Ficha Corrida

09/06/2012

Artigo de Marta gera rumor sobre saída do PT | Brasil 247

Filed under: Marta Suplicy — Gilmar Crestani @ 11:11 am

Agora Inês é Marta. Se ela sair do PT muitos benefícios virão. Primeiro a punição ao comportamento coronelesco dos caciques petistas. Segundo, os paulistanos serão obrigados, graças a Deus, a engolirem mais uma temporada do ator José Serra. Para quem já amamentou Ademar de Barros, Orestes Quércia, Paulo Maluf, Celso Pitta e FHC nada melhor que a volta do ator da bolinha de papel. São Paulo, em termos políticos, não vale uma missa…

Depois de São Paulo, seria bom se a onda chegasse ao RS. Tarso governa o Estado se achando Presidente da República, ou pensando em chagar lá. Maria do Rosário, coitada, não vale um terço. Não sei como pode se baixar tanto diante da RBS. Ainda vai provar que é mais fácil rastejar que caminhar. A sorte do PT é que a oposição não existe. A líder da oposição, Judith Brito,  ainda não chegou ao século XXI. Os demais estão caindo como dominó. A próxima eleição presidencial terá Dilma de um lado e um presidiário (do DEM ou do PSDB) de outro.

Artigo de Marta gera rumor sobre saída do PT

Artigo de Marta gera rumor sobre saída do PTFoto: Edição/247

Fora da foto, fora do partido? Texto falava em “abandonar as roupas usadas” e de um tempo de “travessia”; especula-se que a senadora possa ir para o PMDB, o que teria grande impacto na eleição municipal de São Paulo, fortalecendo Gabriel Chalita e enfraquecendo Fernando Haddad

09 de Junho de 2012 às 10:39

247 – Um artigo publicado pela senadora Marta Suplicy na semana passada, intitulado “Travessia”, passou a ser encarado nos meios políticos como um enigma a ser decifrado. Marta falava em “abandonar as roupas usadas” e no “tempo da travessia”.

Marta falava, inclusive, da dor de um rito de passagem. “Não se chega à outra margem do rio sem respingos. Há risco de afogamento. O difícil é fazer o percurso, mas, se vislumbrada a chegada, não há força que segure a mudança e o crescimento”, afirma. De quem ela falava? De si própria?

O rumor que se espalha nos meios políticos é o de que Marta poderá trocar o PT pelo PMDB, empenhando seu apoio, na sucessão paulistana, ao candidato Gabriel Chalita. Seria um golpe duro na candidatura de Fernando Haddad, que tem custado a decolar e apresentado dificuldades para fechar alianças.

Detalhe: o novo companheiro de Marta, Márcio Toledo, é filiado ao PMDB. Leia, abaixo, o artigo “Travessia” de Marta:

Marta Suplicy – Travessia

Escreveu Fernando Pessoa: "Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos, que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos".
Travessias são sempre difíceis e revestidas de peculiaridades. Por isso há os ritos de passagem. Seja para celebrar com um bom choro a saída do útero materno para a vida, para tolerar os primeiros dias de um luto com cerimônias religiosas e presença da família e amigos, as festas de saída da adolescência para a vida adulta, a celebração do casamento, o trote na universidade… 
Essas são as travessias mais visíveis e que tomam formas diferentes dependendo das culturas. Sempre existiram no decorrer dos séculos.

Mas existem outras. As que estão acontecendo nos costumes, nas regras de comportamento, nas leis que se aprimoram para acompanhar as mudanças das novas exigências, nas aspirações dos povos, nos sistemas de governo que conhecemos e no direito pleno de cidadania. Agora, com a rapidez desencadeada pela modernidade da comunicação digital globalizada.
Influencia para o bem ou para o mal, com todas as notícias ou reflexões que mal temos tempo de digerir. Mas a mente vai se acostumando com as pérolas e o lixo, e o trator da vida segue seu caminho.

São interessantes as contradições que brotam desses processos. Não se chega à outra margem do rio sem respingos. Há risco de afogamento. O difícil é fazer o percurso, mas, se vislumbrada a chegada, não há força que segure a mudança e o crescimento.
Temos visto isso na exigência de transparência nos governos, na busca da ética nos políticos, no respeito, na tolerância, na sustentabilidade para o nosso planeta, no direito de os seres humanos se unirem de acordo com seus desejos, nas famílias se constituírem por amor. E com todas as contradições de interesses e crenças caminhando em luta feroz. Entretanto o avanço para um processo civilizatório com mais justiça e dignidade para todos é inexorável. Assim caminha a humanidade.

Os movimentos de massa, que chegam na outra margem, começam com pessoas que percebem o novo, algumas que se inquietam, outras que não se conformam, com os milhares que sonham e que são visionários e com os poucos que captam o futuro e lançam fagulhas que, de tão fortes, incendeiam milhares de mentes e suscitam ações. Pessoas que fizeram suas travessias. Outras que pegam carona. 
As certezas e os sonhos a serem descartados são o mais difícil na travessia. A isto se refere Fernando Pessoa em poucas linhas. Largar as roupas que nos levam aos mesmos lugares.

Artigo de Marta gera rumor sobre saída do PT | Brasil 247

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: