Ficha Corrida

05/04/2013

O bebum voltou… mais grogue!

Filed under: Aécio Neves,Bebuns,Isto é PSDB! — Gilmar Crestani @ 7:37 am
Tags:

No Brasil que torce contra o Brasil, que teve um presidente que queria ser francês e mandava seus diplomatas tirar os sapatos para entrarem nos EUA, que aceita como seu o filho que era da mãe, que cria um Instituto Millenium para agregar a fina flor do fascio em torno do CANSEI, em que a Folha empresta carros para transporte clandestino de presos para encobrir tortura e morte, com um candidato a presidência cuja mulher cometeu aborto caia nos braços da Opus Dei para acusar adversária do crime que praticou e que transforma bolinha de papel em objeto contundente, em que os grupos mafiomidiáticos escreveram editoriais saudando a chegada da ditadura, não é de admirar que um bêbado ganhe espaço privilegiado nos jornais para chamar uma ditadura de revolução. Depois do “pastor” que mais parece um pittbull racista nada melhor que um candidato à presidência com pendores ditatoriais!! Tem razão o Marco Feliciano, o satanás sabe onde escolher seus seguidores, e não é por acaso que tenha recrutado um pastor e um bêbado!

Aécio Neves chama golpe de 64 de ‘revolução’

O senador Aécio Neves (PSDB) chamou o golpe militar de 1964 de "revolução",
termo usado por defensores do regime. "Ditadura, revolução, como quiserem

Em evento com Alckmin, Aécio chama golpe de 64 de ‘revolução’

Após fala, neto de Tancredo minimiza uso do termo e critica ditadura

DOS ENVIADOS A SANTOS

Em discurso ontem no Congresso Estadual de Municípios paulistas, em Santos, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) tratou o golpe que instalou a ditadura militar no Brasil como "revolução de 64".

O termo é usado por defensores do regime que comandou o país de 1964 a 1985.

Aécio fez a referência em meio a um discurso crítico à concentração de poder no governo federal, enquanto recapitulava períodos históricos do país. "Veio a revolução de 64, um período de grande concentração de poder nas mãos da União", afirmou.

Questionado após sua fala, Aécio falou sobre a escolha do termo "revolução".

"Ditadura, revolução, como quiserem [chamar]. É um regime autoritário que lutamos muito para que fosse vencido. Eu tenho muito orgulho de pelo menos participar do finalzinho da luta para a reconquista da democracia no Brasil. Uma ditadura que nós não queremos que se repita", afirmou.

O senador é neto de Tancredo Neves, eleito indiretamente para ser o primeiro presidente pós-ditadura, em um período de transição para a democracia no país. Tancredo, no entanto, morreu antes de assumir o cargo.

Aécio antecipou sua participação no congresso para aparecer ao lado do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

A presença do mineiro estava prevista para hoje, ao lado do governador Eduardo Campos (PSB-PE). Os dois são pré-candidatos à sucessão de Dilma Rousseff. Aécio negou ter alterado a data para não aparecer ao lado de Campos. "Falo com ele muito mais do que vocês imaginam."

No palanque, o mineiro foi recepcionado por Alckmin como "exemplo de estadista para São Paulo e para o Brasil". Principal nome do PSDB para concorrer ao Planalto, o mineiro conquistou recentemente apoio de parte da ala paulista da sigla.

No início do discurso, Aécio distribuiu elogios a tucanos paulistas, como Alckmin e Mario Covas -ao fim do evento, visitou um bar frequentado pelo ex-governador, ao lado da sede da Prefeitura de Santos.

Sua fala foi marcada por críticas ao governo Dilma. "Hoje vivemos quase um Estado unitário, todas as medidas que têm buscado recuperar a receita para Estados e municípios no Congresso não têm encontrado acolhida no governo federal", disse.

Depois, em entrevista, o senador afirmou que o governo federal é movido "pela lógica da reeleição" pela nomeação de César Borges (PR) para os Transportes. "Isso mostra que aquele discurso [de faxina] era um discurso sem consistência."

 

(PAULO GAMA E LUIZA BANDEIRA)

1 Comentário »

  1. […] O bebum voltou… mais grogue! […]

    Pingback por PICTURES — 06/04/2013 @ 6:34 am | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: