Ficha Corrida

14/03/2013

Setubal: CANSEI!

Filed under: Banco Itaú,Bancos,Civita — Gilmar Crestani @ 9:08 am
Tags: ,

Ou será o cérebro com envelhecimento precoce. Tudo cheira a passadismo, do tempo em que banco financiava e a mídia conduzia o golpe.

Exame, da Editora Abril, chora a saída de Setubal

:

Em sua reportagem de capa desta quinzena, a revista de economia e negócios de Roberto Civita lamenta que o banqueiro Roberto Setubal, do Itaú Unibanco, esteja “no auge e de saída”; na verdade, ele deixará a instituição depois de cometer trapalhadas políticas e perder a queda de braço com o governo federal relacionada à nova política de juros; “com a taxa de juros em seu patamar historicamente mais baixo, ganhar dinheiro está ficando mais difícil”, reconhece a reportagem, que faz lobby por sua permanência

14 de Março de 2013 às 05:24

247 – Nos últimos meses, o banqueiro Roberto Setubal, de 58 anos, viveu duas guerras paralelas. Internamente, no Itaú Unibanco, ele venceu a batalha. Mudou as regras e o estatuto da instituição financeira para que sua aposentadoria compulsória, que deveria acontecer aos 60 anos, ocorra aos 62. Assim, ele conseguiu adiar um pouco sua saída. Do lado de fora, Setubal protagonizou um isolamento crescente do banco, que foi identificado pelo governo Dilma como a principal trincheira de resistência à nova política de juros baixos. Acostumado a lucrar bilhões com ganhos de tesouraria, e não com crédito à economia real, o Itaú Unibanco teve dificuldades para se adaptar aos novos tempos. Mais do que isso, Setubal chegou até a conceder entrevistas ao Financial Times, jornal inglês, criticando a política econômica e as "mudanças de regras" no Brasil ­– e logo ele que havia mudado o estatuto do banco.

O banqueiro, no entanto, não parece estar totalmente contente com a sua saída do comando de um grupo com 121 mil funcionários e 15 milhões de correntistas. E talvez tenha iniciado um movimento para postergar ainda mais sua saída. Nesta quinzena, a revista Exame, da Editora Abril, de Roberto Civita, que também se destaca pelo lobby dos juros altos, questiona se Setubal é “velho demais para liderar?”, na sua capa, indagando ainda “como as empresas devem aproveitar executivos como ele”.  Internamente, a revista lamenta que Setubal esteja no “auge e de saída”.

O auge, no entanto, é questionável. Ao comprar uma briga direta com o Palácio do Planalto, e especialmente com a política de juros baixos que é uma das marcas do governo Dilma, o Itaú se isolou. A própria reportagem da revista Exame reconhece que “com a taxa de juro em seu patamar historicamente mais baixo, ganhar dinheiro está ficando mais difícil”. Mas o texto, no entanto, não comenta as trapalhadas políticas do Itaú. E diz que “é justamente nessas horas que executivos como Setubal têm mais valor para uma empresa”, no que parece ser quase um lobby por uma nova mudança de regras no estatuto do banco, adiando ainda mais a aposentadoria de Setubal.

Dificilmente, no entanto, o atual presidente do Itaú Unibanco terá forças para vencer mais este embate. Quando ocorreu a fusão com o banco dos Moreira Salles, Setubal, que não é o maior acionista, ganhou espaço sobre o grupo de Milu Vilella, que tem a maior quantidade de ações. Vários executivos do Unibanco foram importados, mas os resultados não foram os melhores. Alguns, como Marcos Lisboa, por exemplo, acabam de deixar a instituição. E tudo indica que Milu Vilella fará de tudo para emplacar seu filho, Ricardo Marino, bisneto do fundador Alfredo Egydio de Souza Aranha, como novo presidente. Exame, no entanto, aponta como favoritos os executivos Candido Bracher e Marcio Schettini, numa reportagem feita aparentemente para defender a permanência de Setubal ou, ao menos, fritar o filho de Milu Vilella.

O fato é que, qualquer que seja o futuro presidente, ele terá que reconstruir suas relações institucionais e adotar uma visão mais popular e menos elitista.

Exame, da Editora Abril, chora a saída de Setubal | Brasil 24/7

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: