Ficha Corrida

18/09/2013

Como diria aquele bonequinho da propaganda da Parmalat: tomô!

Filed under: Golpismo,Merval Pereira,STF,Vira-bosta — Gilmar Crestani @ 11:40 pm
Tags:

 

Merval perdeu o vinho, a pose e o poder indevido

“O Supremo Tribunal Federal não é mais a coluna de Merval Pereira”

O Conversa Afiada republica texto de Fernando Brito, do Tijolaço:

Merval perdeu o vinho, a pose e o poder indevido

O Ministro Celso de Mello prestou hoje um grande serviço, não apenas ao Direito, à ordem democrática e às garantias individuais.
O fez, também, ao jornalismo.
“Nunca antes na história deste país” viu-se uma vivandeira de tribunal como se tornou o colunista Merval Pereira.
Com toda a sua arrogância, apostava a toda hora em tudo o que pudesse representar uma inapelável conclusão do julgamento.
Prestou-se à cena insólita de, nos seus comentários na Rádio CBN, apostar até um garrafa de vinho de primeira sobre se os acusados sairiam do julgamento para a cadeia.
Passou dois meses afirmando a revogação da lei, especulando sobre uma “reflexão” do ministro Celso de Mello que o faria mudar de posição, sobre Luis Roberto Barroso silenciar, sobre a tendência de Teori Zavascki de votar contra, idem sobre Rosa Weber e Carmen Lúcia.
Deitou doutrina, analisou leis, afirmou umas e “revogou” outras, falou nas multidões no 7 de setembro exigindo “cadeia já”.
Celso de Mello, em seu voto, massacrou todas as teses sustentadas pelo acadêmico Merval e demonstrou que findaram os tempos em que a vontade manifestada pela mídia se impunha sobre qualquer razão.
Colocou-o no seu devido lugar.
O jornalista pode e deve acompanhar e opinar sobre o funcionamento e as decisões das instituições judiciais, mas não pode e não deve pretender induzi-las, muito menos alegando “clamores da multidão”.
Não somos pregoeiros da impunidade, e não devemos ser incitadores de linchamentos.
O Supremo Tribunal Federal não é mais a coluna de Merval Pereira.
E, portanto, não está vergada, como a dele, aos poderosos da mídia.
Por: Fernando Brito

Merval perdeu o vinho, a pose e o poder indevido | Conversa Afiada

2 Comentários »

  1. […] See on fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por Como diria aquele bonequinho da propaganda da Parmalat: tomô! | O LADO ESCURO DA LUA — 19/09/2013 @ 8:04 am | Responder

  2. […] See on fichacorrida.wordpress.com […]

    Pingback por Como diria aquele bonequinho da propaganda da Parmalat: tomô! | C O O LTURA — 19/09/2013 @ 7:09 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: