidos são os mais complicados, porque, altamente poluentes, exigem um transporte complexo.

A Petrofértil foi fechada e o Brasil perdeu o fornecedor doméstico – e estatal – de combustível para foguetes.

(Depois a Petrobras recomprou a Ultrafértil.)

Outra traição à Segurança Nacional se deu em 1º de julho de 1998, no fim do primeiro mandato – para que não houvesse o risco de não conseguir fazê-lo mais tarde.

Foi quando ele assinou o Tratado de Não-Proliferação das Armas Nucleares.

E jogou no lixo décadas de luta da diplomacia brasileira, de JK aos militares, que resistiu à furiosa pressão dos americanos, que, claro, querem o monopólio da energia nuclear.

Assinar o TNP foi a traição MAIOR, na opinião do amigo navegante.

Tem mais traição.

No dia 29 de julho, ele vendeu a Embratel à americana MCI.

Depois comprada pelo mexicano Slim.

Com a Embratel ele vendeu um satélite de comunicações com banda militar e a base terrestre para operá-la.

O Brasil tem que alugá-los ao Slim.

Enquanto não chega, ano que vem, o mega-satélite geoestacionário que a Dilma mandou comprar.

Como diria o então tucano Bresser Pereira, “só um bobo dá a telefonia para estrangeiros”.

O FHC deu.

Mas, de bobo não tem nada.

A outra traição à Segurança Nacional foi deixar de herança ao Lula uma licitação quase pronta de compra de caças.

A pedido dos americanos, ele tirou da licitação os Sukhoi-35 russos.

E deixou os americanos, os suecos – um clone dos americanos e da preferência da Tacanhêde -, e os franceses.

Agora, provavelmente, a Dilma vai ter que incluir os Sukhoi-35 de volta à competição.

O Príncipe da Privataria entregou a mercadoria.

Como lhe encomendaram.

Ele se elegeu para vender e entregar o Brasil aos americanos.

E foi o que ele fez.

Tirou o sapato !

Porque sempre acreditou em tirar o sapato.

Sua famosa “teoria da dependência” não passa disso: o Brasil não tem futuro, mesmo, então, é melhor ser dependente dos americanos.

Qual a surpresa, amigo navegante ?

Quem disse que “o 7 de setembro é uma palhaçada”?

Em tempo do amigo navegante missivista: lembrei: o primeiro ato do Nunca Dantes foi criar o Fome Zero… Essa é a diferença entre um governo que tem a preocupação com a população como inabalável prioridade máxima e seus opositores, qualquer um deles.
Paulo Henrique Amorim

Como FHC vendeu a Segurança Nacional | Conversa Afiada

1 Comentário »

  1. […] See on fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por Como FHC vendeu a Segurança Nacional | EVS NOTÍCIAS. — 29/10/2013 @ 7:39 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: