Ficha Corrida

27/09/2013

Dilma subiu de 30 para 38%, mas para a Folha…

Quando diz respeito a Dilma ou Lula, a Folha, mesmo quando há crédito, não dá. Dilma e Lula não sobem, eles “têm”. Já Aécio Neves, Marina e Eduardo Campos não caem, oscilam. São eufemismo, mas ditos com tanta falta de caráter, para usar de um eufemismo, que só poderiam ter sido publicados em veículo a$$oCIAdo ao Instituto Millenium.

Dilma tem 38%, e Marina cai a 16%, diz Ibope

Levantamento mostra que presidente cresceu 8 pontos percentuais em relação a julho, logo após onda de protestos

Apesar da alta, petista não voltou ao patamar de março, quando tinha 58%; ex-senadora perdeu seis pontos

DE SÃO PAULO

A presidente Dilma Rousseff (PT) recuperou parte das intenções de voto que perdeu durante os protestos que tomaram o país em junho, mostra pesquisa realizada pelo Ibope e divulgada ontem.

A petista foi a única que cresceu no principal cenário: saltou de 30% para 38% na preferência dos eleitores para a corrida presidencial de 2014 e ampliou sua vantagem sobre a segunda colocada, a ex-senadora Marina Silva, de 8 para 22 pontos percentuais.

Marina, que tenta formar a Rede Sustentabilidade a tempo de concorrer ao Planalto, caiu de 22% para 16%.

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), oscilaram negativamente no levantamento: o tucano passou de 13% para 11%, enquanto o presidente do PSB variou de 5% para 4%.

MANIFESTAÇÕES

Mesmo com o crescimento, Dilma não alcança o patamar que tinha na última pesquisa antes das manifestações. Em março, 58% declaravam voto na petista.

A pesquisa do Ibope foi feita em parceria com o jornal "O Estado de S. Paulo".

O levantamento mostra também que a variação do nome tucano na disputa não altera significativamente a distribuição dos votos.

No cenário em que o ex-governador de São Paulo José Serra substitui Aécio, Dilma segue à frente, com 37% das intenções. Marina se mantém em segundo, com os mesmos 16%. Serra atinge 12% –contra 11% do mineiro no cenário anterior– e Campos aparece com 4%. Não é possível fazer comparações porque esse cenário não foi pesquisado no último levantamento.

Aécio é hoje o principal nome do PSDB para concorrer à sucessão de Dilma, mas Serra ainda tenta ser lançado candidato ao Planalto.

Uma alternativa estudada pelo ex-governador paulista é migrar para o PPS, mas essa situação não aparece entre os resultados divulgados.

SEGUNDO TURNO

Em todas as hipóteses de segundo turno testadas na pesquisa, Dilma amplia sua marca e sai vencedora.

Contra Marina, a presidente atinge 43% contra 26% da rival. Em julho, as duas estavam tecnicamente empatadas –a petista tinha 35% e a ex-senadora, 34%.

A petista também vence nos cenários em que enfrenta os presidenciáveis tucanos. Nos dois casos, ela atinge 45%, contra 21% marcados tanto por Aécio como por Serra. Em julho, Dilma também vencia Aécio, mas com uma vantagem menor: 38% a 26%. O nome de Serra não havia sido testado naquela pesquisa.

A vantagem sobre Campos também se ampliou. Em julho, ela tinha 39% contra 19% do socialista. No levantamento atual, ela venceria com 46% ante 14% do governador. A pesquisa foi feita de 12 a 16 de setembro com 2.002 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

1 Comentário »

  1. […] See on fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por Dilma subiu de 30 para 38%, mas para a Folha… | C O O LTURA — 28/09/2013 @ 6:51 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: